Exclusivo!

Juiz recebe 500 mil de salário. Direito ou privilégio?

Mirko Vincenzo Giannotte recebeu 503 mil em salários. Direito ou privilégio? A pressa em divulgar uma notícia pode levar um jornalista ...

Novidade

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Projeto do concurso de Heliópolis é aprovado

Ana Dalva derrubou um requerimento e aprovou outro
A Câmara de Vereadores de Heliópolis aprovou nesta segunda-feira (26) o Projeto de Lei nº 012/2013 do Poder Executivo Municipal de Heliópolis que trata da criação de novos cargos e acrescenta vagas aos já existentes, com o intuito da realização de Concurso Público. O projeto  sofreu mudanças, depois das contribuições dadas pelo Ministério Público e pela Câmara Municipal de Heliópolis. O Líder da oposição, vereador José Mendonça Dantas, ainda tentou aprovar um Requerimento de convocação dos secretários de Administração, Saúde e Educação para explicar melhor alguns artigos do projeto. A vereadora Ana Dalva colocou o Requerimento em votação e deu empate de 4 a 4 e a presidente foi pelo desempate votando contra o Requerimento, que foi arquivado. Ana Dalva justificou o voto dizendo que todas as solicitações feitas para alterar o documento, inclusive com a presença do SINDHELI, foram feitas e não havia motivos para protelar mais a votação. Em seguida, o Projeto foi colocado em votação e aprovado por unanimidade. A oposição não apresentou nenhuma emenda e, na sequência, o vereador José Mendonça apresentou Requerimento solicitando a presença do Secretário de Administração, Beto Fonseca, e do de Educação, professor José Quelton, para explicarem as inconsistências salariais que estão ocorrendo no pagamento de professores. Ana Dalva colocou a solicitação em votação e, mais uma vez, deu um placar de 4 a 4. Com o voto de Minerva, Ana Dalva foi pela convocação, inclusive justificando que já havia sido procurada por alguns profissionais da área de educação, reclamando dos mesmos problemas. Os secretários serão convidados e será marcada a sessão em comum acordo, o mais breve possível.  
Lei contra a baixaria
Mendonça queria melhorar um pouco mais o projeto do concurso
Foi aprovado também na mesma sessão, já com os Pareceres favoráveis das Comissões da casa, o Projeto de Lei que dispõe sobre a proibição do uso de recursos públicos para contratação de artistas e patrocínio ou promoção de eventos que em suas músicas, danças ou coreografias desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres a situação de constrangimento. O projeto é de autoria da vereadora Ana Dalva e já tramita há dois anos na casa. Seguindo o mesmo padrão do aprovado pela Assembleia Legislativa da Bahia, de autoria da deputada petista Luiza Maia, o projeto quer acabar com o uso do dinheiro público para financiar atos atentatórios contra a dignidade da mulher. “Quem desejar, e se sentir melhor, atacar a dignidade de mulheres e moças que faça isso pagando do próprio bolso. É um insulto o dinheiro público sendo usado para financiar tal baixaria.” Falou Ana Dalva. O projeto foi aprovado por unanimidade.
Sessões extraordinárias
A presidência da Câmara Municipal convocou em sequência duas Sessões Extraordinárias para discussão e aprovação dos dois projetos. Os vereadores confirmaram os votos e ambos foram aprovados também por unanimidade e segue para sanção do Prefeito Municipal. Com isso, os cargos para realização do concurso público estão confirmados. São eles:

Cargo
Vagas
Carga horária
Salário
Agente de Endemias
11
40
R$ 694,95
Assistente Social
02
20
R$ 1.559,40
Motorista CNH D
05
40
R$ 800,04
Professor Nível I
50
25
R$ 979,38
Assist. Administrativo
05
40
R$ 694,95
Aux. de Serv. Gerais
20
40
R$ 678,00
Mecânico
01
40
R$ 678,00
Téc. Enfermagem
02
40
R$ 711,90
Enfermeiro
02
40
R$ 1.803,48
Engenheiro Civil
01
20
R$ 1.803,48
Farmacêutico
01
                20
R$ 1.559,40
Fisioterapeuta
01
                20
R$ 1.559,40
Nutricionista
01
                20
R$ 1.559,40
Psicólogo
01
                20
R$ 1.559,40
Psiquiatra
01
                20
R$ 2.000,10
Tec. Laboratório
01
40
R$ 711,90
Aux. Saúde Bucal
01
40
R$ 711,90
Odontólogo
01
20
R$ 1.559,40
Médico Pediatra
01
20
R$ 3.505,26
Médico Ginecologista
01
20
R$ 3.505,26
Médico
03
20
R$ 3.505,26
Operador de Retro
01
40
R$ 901,74
Op. Motoniveladora
01
40
R$ 1.003,44
Total
114

O antes e o depois
Numa cidade do interior, uma certa vez, um prefeito começou a enriquecer milagrosamente. Embora os recursos do município fossem exíguos, ele cada vez mais angariava patrimônio incompatível com o seu salário. Comprou uma casa de 150 mil e reformou-a com a que tinha de melhor. Comprou cavalos de raça e equipou a fazenda que tinha com um haras de 1º mundo. Tinha até ventilador para os animais. Comprou ainda garrotes para engorda da raça Nelore, um carro boiadeiro equipado para transporte de cavalos, reformou seu sítio, comprou terras. Até a esposa, de bom coração, comprou um cachorro de uma raça internacional, que só se alimentava de ração importada e água mineral. Nas eleições seguintes, perdeu o cargo e foi embora. O que assumiu, prometeu acabar com a bandalheira feita pelo outro. Não demorou muito tempo, os parentes do novo prefeito eleito já estavam reformando casas, adquirindo carros novos, comprando terras, arrendando fazendas e engordando gado. Um dia, conversando com um eleitor, o prefeito perguntou:
- Então, Leôncio, como eu estou como prefeito, em comparação com o anterior?
Leôncio pensou direito e perguntou se podia dizer a verdade. O prefeito autorizou. Ele então disse:
- Pra ficar igual ao outro está faltando três coisinhas.
- Quais?  Indagou o prefeito. 
- Só falta um Caminhão boiadeiro equipado, que o seu ainda não tem tudo que o outro do prefeito anterior tinha, os ventiladores na fazenda para os cavalos e uma cachorrinha de raça, com ração importada e água mineral. Mas não fique triste, prefeito. O senhor ainda nem chegou ao meio do mandato!