Exclusivo!

Poucas & Boas: O roubo de galinhas e outros delitos!

Poucas & Boas: O roubo de galinhas e outros delitos!

Os ladrões de Galinhas estão em voltaram às atividades, incentivados por outros ladrões. (Foto: Jardim News)

Ladrões de Galinha

É impressionante a quantidade de roubos que estamos vendo em nossa região, principalmente na zona rural dos municípios. Dois homens foram mortos em Lagarto-SE por matarem uma vaca e dissecarem o animal para levar a carne. Há relatos também de bezerros que estão sendo levados para serem vendidos nas feiras livres. Aqui em Heliópolis, voltaram os ladrões de galinhas. Um ex-professor do Colégio Estadual José Dantas de Souza foi para São Paulo, convidado para um emprego. Deixou seu sítio para que um dos seus irmãos fosse lá colocar comida e água para os bichos. Só que o irmão nada encontrou. Foi só o rapaz viajar e levaram todas as suas galinhas. Não deixaram nem os avos.

Bolsonaro venceu!

Seja qual for o resultado das eleições este ano, uma coisa está cravada: Bolsonaro é o grande vencedor. Em nenhum lugar do mundo ele seria um político. Se fosse, talvez não chegasse nem a vereador. Não tem nenhuma formação moral, ética ou religiosa. Sua eleição foi fruto do ódio ao PT e da palavra dada na transformação das coisas, o que não aconteceu. Conseguiu no cargo peitar o STF, A Polícia Federal, As Forças Armadas, comprou o Congresso Nacional com o orçamento secreto e enfrentou o novo coronavírus com Cloroquina. As consequências foram catastróficas, mas venceu a todos mesmo a um custo altíssimo para o povo e para o país. Até a oposição não enfrentou Bolsonaro por covardia, comodismo ou conveniência. Tirou o PT do poder e pode devolver o país ao partido pior do que recebeu. Mostrou ao mundo que não temos lei, justiça ou consciência civilizatória. Bolsonaro é a revelação de que isso aqui é um caos. Ele venceu e o sinal está fechado para os bons.

Assessoria é a Lei!

Olha a pérola que saiu no jornal A Tarde, sobre o imbróglio envolvendo a candidatura do ex-prefeito de Ribeira do Pombal, Ricardo Maia: "De acordo com a assessoria, Ricardo Maia não tem absolutamente nenhuma condenação na Justiça e teve 100% de suas contas aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).". No mesmo parágrafo, lembra: "Mesmo a decisão do TCU não revela nenhum ato doloso por parte do ex-prefeito, mesmo que fosse mantida a rejeição, o que por si só, já garante a candidatura de Ricardo Maia”. Pronto! Rasguemos a Constituição e a Lei Eleitoral! A Assessoria de Ricardo Maia é a Lei!

Músicos do São Pedro

Não foram apenas Oz Mallaz, Gilberto Alves e Adilson Costa que ficaram de fora da festa deste ano. Também vale citar as bandas Paixão Ardente, de Pequeno, há muitos anos na estrada - Oz Chefes da Pisadinha, Artuzinho, Patrões da Pisadinha e os cantores Kall e Edson Lins. Todos aguardam o São Pedro para mostrar um trabalho novo e tentar fazer sucesso neste mundo difícil para aqueles que tentam viver de música. Juntando todos estes, não meiam um cachê de um Nino Coutinho. Muitos deles chegam a receber apenas 500 reais. É duro saber que "Santo da casa não faz milagres" nem mesmo quando tem alguém no poder que prometeu cuidar das pessoas.

Compra de voto oficial I

Como se não bastasse o verdadeiro balcão de negócios que é a eleição no Brasil, agora a coisa ficou oficial. O extraoficial acontecia aí debaixo dos olhos de todo o mundo, mas a Justiça Eleitoral precisa de provas físicas e não óbvias. Agora, a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional para aumentar o valor do Auxílio Brasil de 400 reais para 600, concedendo um voucher de R$ 1 mil a caminhoneiros e dobrando o valor do vale-gás a três meses das eleições de outubro é a institucionalização da compra de votos no Brasil. Pior, conta com o silêncio da esquerda. Afinal, Lula sabe que não pode dizer não ao que vai tirar os pobres de uma situação que, pouco ou muito, ele ajudou a criar. O bolsonarismo viverá com o alimento do dinheiro público e com a ajuda silenciosa da esquerda brasileira. 

Compra de voto oficial II

Com a legislação brasileira atual, não precisa mesmo ser especialista em Direito Público para saber que Jair Messias Bolsonaro deveria sofrer processos, no mínimo, por abuso de poder, com esta PEC. Seria como se ele passasse três anos e meio tirando das pessoas para, agora, no limiar da eleição, dar uma de moço bonzinho. Aposta na memória fraca do povo brasileiro, provocada pelo estômago cada vez menos abastecido. O que era arma e fé virou agora pão e fé. A única diferença é que a esquerda quer dar pão e circo. Mas há quem diga que Bolsonaro vai morrer lutando, mas a época de fazer algo diferente já passou e o povo já decidiu quem será o próximo presidente. Será?

Compra de voto oficial III

Bolsonaro pode se livrar da acusação de compra de votos porque a emenda constitucional prevê uma nova decretação de estado de emergência,  “decorrente da elevação extraordinária e imprevisível dos preços dos combustíveis”. Ou seja, a PEC vai mandar a Lei das Eleições ao lixão, que proíbe a criação de programas assistenciais em ano eleitoral. Só que uma coisa é o que está no papel, outra coisa é o que se pratica. A Justiça Eleitoral não vê o óbvio ululante! O mito vai se safar mais uma vez! Quem fez a mesma coisa e não deu certo foi o ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, que foi cassado em 2007, após ele ter sido acusado de distribuir 35 mil cheques, no valor atual total de 13 milhões, a pessoas carentes.

A foto do fato: Missa para novos mandatos

A imagem é de 1º de janeiro de 2017, tirada pelo professor Landisvalth Lima. O local: Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus, em Heliópolis-Ba. Missa em Ação de Graça, antes da posse dos novos eleitos e reeleitos. No canto direito embaixo estão a 1ª Dama Santaninha, o prefeito reeleito Ildinho e a vereadora Ana Dalva. A missa foi celebrada pelo padre João Maranduba.

Poucas & Boas: A BA 393, o Tijuco, a UEES-Bahia e o sobrinho solto!

Contra do Governa da Bahia com a GL Empreendimentos já foi assinado. (Foto: Secom-Ba)

A Recuperação da BA 393

Com a demora do início da recuperação da BA 393, muitos já dizem aos quatro cantos que a obra é eleitoreira e que não começará nunca. Outros chegam a afirmar que a obra foi cancelada. É pura boataria. Até aqui, tudo anda conforme as regras. Em e-mail datado de 17 de junho, o engenheiro de produção e auxiliar de engenharia da GL Empreendimentos, empresa vencedora da concorrência para restaurar a pista, desde a BR 110 até a cidade de Poço Verde-Se, Niraldo Sidney da Silva, confirmou a assinatura do contrato. O secretário de Infraestrutura da Bahia e o diretor da GL Empreendimentos já estão elaborando o planejamento de execução da obra. Niraldo garantiu que, assim que tudo estivar no papel, vai enviar ao portal Contraprosa. Ah! Como é boa essa notícia!

Heliópolis presente da na 2ª UEES-Bahia. (Foto: Divulgação)

Heliópolis na UEES-Bahia

A União Estadual dos Estudantes – Bahia (UEES-Bahia) realizou seu 2º Congresso nos dias 17, 18 e 19 de junho. O evento aconteceu no Colégio Estadual Manoel Devoto, no Rio Vermelho, em Salvador – BA. O tema deste ano foi “Saudações a quem tem coragem”, com um ciclo de debates que envolveu o combate à militarização do ensino na Bahia até a educação como algo que precisa ser transformador. Representando Heliópolis, esteve como palestrante o professor Rocky, chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Heliópolis. Presentes ainda os membros da diretoria do Grêmio Estudantil Novas Tendências, do Colégio Estadual José Dantas de Souza. Eles foram recebidos por Uelinton Jorge, diretor da UEES-Bahia, ex-aluno do CEJDS. A comitiva para Salvador foi chefiada pela secretária municipal de educação, Eluiza Mendes. 

Leve e solto

O sobrinho do prefeito José Mendonça, André Dantas, que teve uma prisão civil decretada contra ele, e executada neste sábado (18), já está parcialmente livre do problema. André deu sorte porque o valor a ser pago da pensão alimentícia de sua ex-esposa, Silvana Podgurski de Oliveira, não chegava a 4 mil reais dos quase 20 mil que ele devia. O Juiz de Campinas-SP estipulou os valores que estavam pendentes no início. Como o pagamento foi feito, André foi liberado ontem em Ribeira do Pombal e já se encontra leve e solto em Heliópolis. Mas ainda não está livre do problema. Os advogados de Silvana já estão preparando nova petição, caso o sobrinho de Mendonça não resolva definitivamente a questão. Sorte dele é que o tio não o deixou na mão. José Mendonça estava lá socorrendo o sobrinho divorciado. 

Tijuco abandonado?

Na sessão da última segunda-feira (13), a vereadora Ana Dalva relatou detalhadamente os problemas enfrentados pelo povoado Tijuco. Um deles é o mato que toma conta de tudo, dando ao povoado um aspecto de comunidade abandonada. Ana Dalva afirmou que a entrada do cemitério é desoladora. Vereadores da administração garantiram que o novo secretário, Fernando Dantas, nomeado há pouco tempo, está colocando a casa em ordem e o Tijuco estava na rota para trabalhos de limpeza e pequenos reparos. Disseram que não passaria desta semana. Na sessão desta segunda (20) todos saberemos se os apelos valeram a pena. 

Ex, mais uma vez!

Para quem já foi ex, ser mais uma vez não importa. O ex-líder político de Heliópolis, ex-prefeito, ex-deputado, ex-vice prefeito, ex-vereador é agora ex-secretário. Dia 7 de junho, o prefeito José Mendonça Dantas, assinou o decreto de exoneração de José Emídio Tavares de Almeida Santos – o Zé do Sertão, de titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente. Se alguém puder enumerar os feitos de Zé do Sertão na pasta, favor enviar a este portal. Aqui só estamos vendo uma folha de papel em branco. Se Mendonça achava que teria um secretário atuante, quebrou a cara e ficou com escoliose na coluna vertebral.  

Aniversário de Maria Beatriz

Clique A Q U I !


Sobrinho de prefeito é preso

André Dantas foi preso e levado para Ribeira do Pombal. (Foto: Instagram pessoal)

O portal Contraprosa teve acesso a uma história que poderia ser a mais comum de todas, dessas que acontecem todos os dias por aí e que já nem chamam mais a atenção de ninguém. Acontece que esta envolve a Justiça e serve para provar que, quando ela trilha pelo olhar puro da Lei, as coisas acontecem. Começamos este artigo minutos após a prisão de André Dantas de Oliveira, sobrinho do atual prefeito de Heliópolis, José Mendonça Dantas. Não! Tem nada a ver com desvios de recursos públicos. Tudo está ligado a uma mulher chamada Silvana Podgurski de Oliveira, ex-esposa de André.

Silvana Podgurski
Foram casados e a relação não deu certo. Veio o divórcio e um acordo para pagamento de pensão alimentícia no valor de 1 salário mínimo. Até aí, tudo bem. Só que André Dantas não cumpre com o repasse do combinado desde janeiro de 2021. Silvana entrou com ação no Foro Regional de Vila Mimosa, comarca de Campinas, em São Paulo. Foram várias as tentativas de acordo e nada. No dia 21 de março de 2022, o juiz Daniel Ovalle da Silva Souza decretou a prisão civil de André Dantas em regime fechado, que foi cumprida hoje aqui em Heliópolis, na residência do requerido, na avenida Salustiano Guerra, saída para o povoado Raspador.

André Dantas de Oliveira foi levado para Ribeira do Pombal e deve ser solto assim que pagar os quase 20 mil reais que deve de pensão de alimentos a sua ex-esposa Silvana Podgurski. Os advogados, ou patronos, de Silvana, dra. Maria de Jesus Andrade e dr. Ricardo Rodrigues Gama, disseram que tentaram negociar várias vezes e não tiveram a atenção de André. Agora, tudo ficará mais difícil. É assim que deveria funcionar a Justiça no país, para todos. E todos nós sabemos que nem sempre é assim. 

Opinião: Ciro Gomes e oito curiosidades sobre Heliópolis

                                            Prof. Kelton Almeida

Kelton Almeida é professor de Matemática.
(Foto: Instagram pessoal)
Ciro Gomes se preparou a vida inteira até aqui para ser presidente desta grande Nação. Em todos os cargos que ocupou, durante sua longa carreira política, nunca se corrompeu. Abdicou de reeleição em Sobral e Fortaleza, no Ceará, como também a três aposentadorias vitalícias a que tinha direito. Dizem que é "Coronel e destemperado", embora muito preparado e com boas práticas. Enfim, é um político diferenciado e merece ao menos uma análise criteriosa, independentemente de pesquisas, que historicamente mudam bastante, haja vista que é apenas um retrato do momento e a vida é filme, dinâmica.

Nós que somos pessoas conscientes e influentes não precisamos decidir hoje em quem votar, pois acredito que devemos aguardar as convenções  em julho/agosto, as chapas, com seus respectivos vices, propostas, debates e etc. Dessa forma tomaremos a decisão mais acertada!

Sobre Heliópolis, na Bahia, vale dizer:

1 – significa a “cidade do sol”;

2 - Terra dos Barões da Pisadinha, Vecinho, Silvano Santana, Nezinho Cordeiro (in memória), Alaelson do Acordeom, Banda Arco-íris (do saudoso primo Dodi), Heliossamba e tantos outros artistas;

3 – Realiza o melhor São Pedro da região e um dos maiores do Brasil, onde Luiz Gonzaga fez seu penúltimo show;

4 - Cidade que revelou o político Zé do Sertão (prefeito 3 vezes e deputado estadual);

5 - Terra que teve Ildinho (o Homem do Chapéu) como melhor prefeito de todos os tempos;

6 - Terra de prof. Cabral, que trouxe o karatê pra toda a região;

7 - Terra que acolheu o Padre Cabral, que trouxe a Heliópolis o Padre Gobi e ajudou na formação de vários padres do próprio município.

8 - Exporta professores, bancários e servidores públicos  para vários municípios do país.

Grato pela atenção republicana – professor Kelton Almeida. 

Heliópolis: Comerciante é assassinado próximo ao povoado Jiboia

José Gildomário, o Gildinho, tinha pontos comerciais em Heliópolis e povoado Rio Real. Completou 46 anos e foi assassinado próximo ao povoado Jiboia. (Foto: Facebook da vítima)

O feriado de Corpus Christi foi marcado por mais uma notícia de assassinato em Heliópolis. Desta vez a vítima foi José Gildomário Souza Santos, conhecido popularmente pelo apelido de Gildinho. Ele foi assassinado misteriosamente quando se deslocava do povoado Rio Real, município de Poço Verde - Sergipe, para o município de Heliópolis - Bahia, onde reside. Há grandes probabilidades de ter sido um latrocínio, embora os bandidos tenham levado apenas seu celular. Até mesmo sua motocicleta Bros foi largada a cerca de 500 metros do local onde estava seu corpo. O crime aconteceu provavelmente na noite de quarta-feira (15) e o corpo foi encontrado jogado na estrada, num baixio localizado após o campo de futebol do povoado Jiboia, município de Heliópolis, próximo à propriedade do sr. Raimundo, na estrada vicinal que liga a BA 084 ao povoado Rio Real. Gildinho foi morto com um tiro na cabeça e estava com todos os seus documentos.

José Gildomário Souza Santos era natural de Poço Verde-SE, da região do povoado Rio Real. Tinha uma mercearia no povoado e abriu, em Heliópolis, na avenida que segue para o povoado Raspador, uma loja de peças de motocicletas há cerca de dois meses. O negócio estava dando resultados e o trajeto entre Heliópolis e Rio Real era feito sempre, sem nenhum problema. Quem o conhecia sabia se tratar de uma pessoa esforçada, religiosa, voltada para a família e torcedor do Vasco da Gama. Chegou a trabalhar muito tempo no sul do país como operador de escavadeira hidráulica. Sua esposa, Nina Gonçalves, nasceu em Patos, na Paraíba. O relacionamento gerou dois filhos, um deles autista. Inclusive, o filho autista havia conseguido um prêmio na escola e esperava o pai para mostrar sua glória, quando a notícia do assassinato chegou primeiro.

O corpo de José Gildomário ficou na estrada até às 11 horas da manhã desta quinta-feira aguardando o IML – Instituto Médico Legal. Antes de o carro do IML ir para Euclides da Cunha, os técnicos foram ao povoado Rio Real e só saíram de lá por volta das 14 horas. Por isso que o sepultamento ainda não foi marcado, mas será provavelmente amanhã no final da tarde em local ainda a ser decidido pela família. Gildinho completou, no último dia 16 de abril, 46 anos. Ele nasceu em 1976. A Polícia Civil da Bahia está investigando os fatos e deve dar algum retorno nesta sexta-feira (17). Fato é que voltaremos a conviver, mais uma vez, com os sobressaltos de notícias de vítimas da violência. A pacata região ordeira, e sinônimo de sossego e paz, parece ser coisa do passado.

A foto do fato: O quase prefeito Clóvis de Dulce!

     Mais uma imagem da história de Heliópolis. Com um violão, Antônio Rodrigues de Oliveira - o conhecido Clóvis de Dulce - anima o ambiente. Foi professor, poeta, compositor, violeiro e quase prefeito de Heliópolis. Eleito vice-prefeito na chapa de Aroaldo Barbosa, nas eleições de 1988, depois de ser o nome mais popular da época. Foi tirado da cabeça de chapa por não ser o nome do agrado do chefe político José Emídio - o Zé do Sertão. A foto é de dezembro de 2014, registro do professor Landisvalth Lima, na festa de confraternização do Colégio Estadual José Dantas de Souza, ocorrida na chácara do também professor Thiago Andrade, no bairro Santos Dummont. Ao lado de Clóvis de Dulce estão os professores Júnior e Gilberto Jacó. Antônio Rodrigues de Oliveira faleceu pouco tempo depois, em 31 de maio de 2016, aos 57 anos. 

Adustina pode receber parque eólico

A Serra do Capitão poderá produzir energia eólica, iniciativa da empresa Voltalia. (Foto: Adailton Fonseca)

Uma boa notícia para o município de Adustina é o estudo que está sendo feito pela empresa de energia renovável Voltalia. Técnicos estiveram na Serra do Capitão, elevação de 289 metros de altura, localizada a 7,5 quilômetros da sede do município. Quem sai da BA 220 e pega a BA 084 na direção da cidade vê, ao lado direito, a colina imponente. Além de seu atrativo turístico, a Serra do Capitão poderá no futuro gerar energia sustentável porque os ventos sopram a favor. A Voltalia é da iniciativa privada e se associa aos proprietários de terras da localidade escolhida para viabilizar a implantação de um Parque Eólico. Se tudo der certo, a energia produzida será vendida e todos ganham, inclusive o município. A capacidade de produção vai depender do nível dos ventos. Todo o estudo está na fase inicial, mas não deixa de ser uma boa notícia. 

Com a colaboração de Adailton Fonseca.

Prefeito é assaltado na divisa de Adustina com Sítio do Quinto

Ribeira do Amparo, a BA 084 e a Itaueira

Saindo da BR 110, logo depois da cidade de Cipó, a BA 084 é retomada, e com asfalto. São 12 quilômetros até o centro de Ribeira do Amparo, margeando o Rio Itapicuru até se distanciar dele e seguir o curso do Riacho da Ribeira. A região é generosa quando se trata da abundância de água. Pode não parecer, mas além do Rio Itapicuru, vários riachos ajudaram a povoar a região: Riacho da Ribeira, Riacho das Canas e Riacho do Ingá, sem falar dos riachos do Bendó, das Pedras, da Lagoa Grande, da Baixa do Salgado e o da Baixa da Jurema, todos afluentes do Riacho da Ribeira. Desses, só o Ingá fica fora do município, localizado em Itapicuru, município vizinho, que tem como divisa o Riacho das Canas. A estrada, portanto, segue pelo vale do Ribeira, ainda recebendo o cheiro do vale das canas a partir do quilômetro 5.

Nove quilômetros depois, um grupo empresarial descobriu que era possível extrair ouro destas terras áridas. Trata-se da Itaueira Agropecuária, responsável por colocar Ribeira do Amparo como o maior produtor de melão do estado da Bahia. O melão virou ouro no sertão. Os números são gigantescos, coisa de 1º mundo. Sim, 1º mundo, com o auxílio luxuoso da tecnologia e captação das águas de um rio bem maior que todos os nossos, de nossa região: O aquífero Tucano. A abundãncia de água no nosso subsolo faz a Itaureira exportar 250 toneladas por dia de melão para São Paulo, Rio de Janeiro e vários outros estados. Mas também exporta 5% de sua produção para os Estados Unidos, Canadá, Europa, Oriente Médio e até Rússia. A área plantada chega a 1034 hectares, ou mais de mil campos de futebol. Por dia são produzidas cerca de 135 mil mudas de meloeiro. Setecentos empregos diretos são gerados e, principalmente, a certeza de que é possível debelar a miserabilidade social de nossa região.

Mas Ribeira do Amparo não é de hoje. A história do começa em 1848, com a construção da capela de Nossa Senhora do Amparo de Ribeira do Pau Grande, em terras pertencentes ao município de Pombal. Em 9 de maio daquele ano é assinada a Lei Provincial nº 294 e a localidade passa a ser freguesia.  Do povoado de Ribeira do Pau Grande evoluiu para Vila do Amparo, com a publicação do Ato estadual de 17 de dezembro de 1890, e o município de Amparo é instalado em 28 de fevererio de 1891.

A fase mais ruim é quando a localidade entra em decadência na era Vargas. Pelo decreto estadual nº 7479, de 08 de julho de 1931, o município de Amparo foi extinto, e seu território anexado ao município de Cipó, como simples distrito. Somente 27 anos depois é retomada a sua condição de emancipado, desta vez com a denominação definitiva de Ribeira do Amparo, pela lei estadual nº 1027, de 14 de agosto 1958, desmembrado do município de Cipó. Em 7 de abril de 1959, Ribeira do Amparo é oficialmente instalado, tendo como distrito a localidade de Heliópolis. Somente em 1985, com a emancipação de Heliópolis, Ribeira do Amparo passa a ter a formação territorial atual, constituído pela sede do município e pelos povoados Boa Hora, Barroca e Raspador.  

Nas eleições de 2020, Ribeira do Amparo elegeu o seu prefeito, Germano Santana, nascido José Germano Soares de Santana, 55 anos, natural do lugar, administrador de profissão, que já era prefeito do município e foi reeleito a partir de uma coligação Juntos Seremos Mais entre o seu partido, o PT, e o PSB. Seu vice é Antônio Jorge Cerqueira, mais conhecido por Jorge de João de Carrinho. Germano teve 4.802 votos, ou 51,32%, vencendo a ex-prefeita Tetti Brito, do PSD, que obteve 4.398 votos, ou 47% dos votos. Ainda disputaram o pleito, Daiane, do PCdoB, com 145 votos, e Galo Cego, do PSOL, com apenas 12 votos. O legislativo municipal de Ribeira do Amparo foi constituído em 2020 pelos seguintes nomes: Dani de Homero (PDT), 846 votos – Carlos Leal (PDT) 682 votos, Eulina Amorim (PT), 569 votos – Neguinho de Valdevino (PT), 565 votos – Lourinho (PT), 564 votos – Alberico (PDT), 518 votos – Edinho (PDT), 507 votos – Kleber Souza (PSB), 473 votos – e Ivonete Gama (PDT), 422 votos.

Desde sua existência a partir de uma aldeia Kiriri, Ribeira do Amparo busca um norte, uma saída para o desenvolvimento. Em suas ruas calmas transita um povo movido ao trabalho constante, sem esquecer a fé. A BA 084 é a principal via de escoamento de toda a produção agrícola ao longo do Riacho da Ribeira, embora conte com o auxílio da BR 110 como principal via que liga o centro da cidade ao povoado Boa Hora. E por falar em povoados, é a BA 084 a ligação entre a cidade de Ribeira do Amparo e dois dos seus principais povoados: Barroca e Raspador, este bem localizado na divisa com o município de Heliópolis. E o trecho será assunto do nosso próximo episódio.  

Agora vai! Bolsonaro pede aos empresários para baixar preços!

Será mesmo que Paulo Guedes e Jair Bolsonaro conseguirão baixar preços com apelo aos donos de supermercados? (Foto: IstoÉ Independente)

Não, caro Leitor! Não é absurdo a minha escrita. É absurdo o conteúdo do que escrevo. Acreditem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu aos empresários do setor de supermercados que congelassem os preços até 2023. Tudo isso porque a inflação chegou aos 11,73 em doze meses. Ao lado de Jair Bolsonaro, ele participava de um evento com empresários do setor. Disse o ministro: “Nova tabela de preços, só em 2023. Vamos parar de aumentar aí, dois, três meses. Nós estamos em uma hora decisiva para o Brasil”, afirmou o ministro. As eleições são daqui a quatro meses e Bolsonaro precisa encontrar um culpado pelos erros na condução da economia.

Mas sempre é assim. No Brasil, o cachorro abana o rabo e o problema é do rabo. Não precisamos entender de economia para saber que os altos preços nos supermercados são consequências da alta dos combustíveis e de uma guerra provocada pela Rússia. A culpa antes era dos governadores, do ICMS, tanto é que, durante o evento, o ministro também destacou as medidas do governo federal em relação à redução de impostos, como ICMS e IPI: “Nós reduzimos esses impostos, então ao longo da cadeia produtiva, trégua”, afirmou. Ou seja, Bolsonaro quer que todo mundo se sacrifique para que ele seja eleito. Os empresários ainda podem se proteger, mas o pobre do trabalhador brasileiro ainda vai sofrer muito!

Mais tarde, no mesmo evento, o apelo absurdo foi repetido por Jair Bolsonaro: “Um apelo que eu faço aos senhores, para toda a cadeia produtiva, é para que os produtos da cesta básica, cada um obtenha o menor lucro possível para a gente poder dar uma satisfação a uma parte considerável da população, em especial os mais humildes. (...)Eu sei que a margem de lucro tem caído cada vez mais, vocês já vêm colaborando desta forma, mas eu apelo que colaborem um pouco mais na margem de lucro dos produtos da cesta básica”, disse o presidente.

Dona Wanilda, ex-vice prefeita de Paripiranga, faleceu!

Dona Wanilda faleceu aos 91 anos. Foi primeira dama e vice-prefeita de Paripiranga. (foto: Arquivo da família)

Faleceu nesta terça-feira (07) a ex-vice prefeita e ex-primeira dama de Paripiranga, Wanilda de Oliveira Aquino Trindade, ou simplesmente D. Wanilda. Ela era viúva  do ex-prefeito Clarival Trindade, o Vavá, que governou o município de 1977 a 1982 e de 1989-1992. Clarival faleceu em 1994. D. Wanilda era muito conhecida no município e querida por todos, até porque sempre foi muito participativa nas atividades políticas e administrativas do marido. Foi por causa da sua atuação que continuou a gozar de prestígio no município e junto às lideranças estaduais do agrupamento ao qual Vavá militava.

Sua força política foi fundamental para a vitória de Carlos Alberto Andrade Oliveira e a reeleição do mesmo. Dona Wanilda foi vice-prefeita neste período, de 2001 a 2008. Considerada uma das figuras icônicas do município, ela nasceu em 23 de outubro de 1930, e faria portanto 92 anos. Muitos afirmam que seu trabalho, ajudando o marido sempre, contribuiu para a formação de uma legião de simpatizantes. Além do mais, tinha uma memória fantástica e guardava muitas histórias de Paripiranga nas gavetas de seus móveis. Ela foi fundamental para a construção da tese de doutorado em Sociologia, de Antônio Santana Carregosa, denominada O mandonismo local e a política no sertão da Bahia. O caso do município de Paripiranga, de 2015, defendida na Universidade Federal de Sergipe (leia A Q U I). A família ainda não divulgou onde será o velório e a hora do sepultamento.

O presidente do Legislativo Municipal, vereador José Wilson, publicou mensagem nas redes sociais afirmando ser um momento de dor e de respeito à história da família Trindade. O prefeito Justino Neto decretou Luto Oficial de três dias no município, reafirmando os inestimáveis serviços prestados por Dona Wanilda, quando vice-prefeita e 1ª dama de Paripiranga.

                               Colaborou: Prof. José Augusto.

A questão Ricardo Maia e a recuperação da BA 393

O Brasil vai bem! Obrigado!

Uma rivalidade artificial que alimenta dois grupos políticos nocivos ao Brasil. (Foto: El País)

O Estado existe para para estabelecer os limites da nossa atuação social. As regras e leis são criadas para que a convivência entre as pessoas seja a mais sadia possível. É normal, portanto, que num Estado de Direito, as ações de todos sejam voltadas para o combate ao mal, a tudo aquilo que possa desvirtuar a progressiva melhora da convivência entre pessoas. O Estado vira um óbice, um perrengue, um inferno quando os agentes públicos usam a estrutura estatal para, com o discurso falsamente republicano, abrir caminhos para desviar recursos do próprio Estado. O Brasil é a prática deste estado de coisas. A próxima fase é virar uma Venezuela.

Todo o mundo já sabe o que o STF fez com as sentenças de Lula e o que ainda não fez, talvez nem faça, com as desgovernanças de Bolsonaro. Levam os dois para um embate em outubro, como se fosse uma luta do bem (Lula) contra o mal (Bolsonaro), ou o contrário, a partir das preferências odiosas de um lado e de outro. Vença Chico ou Francisco, seremos fadados aos desvios de dinheiro público, um pouco mais ou um poucos menos, dependendo da sede dos "garantistas".

O ministro Nunes Marques tem sua verdade estampada na Lei que beneficia seus protegidos ou na prerrogativa que o cargo lhe garante. O mesmo poder é dado a um Gilmar Mendes, que condena o que os procuradores da Lava Jato fizeram, mesmo praticando descaradamente atos mais nocivos à magistratura. Lewandowski anula sentenças contra aliados do petismo, sem sequer se envergonhar. Até artista como Gustavo Lima, no alto do seu iate luxuoso, assina contratos superfaturados com prefeituras minúsculas, necessitadas de saneamento básico do tamanho do valor do seu show. O artista faz isso sem chorar, protegido pelos seus óculos escuros de marca. 

O Brasil é uma nação hoje forjada para assaltar seu povo. Duas quadrilhas resolveram disputar a alternância do poder para nos permitir continuar no mesmo lugar. Não há diálogo, planejamento, projetos para o futuro. Há disputa, xingamentos, intolerância a tudo que represente mudança de rumo ou reforma do que está posto. O voto será dado a Lula para que Bolsonaro não permaneça ou será de Bolsonaro para que Lula não volte. Qualquer outra ideia será descartada. É proibido pensar diferente, principalmente se o pensar cogita eliminar as estruturas corruptas enraizadas nas ações dos três governos.

Fora isso, o Brasil vai bem! Obrigado!   

Mãe da vereadora Ana Dalva faleceu

Ana Batista dos Reis tinha 92 anos e faleceu no Posto Médico de Heliópolis. (Foto: Héstia Raíssa)

Faleceu neste sábado, às 22 horas, na Unidade de Pronto Atendimento da cidade de Heliópolis, a senhora Ana Batista dos Reis, mãe da vereadora Ana Dalva, das professoras Bernadete, Josinete, Maria de Lourdes e de José Berneval. Dona Ana, conhecida por Nandinha, nasceu no povoado Farmácia, em Heliópolis, e tinha 92 anos. Seu estado de saúde era delicado e, após vários internamentos, passou por agravamento nos últimos dias. Ana Batista era viúva de Júlio Batista Reis e sua morte foi diagnosticada como falência múltipla dos órgãos. O velório ocorre na Avenida Helvécio Pereira Santana, na casa da professora Bernadete, próximo ao Clube Caiçara, em Heliópolis. O sepultamento será às 15 horas deste domingo (05), seguindo para o cemitério do povoado Tijuco, onde está sepultado o marido.

O sepultamento de Beatriz, os medalhistas da OBMEP e Justino deu o Piso!

Estudante de Heliópolis morre em Canudos

Beatriz Santana, tratada por Bia, era diabética e morreu em Canudos aos 19 anos. (Fotomontagem: Landisvalth Lima) 

Numa época marcada por várias mortes, o município de Heliópolis amanheceu consternado com o falecimento da estudante Beatriz dos Santos Santana, de apenas 19 anos. Ela estudava na 3ª série C do Colégio Estadual José Dantas de Souza, tempo integral, em Heliópolis-Ba. Há uma semana, Beatriz havia pedido transferência para ir estudar na cidade de Tucano e passava por sérios problemas de inconformismo com o fato de ser portadora de Diabetes. Segundo informações da família, Beatriz foi viver na cidade de Canudos-Ba e lá se sentiu mal. Foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento daquele município. A mãe foi informada da situação e saiu de Heliópolis para dar assistência à filha. Logo ao chegar em Canudos, viu Beatriz a morrer de parada cardíaca.

Beatriz concluiria o Ensino Médio este ano. Estudou no CEJDS até o mês de maio. (Foto: Divulgação)

Beatriz dos Santos Santana nasceu em 16 de março de 2003, na maternidade da cidade de Cícero Dantas e residia no povoado Serra dos Correias. Era filha de Marcus Jesus Santana e Valdirene Freire dos Santos. Cursava o último ano do Ensino Médio do CEJDS. Assim que a escola soube do fato, comunicou aos estudantes e professores e suspendeu as aulas do dia. O Grêmio Estudantil promoveu uma homenagem a Beatriz no pátio da escola, exaltando a relação de amizade com a colega, lamentando o ocorrido e promovendo solidariedade aos familiares. O sepultamento de Beatriz será no povoado Serra dos Correias ainda nesta sexta-feira (03), no final da tarde.

Os golpistas da era digital!

Assaltante é morto pela PM em Heliópolis

Manoel reagiu à abordagem da Caatinga e foi abatido. (Foto: Polícia Civil da Bahia)

Nesta quinta-feira, no início da manhã, Heliópolis acorda assustada com a notícia de que mais um bandido foi morto pela Polícia Militar, precisamente o Pelotão da Caatinga. Segundo informações colhidas junto a Delegacia de Heliópolis, trata-se de um meliante de prenome Manoel, de idade ignorada. Na verdade, segundo o escrivão Wellington, que mesmo de férias atendeu nossa reportagem, já há muito o rapaz vem sendo investigado. Sabe-se que ele teria feito assaltos e distribuição de drogas em Poço Verde-Se e Fátima-Ba. Há ainda informações não confirmadas de que tinha cumprido pena recentemente. Como veio para Heliópolis, na Bahia, a PM ficou de olho porque havia a suspeita de ele estar traficando em Heliópolis. Na abordagem feita pelos policiais hoje pela manhã, nas proximidades da rua Isaías Ribeiro, Manoel resolveu reagir e levou a pior. Além dos procedimentos do inquérito policial militar, após a autópsia, a documentação seguirá para a Polícia Civil da Bahia, que deverá continuar com a investigação para complementação das informações, e tentar localizar prováveis outros parceiros de Manoel. 

Paripiranga: Professores gritam, "Justino, pague nosso Piso!"

Este é o Brasil que nos dá orgulho!

Uma das cenas alegres que nos faz sentir orgulho imenso deste país! (Foto: O Dia/IG)

Você pode achar que eu estou sendo irônico, mas eu me apaixono cada dia mais pelo Brasil. Sim, é verdade, estamos em crise pela trocentésima vez! Mesmo assim, eu me apaixono por este país e sempre dobro a aposta.

Afinal, será quase impossível encontrar um lugar civilizado onde um presidente faça motociatas, sem o uso obrigatório de nenhum utensílio de segurança, levando na garupa um papagaio da Havan, também sem nenhum item que possa evitar danos físicos ao empresário, em caso de acidente. Para ampliar ainda mais a minha paixão, a fotografia circula até hoje e não houve abertura de nenhum processo para apurar o fato. Isso é coisa única da nossa civilização!

No outro Brasil, um trabalhador segue de motocicleta, sem o bendito capacete. É abordado por três policiais da PRF, em Umbaúba, estado de Sergipe, em plena BR 101. Como era esquizofrênico, deve ter reagido com alguma palavra maldita. Para azar dele, os policias também não estavam preparados e resolveram agir com espetacular barbárie. Depois de algemado brutalmente, foi colocado selvagemente no fundo de uma viatura, acompanhado de gás de efeito mortal. Não resistiu e veio a óbito. Todos viram. Não há como negar, mas os policiais negaram. As imagens correm o mundo, aumentando o conceito da nossa PRF. Magnífica!

Mas eu seria cruel se me esquecesse da ação gloriosa da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Que determinação! Que coisa fantástica! Chegou a 26 o número de mortos na Vila Cruzeiro, na Zona Norte do Rio de Janeiro, nas incursões na comunidade, para acabar com traficantes e outros criminosos. Foi tão bem organizada que servirá de exemplo para o resto das PMs desta nação. Morreram inclusive pessoas que não eram bandidas ou estavam envolvidas em quaisquer crimes. Que eficiência! Não tem como não amar este país!

Lembram das escolas fake, das propinas em barras de ouro, dos pastores sem cargo no MEC? Incrível! Não vai dar em nada! E os mortos da pandemia da Covid-19? O caso de Manaus será esquecido, gente! Ninguém será punido! Onde mais isso acontece? Seguramente, um terço dos mortos na pandemia no Brasil foi por negligência das autoridades sanitárias, principalmente federais. Ninguém será responsabilizado, nem mesmo o nosso Presidente/Mito. Por esta razão, ele pode ainda vencer a eleição deste ano. São cerca de 30% dos brasileiros que querem vê-lo novamente em Brasília, por mais 4 anos. Não existe nada igual em nenhum lugar do mundo, nem mesmo na Venezuela ou Rússia!

Lembram da Lava Jato? Aquilo foi brincadeira, delírio da imprensa golpista! As confissões dos corruptores foram fake news, tudo combinado com os juízes para incriminar inocentes. E o que me faz amar esta nação é o fato de ter todos os processos passados por todas as instâncias, com todos os trâmites dentro do arcabouço de leis e da nossa Constituição e, de uma hora para a outra, tudo vira pó. Anula-se tudo, sem decretar a inocência dos envolvidos, mas devolvendo a eles os direitos civis. Para completar, o líder de toda a maracutaia tem seu caminho pavimentado para voltar a ser nosso presidente. Sim, o juiz que iniciou todo o processo é agora acusado de ter quebrado o país. Não é fantástico? Onde é possível tudo isso acontecer? Só no Brasil!

Para me encher de orgulho de ser brasileiro, muitas Leis aprovadas e sancionadas no Brasil não são respeitadas. Uma delas é a Lei do Piso do Magistério. A maioria esmagadora dos prefeitos não estão nem aí para ela! Eles já sabem que não serão atingidos por não cumpri-la! Aproveitam a situação, neste meio termo, e contratam o show de Gustavo Lima por 1 milhão e 200 mil reais. Não importa se temos analfabetos informais! Temos foliões! Eleitores felizes nas urnas confirmando novamente outro mandato para o prefeito! Isso é massa, galera!

Por fim, temos desastres naturais e artificiais. Estamos destruindo nossa Amazônia e acelerando o fim dos indígenas. Contribuímos todos os dias para desregular catastroficamente o clima mundial! As chuvas na Bahia, em Minas, no Rio de Janeiro, em São Paulo... Foram vários mortos! Que maravilha! E agora, elas voltaram para o Nordeste novamente. Aqui, o saneamento básico e os projetos urbanos para evitar tragédias estão de vento em popa! Em Pernambuco, até esta tarde de domingo (28), apenas 30 pessoas foram mortas. Isso mostra o quanto este país está preparado para o futuro. Viva o Brasil! Viva nossas autoridades de hoje, de ontem e do amanhã! Que os fatos reguem cada vez mais o orgulho que carrego aqui no meu peito! Arriba, muchachos!

Heliópolis: Obras do Colégio Estadual na reta final!

Adustina receberá 2,7 milhões para melhorias da feira livre

A feira livre de Adustina será requalificada com obras que darão mais conforto e segurança. (Imagem: CAR)

Ano de eleição é ano de realizações. Publicamos em vídeo que a Prefeitura Municipal de Adustina tinha recebido mais de 3,2 milhões de reais para construção de duas quadras de esporte com vestiário, nas comunidades de Paus Pretos e Jurema. No dia seguinte, ontem, sexta-feira (21), o Diário Oficial do Estado da Bahia publicou um convênio no valor de 2 milhões, 748 mil reais, para requalificação da feira livre de Adustina. Ao todo, o município receberá mais de 5 milhões em investimentos. 

Prefeito Paulo Sérgio recepcionou representantes da CAR para elaboração do projeto. (Imagem: Adailton Fonseca)
Não há necessidade de dizer que o prefeito Paulo Sérgio dirá sempre que a vida é bela. A rapidez da assinatura do contrato foi incrível. No início do mês o prefeito recebeu o Engenheiro Paulo Ribeiro, representante da Campanha de Desenvolvimento e Ação Regional - CAR, no antigo Centro de Abastecimento de Adustina, que será requalificado com instalações futuras, visando o desenvolvimento da população e economia local. Dia 20 de maio o convênio foi assinado. Agora é aguardar a licitação e o início das obras. Será que o governador Rui Costa vai conseguir inaugurar esta ano?

Líder foragido da “Família Colômbia” morre em Ribeira do Pombal

Luiz Carlos Santana Brito, o Novinho, natural de Poço Verde-SE, Líder da "Família Colômbia", morreu em confronto com a PM da Bahia, em Ribeira do Pombal. (Foto: SSP-BA)

No início da manhã deste domingo (22), uma frota de carros da PM-BA, inclusive da divisão da Caatinga, passou por Heliópolis. Era o sinal de que algo trágico estava acontecendo. Não deu outra. Policiais militares estavam concluindo mais uma ação para aniquilar resquícios da facção criminosa “Família Colômbia”, liderada pelo poçoverdense Luiz Carlos Santana Brito, conhecido por Novinho. Ele estava foragido e foi localizado em Ribeira do Pombal, onde confrontou a polícia e levou a pior.

A facção “Família Colômbia” foi descoberta a partir de Investigações iniciadas pela Delegacia de Poço Verde. Ela atuava nos municípios sergipanos e baianos desta região. Os delitos eram vários, do tráfico de drogas, roubos, a assassinatos por justiçamento. O Novinho era o líder e estava preso no presídio de Paulo Afonso, de onde gerenciava a facção. A quadrilha foi desbaratada em 20 de abril deste ano, quando Luiz Carlos Santana Brita ainda estava preso. Só que ele fugiu uma semana depois, acompanhado de mais dois detentos.  

Troca de informações entre as forças policiais de Sergipe e Bahia levaram à localização de Novinho no município de Ribeira do Pombal. Bem cedo, os policiais foram cumprir a missão de prendê-lo novamente, mas ele reagiu. O trabalho investigativo das Delegacias de Ribeira do Pombal/BA e Fátima/BA, SOINT 5°BPM de Euclides da Cunha/BA, além de todo processo inicado pela Delegacia de Poço Verde/SE, DIPOL, e a PM-SE, foi preciso e fundamental. Depois, foi só uma equipe da CIPE Nordeste seguir as informações e localizar o Luiz Carlos na Cidade de Ribeira do Pombal. Novinho reagiu recebendo os policias a bala. A PM não teve outra alternativa e ele foi baleado, socorrido ao Hospital Regional Santa Teresa e lá faleceu. Ele completaria 32 anos no próximo dia 14 de junho. 

Heliópolis: Sindicato dos Trabalhadores tem nova diretoria

A nova diretoria do STRH, com Mundinho do Tijuco reeleito como presidente até 2026. (Foto: Marcondes Pinho)

No último sábado, 21 de maio de 2022, ocorreu a eleição para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares de Heliópolis/BA, no Colégio Estadual José Dantas de Souza. O pleito teve início às 08:00 horas e terminou às 17:00 horas. O STRH possui hoje 984 Associados aptos a votarem, mas pelo fato de só existir uma única chapa concorrendo, compareceram 119 votantes. Foram disponibilizadas 5 seções no local para votação. A eleição foi coordenada pela comissão eleitoral, composta por 3 pessoas: José Adevanio Vieira Andrade, Iolanda de Souza Santos e Ledicia Alves de Santana Souza. A apuração dos votos foi feita por José Clóves Pereira Junior, Fernando José Dantas Silva e Darlan da Rocha Gama. 

A apuração dos votos ocorreu a partir das 17 horas. (Foto: Marcondes Pinho)

A nova diretoria do sindicato foi eleita para um mandato de 4 anos e tomará posse no próximo dia 21 de junho, com mandato até dia 21 de junho de 2026. A nova diretoria tem como como presidente Raimundo Rodrigues de Castro, o Mundinho do Tijuco, reeleito como Presidente. Seu vice é José das Virgens Cruz, o popular Pingo. Além disso foram eleitos: Eraldo Cardoso de Messias - Secretário Geral-Titular; Maria Francisca dos Santos Ferreira – Secretária Geral-Suplente; José dos Santos Dias - Secretário de Finanças-Titular; Josefa Anailza da Silva Ferreira - Secretária de Finanças-Suplente. O Conselho Fiscal será forma do por Maria Terezinha Conceição Barros, Marialda Ferreira de Matos Corcino e Marizete Ferreira da Silva como titulares. Os suplentes serão Eunice Jesus dos Santos, Doralice Oliveira Santos e Joana Maria Santana da Silva. Na Secretaria de Mulheres: Maria das Graças de Jesus Sobrinho - Titular e Josefa Barbosa Lino - Suplente. Secretaria de Jovens e Adolescentes: Maria Aparecida Santos de Jesus - Titular e Renata Cruz Costa - Suplente. Secretaria de Políticas Agrícolas, Agrárias e Meio Ambiente: José Gilmário Ribeiro de Jesus - Titular e  João Francisco dos Santos - Suplente. Secretaria de Políticas Sociais, Formação e Organização Sindical: Solange Aparecida Nobre de Jesus - Titular e Anizete Patrício da Silva - Suplente. Secretaria de Assalariados Rurais: Raimunda Vital de Sousa - Titular e Edmeia Cardoso Torres - Suplente. Por fim, a Secretaria da Terceira Idade:  Maria de Lourdes Reis - Titular e Eugênia Barbosa do Nascimento - Suplente. 

Comissão Eleitoral feliz com a missão cumprida. (Fotos: Marcondes Pinho)

A visita do NTE-17 e Ouvidoria ao Colégio Estadual de Heliópolis

Paripiranga: Wilson compõe com PSD e PROS e crava mais 2 anos no comando da Câmara

Cartada de Wilson do PT garante mesa diretora da Câmara Municipal de Paripiranga por mais 2 anos. (Imagem: C.M.P)

Com a união de três partidos, PT – PROS e PSD, foi eleita a nova composição da Câmara Municipal de Paripiranga para o biênio 2023/2024. Como o mandato da atual Mesa Diretora só se encerra em dezembro deste ano, fica claro que os vereadores fizeram a já conhecida antecipação do pleito, com a finalidade de driblar surpresas no futuro. Desta feita, o atual presidente, vereador Wilson do PT, parece ter dado uma rasteira fenomenal no prefeito Justino Neto. Não se sabe as razões que motivaram a antecipação, mas o fato de não ter dado os 33,24% de aumento aos professores fez acender o desconfiômetro do vereador Wilson do PT. Com o apoio da aposição, vislumbra-se uma nova composição de forças para 2024. O Contraprosa aguarda questionamento que fez ao petista para clarear aos seus leitores os fatos acontecidos na escuridão do poder.

Por enquanto, em nota à imprensa, Wilson do PT afirmou que a união gerou um consenso que garantiu 9 votos e a vitória da nova formação ao comando do Legislativo Municipal de Paripiranga. Para Wilson, com tanta experiência dos companheiros Didi Peba (Vice-Presidente), Tonho de Virgílio (1º Secretário) e Paulo de Nezinho (2º Secretário), não faltará coragem para o trabalho. Por fim, Wilson do PT agradeceu os votos dos colegas e ao povo de Paripiranga por mais esta conquista na sua carreira política. Ainda não se sabe o motivo da não participação de dois vereadores no acordo. A Câmara de Paripiranga é composta de 11 nomes: Mena, Beto de Zé Pinto, Peterson Pinto, Alexandre e Toinho Virgílio – todos pelo PSD; Paulo de Nezinho, Neide Carvalho, Didi Peba, Dr. Raphael e Zé Aloisio, todos do PROS; e o único do PT, que é Wilson. 

Adeus, Terceira Via!

A Terceira Via foi sem nunca ter sido. O objetivo era perder! (Foto: UOL)

Sou forçado a admitir que Lula, Bolsonaro e Ciro Gomes sempre estiveram certos. Não há Terceira Via e nunca haverá. Excetuando-se Sérgio Moro, que fez de tudo, até mesmo recuar para tentar construir uma candidatura única, todos os outros querem perder a eleição. Simone Tebet, João Dória, Luciano Bivar, Eduardo Leite, André Janones, Felipe D'Ávila são políticos nada inocentes, úteis a confirmar a polarização entre Lula e Bolsonaro, porque ela garantirá este modelo de governança. Seja quem for o eleito, haverá espaço para negociações em seus respectivos estados ou um espaço aberto na vala da oposição, o que garantirá palanque para o futuro. Não queriam vencer, não querem vencer. Querem as gordas e polpudas verbas partidárias e a garantia do seu naco no próximo governo ou na próxima oposição. Perdi tempo acreditando numa candidatura única contra os polarizados. Só espero que Sérgio Moro não desista. Este país tem tudo para dar errado de novo, com Lula ou Bolsonaro. Amanhã, num momento de lucidez, talvez alguém diga que o ex-juiz tivesse razão. 

Poço Verde: Acidente mata mãe e filha na SE-361

Dona Maria e sua filha Lurdinha faleceram hoje no acidente em Poço Verde. (Foto: Divulgação)

    Mais um acidente no município de Poço Verde – SE. Desta feita foi na rodovia SE-361, na altura da povoação de Santa Maria das Lajes, distante cerca de 10km da sede do município. O acidente envolveu dois veículos e ocorreu no início da tarde deste domingo (15). Dois automóveis se colidiram de frente e causou a morte, até aqui, de duas pessoas, enquanto outras oito estão sendo atendidas em hospitais da região, algumas em estado grave. 

Domingo trágico em Poço Verde -SE. Duas mortes e oito feridos em colisão de automóveis. (Foto: Divulgação)

Das seis pessoas que foram socorridas e levadas para Poço Verde, estavam uma senhora de 80 anos, Maria Josefa Ribeiro, e sua filha Maria de Lourdes Ribeiro Santos, de 61 anos, conhecida por Lurdinha. Ambas foram confirmadas como falecidas no acidente, segundo informações do portal Hora da Notícia PV. Outras informações dão conta que Dona Lurdinha era mãe de três moças: Raquel, Ruth e Renata. Também informam que era casada. Já a idosa, Dona Maria, era viúva. Atualizaremos a postagem se chegarem novas informações. 

Qual o custo real da nossa democracia?

                                                                                                         Landisvalth Lima

Manter as instituições funcionando hoje na Brasil requer alto custo. A corrupção é o custo maior! (Foto: Poder 360)

A pergunta do título deste artigo não tem nada de inocente. Na verdade, ela sugere que há muita grana envolvida na manutenção do nosso status de país democrático do que possa imaginar a nossa pobre filosofia. Embora eu saiba que o tema não é lá de comover nosso leitor, teimo sofregamente em reiterá-lo. Não se trata de ciência, mas de puro achismo. Acho que ainda seremos uma nação que odiará a corrupção. Sim, eu também acreditei que o PSDB era social democrata, que consertaríamos o país com Lula, que o PT era, de fato, um partido formado pelos mais honestos seres deste país, que Bolsonaro consertaria alguma coisa mínima que fosse na administração pública. Quebrei a cara várias vezes e hoje posso me dar ao luxo de não acreditar em nenhum deles, pelo menos nos que estão na lista de candidatos.

Manter a máquina democrática por aqui é um alto custo. Um vereador custa 5 mil, um prefeito começa com cerca de 10 mil. Um vice-prefeito, só para ficar esperando o outro morrer, custa, no mínimo, 5 mil. Um deputado estadual parte de 25 mil, um federal vai a 35 pilas. O senador começa com 35 mil também, um governador inicia com uns 30 paus, além do vice, secretários, chefes de gabinetes, ministros de estados, ministros do Supremo, ministros do STJ, policiais militares, policiais federais e membros das Forças Armadas... Ufa! A lista é enorme! Contudo, parece que a máquina ainda não se satisfaz! Além de tudo isso, vem a bendita corrupção. Não posso ofertar números ou provas, mas posso pegar os dados da Lava Jato. Se os procuradores estavam certos, o custo da corrupção é maior que o da manutenção das estruturas democráticas. Curioso é que elas existem para permitir a inexistência da corrupção!

Então, não seria exagero dizer que as instituições não estão funcionando no Brasil! Ou talvez possamos afirmar que elas funcionam exatamente para manter o processo corrupto enraizado nas entranhas do estado brasileiro. Senão, como imaginar que, mesmo depois de um processo transitado em julgado, com sentença contrária a alguém, seja ele possível se candidatar neste país, como é o caso de um candidato em nossa região, Ricardo Maia? O advogado Gildson Gomes dos Santos lança a hipótese de que ele foi condenado, mas não foi comunicado. Por isso, o processo será considerado nulo. Se não fosse essa a saída, haveria outras. Por exemplo, que tal dar um jeito de dizer que o juiz que condenou não era o adequado, como fizeram com a anulação da condenação de Lula?

Vamos sair um pouco e caminhar para a cidade de Ibititá. Edcley de Souza Barreto, o Cafu Barreto (PSD), deixou a prisão na última terça-feira, 10 de maio. Ele havia sido detido pela Polícia Federal durante a Operação Rochedo, deflagrada no dia 5 deste mês. A operação apura um esquema de lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos federais repassados a Ibititá. A soltura foi determinada pelo juiz Fábio Roque da Silva Araújo, da 2ª Vara Federal Criminal. Ele foi prefeito da cidade, tem contas rejeitadas, e será candidato a deputado estadual pelo partido, com grandes chances de ser eleito, segundo previsões de especialistas. De acordo com a PF, a organização criminosa era formada por empresários, agentes públicos, advogado, contadores e “laranjas”, e desviou mais de R$ 7 milhões durante as gestões de Cafu (2013/2016 e 2017/2020). A corrupção ajuda a manter a própria corrupção enraizada nas artérias desta suposta democracia, com a ajuda das instituições.

Voltemos para a nossa região com o prefeito de Heliópolis, José Mendonça Dantas. A empresa vencedora do fornecimento da merenda escolar era de Feira de Santana, distante 220 kms. Felizmente o contrato foi desfeito em abril porque era impossível cumpri-lo. Mas como ficaram os dois meses sem alimentação das crianças? E em Paripiranga, com nosso prefeito Justino das Virgens Neto? Ele foi condenado à perda de função pública, suspensão de direitos políticos por seis anos, e pagamento de multa de mais de R$ 150 mil, em decorrência de uma Ação Civil Pública interposta pelo Ministério Público da Bahia por improbidade administrativa. O que fez Justino de errado para tamanha punição? Contratou serviço de locação de uma máquina retroescavadeira, sendo que a prefeitura tem um equipamento semelhante. Se o MP-BA olhar mais nitidamente, encontrará uma cassetada de casos parecidos por toda esta Bahia de meu Deus! E isto é ainda coisa do seu primeiro mandato. O contrato foi celebrado com a empresa Matheus Santos Santana EIRELI — EPP, pertencente ao Sr. Matheus Santos Santana, com dispensa de licitação n° 014/2017 e pagamento feito de R$ 152.490.00, nos dias 12 e 20/06/2017. Ou seja, quase 5 anos depois! A decisão foi do juiz André Andrade Vieira e ainda cabe recurso. Se Justino quiser ainda poderá se candidatar a deputado estadual ou federal. Eleito, ganhara Foro Privilegiado! Muitos prefeitos não buscam só um mandato para ajudar na construção de uma nação cada vez mais próspera e democrática!

Sim, leitor ou leitora, o custo da democracia é imensamente alto no Brasil. Não vale a pena ir para as urnas votar em corruptos, genocidas, farsantes, caloteiros e outras desgraças sociais! Não dá para imaginar que aquela foto com as malas cheias de dinheiro, ou aquela imagem do homem puxando uma maleta com 500 mil, ou as delações de empresários corruptores, ou a decretação de sigilos por 100 anos sobre determinadas ações do governo, ou que a fala de um presidente sobre um palanque prometendo não cumprir ordens da Justiça são pequenas coisas que não devemos considerar. Pior, não dá para colocar a culpa no juiz ou no promotor que resolveu denunciar tudo. Precisamos nos desgarrar do processo para se opor a ele, colocando a lógica no lugar na paixão. Além de economizar uma boa grana, ajudaremos a consolidar, de fato, a democracia no Brasil.