Exclusivo!

CEJDS entrega Certificados

Parte dos alunos do 3º ano A - Matutino - e professores do CEJDS      O Colégio Estadual José Dantas de Souza entregou na tarde desta q...

Novidade

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

CEJDS entrega Certificados

Parte dos alunos do 3º ano A - Matutino - e professores do CEJDS
     O Colégio Estadual José Dantas de Souza entregou na tarde desta quarta-feira (21) os Certificados de Conclusão do Ensino Médio aos alunos dos terceiros anos de 2017. A entrega foi no encerramento da reunião com toda a comunidade escolar, inclusive com a presença dos pais e professores. Agora, os certificados seguirão rumo à universidade em busca de novos conhecimentos.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Câmara abre trabalhos em novo cenário

Cenário novo, prática corriqueira (foto: Landisvalth Lima)

Numa sessão nesta segunda-feira (19) a Câmara Municipal de Heliópolis abriu o ano legislativo do ano de 2018. O ambiente foi todo reformado, dando um certo ar de elegância. Na abertura da sessão inaugural, nada mais que a banda Cordas & Sons de Poço Verde-Se, projeto musical do professor Josafá e alunos do Colégio Estadual Professor João de Oliveira. No início da sessão, a banda tocou o Hino Nacional Brasileiro.
Presidindo os trabalhos o vereador Valdelício Dantas da Gama. Além da presença dos funcionários da casa, estava o secretário de administração e finanças da Prefeitura Municipal de Heliópolis, representando o prefeito Ildelfonso Andrade Fonseca, que não pode mais uma vez comparecer. Na mensagem enviada, lida por Beto, Ildinho se coloca à disposição e prega o diálogo para se chegar mais rápido ao que necessita o povo. Por lá também estava o oficial de justiça Thiago Andrade, pescando em mar calmo.
Antes, falou o vice-prefeito José Emídio. Inevitável não tratar do roubo do seu carro. Daí para a falta de segurança foi um pulo. Também falou a vereadora Ana Dalva, que disse ser a Câmara Municipal um local de debates, que deveria colocar questões pessoais de lado para, com diálogo, tentar melhorar a vida das pessoas. Também falou o vereador Giomar Evangelista que questionou onde estava o diálogo pregado pelo prefeito. Também usou a palavra o vereador Doriedson Oliveira que espera que as relações entre situação e oposição sejam mais institucionais. Já a vereadora Maria Andrade foi mais rápida, desejou sorte para todos neste ano e parabenizou o presidente.
Enfim, foi mais um início. O público é que parece não acreditar muito porque a casa não estava lotada. Ou a política em Heliópolis se distanciou do povo ou o povo está se cansando da mesmice. Embora num novo cenário, o bolodoro foi o mesmo, como fez o vereador Ronaldo que, pela enésima vez, defende o poder executivo como líder da bancada. Tudo igual. Tudo no mesmo. Enquanto isso, os urubus voam sobre os girassóis.  

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Senadora publica imagem falsa de Moro

Gleisi Hoffmann difunde mentiras na Internet

 Agora há pouco foi divulgado no portal O Antagonista mais uma derrapagem da senadora Gleisi Hoffmann. Depois de “confundir” faixa de torcedor europeu com homenagem a Lula e verso musical “Vai dar PT” (perda total) como tributo ao governo petista da Bahia, Gleisi Hoffmann divulgou uma fotomontagem de Sergio Moro, como se fosse imagem real, para tentar atingir a reputação do juiz. O portal detalha o que disse a presidenta do PT no seu Twitter: “Afe, muitos interesses por trás! Menos os do povo!!!”, escreveu Gleisi, ao compartilhar uma imagem de Moro à frente de um quadro de patrocinadores de evento e também a versão ampliada de uma parte do quadro, na qual se veem a logomarca do PSDB e a da Rede Globo.
O cidadão Thiago da Pacificação então divulgou a foto original do juiz no evento em questão, com o crédito do fotógrafo Fabio Rodrigues Pozzebom, da Agência Brasil, na qual o quadro de patrocinadores não existe, como qualquer um pode comprovar em uma pesquisa rápida nos sites de busca. “Eu conto, vocês contam ou ela já sabe?”, ironizou Thiago, o tuiteiro que denunciou a farsa. A senadora já retirou a postagem da Internet, mas o portal o Antagonista tem tudo guardado.
Para quem diz que Veja, Globo e outros formam uma mídia golpista, usar a mídia para difundir mentiras não chega a ser um ato digno, nem mesmo coerente. Mas a senadora foi eleita presidenta do partido exatamente porque consegue dizer do outro aquilo que pratica. Quem quiser saber o que a cúpula do PT faz, é só prestar atenção naquilo que eles dizem sobre os outros.

Sina do PT: Os bandidos sempre vencem

Os exemplos de má gestão do PT (foto/montagem: Istoé)

Em reportagem da jornalista Tábata Viapiana, a revista semanal ISTOÉ traz uma reportagem sobre as más gestões do PT a frente dos estados em que administra ou já administrou. Curiosamente, a reportagem não fala da administração Jacques Wagner/Rui Costa, na Bahia. O título da  matéria é “Especialistas em má gestão”. Nela a revista diz que por onde as administrações petistas passam, a situação financeira é de terra arrasada. Em quatro estados já governados pelo PT, o quadro é de caos na gestão pública.
O texto inicia dizendo que um olhar um pouco mais apurado sobre as gestões do PT nos Estados e Municípios onde a legenda chegou ao poder, desde a sua fundação, pode explicar por que o partido votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Não foi só no governo federal que o PT pintou e bordou com os recursos públicos, jogando o País na mais profunda recessão das últimas décadas. Muito antes de chegar ao Palácio do Planalto, os petistas já vinham mostrando o descaso administrativo. Além da roubalheira colossal, o partido ainda conseguiu arrasar com as finanças de alguns dos estados mais importantes do País. Em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, respectivamente terceiro e quarto maiores PIBs do País, o descalabro das gestões petistas levou à decretação de estado de calamidade financeira. Isso significa uma situação anormal, em que a capacidade de ação do Estado fica comprometida por dificuldades financeiras. O Distrito Federal também enfrenta, graças à herança de um ex-governador do PT, a maior crise financeira de sua história. Já o Ceará, que ainda é gerido pelo PT, vive hoje o caos na área de segurança, com os maiores índices de violência do País.
Prova disso – diz a reportagem – é que o PT nunca teve apreço por gestões equilibradas. Raros administradores do partido são bem sucedidos, como as ex-prefeitas Luiza Erundina, em São Paulo, e Maria Luíza Fontenele, em Fortaleza, que acabaram defenestradas pelo partido. O Rio Grande do Sul é um dos Estados importantes que afundaram em colapso financeiro sem precedentes após administrações do PT. O petista Tarso Genro, que governou de 2011 a 2014, agravou uma crise existente no estado havia anos. Eleito com a promessa de retomar o crescimento, ele seguiu pelo caminho inverso. Assumiu o Rio Grande do Sul com gasto anual de R$ 13,4 bilhões com os salários do funcionalismo, mas entregou a seu sucessor nada menos que R$ 21,6 bilhões em despesas com pessoal. Além disso, deixou uma dívida superior a R$ 54 bilhões. O gasto com previdência também é assustador. Em 2017, o déficit foi de R$ 10,5 bilhões.
A jornalista continua com o seu texto informando que o mesmo aconteceu em Minas Gerais, que sofre com atraso nos salários do funcionalismo e com a precariedade dos serviços públicos. O déficit cresce a cada ano. A projeção para 2018 é de um rombo aproximado de R$ 8 bilhões. As despesas devem saltar de R$ 95 bilhões para R$ 101 bilhões. Para tentar solucionar o problema, o governador Fernando Pimentel (PT) estuda medidas opostas ao receituário petista, como leilões, concessões e abertura de capital de rodovias, escolas, prédios e empresas estaduais. Mas os gastos com pessoal continuam altíssimos. Um exemplo: a despesa líquida de pessoal ficou em R$ 27,2 bilhões no segundo quadrimestre de 2017. Maroto, Pimentel tem terceirizado as responsabilidades. Não reconhece o fracasso de seu governo e culpa as gestões anteriores e o governo federal por ter reduzido os repasses a Minas.
Aliás, o mês de janeiro de 2018 foi o mais violento no Ceará, estado administrado pelo PT. Desde 2013: foram 469 mortes – média de 15 por dia. A taxa de homicídios também é altíssima. São 46,75 mortes para cada 100 mil habitantes. A taxa nacional é de 28,9. Sob comando de Camilo Santana, a crise penitenciária também se agravou. A superlotação em 131 unidades é de assustadores 234,7%. “Os investimentos do governo não têm surtido os efeitos desejados e faltam medidas mais pungentes de segurança pública”, afirmou o presidente da OAB-CE, Marcelo Mota, que completou: “Os bandidos estão vencendo”. É a sina do PT.

Para ler a reportagem completa, dê um clique AQUI.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Poucas & Boas 2018.2


Concurso para professor
Concurso para professor ainda atrai muitos, apesar dos salários 
É impossível imaginar que uma profissão atraia tantas pessoas, mesmo após tanta porrada recebida. O concurso para professor do Estado da Bahia será no próximo dia 25. Há muita concorrência. Há casos até de 70 para uma vaga. É um funil para selecionar os melhores dos melhores. Esperamos que isso vá refletir na melhoria da qualidade da educação pública. É difícil imaginar que depois disso algo não melhore. Até porque, piorar não tem mais por onde. Mas, calma, gente! A chamada para posse dos aprovados ficará para 2019. A convocação para este ano só se dará se alguém perder a eleição.  
Propina paga tudo
O advogado Marcelo Maran complicou a vida da senadora Gleisi Hoffmann (PT-Paraná). Ele prestou depoimento à Procuradoria-Geral da República e deixou a presidenta de PT em situação vexatória. A reportagem está na revista Veja desta semana. Maran revelou todo o percurso do dinheiro desviado dos cofres públicos para financiamento de campanhas eleitorais de Gleisi Hoffmann, e para uso pessoal e da sua família. Despesas de Gleisi e de seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, eram pagas por uma conta de propina abastecida com dinheiro público. Os gastos iam de gasolina, a taxas de IPVA, conta de luz, condomínio, brinquedos para seus filhos e até conserto de liquidificador. Seu motorista particular também era pago com dinheiro da mesma conta. Claro, a senadora nega as acusações.
Intervenção na reforma
O presidente Michel Temer recebeu uma ajuda considerável da violência no Rio de Janeiro. A intervenção vai livrá-lo da derrota no Congresso. A reforma da Previdência não passa este ano. Temer precisaria de mais 40 votos, coisa difícil para uma popularidade de 5% e para um orçamento capenga e deficitário. Agora ele se apegará aos resultados da intervenção. Se a medida gerar frutos, sua popularidade poderá subir um pouco, mas não a ponto de transformá-lo num presidenciável.
Paralisação sem noção
Bem que os sindicatos liderados pela CUT poderiam ser mais antenados. Marcaram uma paralisação dia 19 de fevereiro contra a reforma da previdência, já praticamente fora da pauta do Congresso. A intervenção federal no Rio de Janeiro impede votação de qualquer emenda à Constituição. Um comunicado de suspensão mostraria que os sindicatos estão preocupados com o país. Mas não, será mais uma daquelas paralisações sem sentido, muito mais politiqueira que social.
De detetive e de louco...
Rola um zunzunzum pela cidade que um político teve seu carro roubado. Até aí, nada de novo. Todos somos vítimas da violência, independente de cor, raça, situação social ou política. Ocorre que o dito está por aí a investigar e diz que encontrará seu carro, nem que seja um pedaço dele. Já esteve em vários desmanches para tentar descobrir o ladrão de seu bem. Não seria melhor que ele deixasse a polícia fazer o trabalho dela? Até porque é algo periculoso e pode não terminar bem. Mas tem gente que não vê, não ouve e não sente ao derredor, a não ser a voz de suas vontades.
Ano letivo
Pelo segundo ano consecutivo, uma data foi estabelecida para início do ano letivo e esta data foi cumprida. Isso dá segurança a quem está envolvido. Nesta segunda-feira, 19 de fevereiro, o município de Heliópolis e o Estado da Bahia iniciam o ano letivo. Uma medida também bem-vinda foi o fim dos famigerados sábados letivos no Colégio Estadual José Dantas de Souza. No município ainda haverá sábados letivos para aprimoramento profissional dos professores. No CEJDS, os sábados serão utilizados para reposição de aulas ou eventos. Os dois secretários de educação, do Estado, Walter Pinheiro, e do município, Dênis Correia, estão cumprindo a agenda dentro do planejamento. Ainda bem.
Poder Legislativo
Nesta segunda-feira também serão iniciados os trabalhos legislativos de 2018 na Câmara Municipal de Heliópolis. Será uma sessão de abertura com convidados e outras cositas. Não me garantiram, mas falam até na presença de músicos para animar um novo tempo. Afinal, o presidente, o vereador Valdelício Dantas da Gama, torrou uma grana enorme para deixar a casa mais confortável e elegante. Além disso, será um ano de muitas discussões. Em muitas delas, o presidente estará no centro da questão. 

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Beija-Flor é campeã!

Beija-Flor é campeã do carnaval carioca de 2018 (foto: UOL) 
     Com um enredo para lá de crítico, a Beija-Flor venceu o carnaval carioca deste ano. Focou seu desfile nas desgraças que sugam a criatividade deste país, notadamente as mazelas sociais e a corrupção. Há uma esperança de que estamos no caminho longo, íngreme, tortuoso, mas o único capaz de colocar este país no lugar sagrado da prosperidade. A vice-campeão foi a Tuiuti, que também fez crítica social e focou nas reformas do presidente Temer.