Exclusivo!

Juiz recebe 500 mil de salário. Direito ou privilégio?

Mirko Vincenzo Giannotte recebeu 503 mil em salários. Direito ou privilégio? A pressa em divulgar uma notícia pode levar um jornalista ...

Novidade

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Ildinho transforma Heliópolis num canteiro de obras

Prefeitura resolve definitivamente o problema da Helvécio Santana
Já está mais ou menos decidido que teremos eleições o ano que vem, aprovando-se ou não a reforma eleitoral. O mandato será de 4 anos e parece que o prefeito de Heliópolis, Ildefonso Andrade Fonseca, o Ildinho, não olha para o retrovisor e não quer ver ninguém em sua frente quando for a hora da chegada. Parece que está decidido a ser o último prefeito reeleito da história de Heliópolis. Antes, só o ex-prefeito Aroaldo Babosa conseguiu tamanha audácia. E parece que a receita Ildinho traz de cor: trabalhar, trabalhar e trabalhar. Enquanto muitos prefeitos ficam pelos cantos tentando prejudicar e perseguir funcionários públicos, Ildefonso cobra trabalho.
Prefeito Ildinho em seu gabinete
(foto;Jorge Souza)
Certa vez, numa reunião na prefeitura, Ildinho disse aos seus comandados: “precisamos resolver a questão daquela avenida, da Farmácia e do Tijuco. Foi feita uma licitação, gastou-se 100 mil reais e a pavimentação voltou a causar sérios problemas, inclusive piores. Tentou junto ao Governo do Estado o asfalto para as três localidades. Nada. Na calada, o prefeito já fazia economia das verbas do IRPF e do ISS. Sem muito alarde, foi feita uma licitação. A empresa vencedora foi a Braços Fortes a um custo de 332 mil reais. Esta semana, o asfaltamento definitivo da Avenida Helvécio Pereira de Santana foi iniciado, pondo fim a buracos em pleno calçamento e a infiltrações que acabavam causando transtornos aos transeuntes.
Calçamento na rua João de Souza Sobrinho
A solução agora é definitiva porque será uma camada de asfalto de 3 centímetro sobre um calçamento a paralelepípedo. Na licitação fala-se em 2,5 centímetros, ou 900 toneladas de concreto betuminoso a quente com CAP50/70. Quem entende sabe que a coisa é de boa qualidade. A surpresa foi tão notória que já há oposicionista falando em denunciar a obra porque há máquinas da prefeitura trabalhando. Beto Fonseca afirma que a máquina estava disponível, sem trabalho, já que as chuvas não permitem. “Então, chamamos a empresa. Ela teria que alugar uma patrol, oferecemos a da prefeitura. Em contrapartida, ela coloca um pouco mais de asfalto, principalmente naqueles lugares onde o solo é mais problemático. Inclusive garantiram uma camada de 3 centímetros. ”, completa Evanilson. Beto Fonseca deixa claro que a obra é do município, e não produto de emendas ou projetos dos outros governos. Ildinho completa: “Pelo governo ia demorar e eu já não aguentava ver a principal avenida da cidade daquele jeito. A gente dava um jeito, mas nunca resolveria. Agora vai ficar bonita para sempre. ”, disse.
A construção da Praça da Cajazeiras
Mas Ildinho não está ainda contente. Além das ruas que estão sendo pavimentadas a paralelepípedo com recursos de emendas, ele se orgulha de que está concluindo duas quadras esportivas cobertas nos povoados de Serra dos Correias e Cajazeiras, com recursos do FNDE, do governo federal. As duas quadras totalizam 1.020.000,00 (um milhão e vinte mil reais). A do povoado Serra já está quase pronta e na Cajazeiras as obras estão na metade. O prefeito Ildinho ainda anuncia uma emenda para calçamento, no valor de 350 mil reais. As ruas Travessa Mangabeira (rua de Vianey), Travessa Francisca Alves (do Colégio Estadual José Dantas de Souza), a Rua do Galpão (Rua da Garagem) e a travessa do Galpão serão calçadas em breve.
Asfaltamento com qualidade na av. HPS
O prefeito deixa claro que não está fácil arranjar dinheiro. A coisa está difícil com esta crise. “Temos que manter o município adimplente e não colocar a mão adiante do chapéu. Estamos vencendo a crise assim, e trabalhando.” Ildinho ainda deseja iniciar três obras: A Praça Isabel Ribeiro (do Mercado) - emenda de 300 mil, o campo de futebol, um miniestádio, com alambrado, arquibancada – emenda de 500 mil, e a praça Vicença de João Maia (Praça da Igreja), no povoado Farmácia. Esta última será com recursos próprios e custará 60 mil, com início previsto para este mês de julho.
Quadra coberta na Serra. Obra quase pronta.
Ildinho também destaca a construção da Praça do povoado Cajazeiras, que dará uma nova vida à localidade, promessa de tantos e que, agora, será concretizada. O prefeito também chama atenção sobre um dado: o problema da passagem do povoado Farmácia também será resolvido. “Estou só esperando entrar um dinheiro extra, mas quero resolver ainda este ano. Já fiz os estudos e lá receberá o mesmo asfalto que estamos colocando na Helvécio Santana. O cálculo dos técnicos fala em 100 mil, espero que seja menos. Mas vou fazer!”. O prefeito também informa que o mesmo problema que enfrenta o povoado Tijuco será resolvido. A licitação já está pronta. O custo total será de 76 mil e a obra, também de asfaltamento, começará nos próximos dias. 
Nesse ritmo de trabalho, Ildinho quer deixar Heliópolis com outra face e se orgulha disso. Sobre as eleições, ele sai pela tangente quando perguntado se vai ser candidato novamente. “Eleição é o ano que vem.”, diz. E encerra a conversa com o nosso blog dizendo que ainda sonha em poder calçar o bairro da Melancia e o Santos Dummont. Também fala em dar um rumo definitivo ao açude de Heliópolis. “Mas o tempo é pouco e o dinheiro curto.”. Dá um tempo e emenda: “Quem sabe eu não consiga um dinheiro para pelo menos uma delas? Vamos trabalhar!”, concluiu o prefeito.