Exclusivo!

Novo Triunfo é a cidade mais pobre do Brasil

Novo Triunfo é a cidade mais pobre do Brasil (foto: Google) Ser Nordeste duas vezes não é fácil. Nossa região está localizada no Norde...

Novidade

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Secretário não compareceu à Câmara Municipal

                                 Landisvalth Lima
Beto Fonseca não compareceu à CMH, de novo!
O Secretário de Administração da Prefeitura Municipal de Heliópolis, Beto Fonseca, não compareceu à Câmara Municipal para dar explicações sobre a alternância de valores nos pagamentos de professores contratados para prestarem serviços ao município. A ausência do secretário foi mais uma vez justificada como sendo “compromissos inadiáveis”. Acreditamos que os motivos podem estar relacionados a dois fatos: despreparo do titular ou desprezo ao Legislativo. Todos sabem que Beto Fonseca só é secretário porque é filho do prefeito. Não se tem notícia de sua experiência administrativa, a não ser num restaurante em Poço Verde. Por outro lado, Beto nunca foi de estudar. Sua sorte são seus assessores, que acabam segurando a peteca. Ocorre que na Câmara ele vai ter que responder ao vivo, sem auxiliares. Não terá ninguém para falar por ele. Se este blogueiro estiver errado, então só resta o desprezo que os políticos do executivo sempre reservaram à Câmara de Vereadores de Heliópolis. Todos se lembram de que aqui as coisas, até bem pouco tempo, eram resolvidas na base da grana. O espetáculo que assistimos na época da eleição da Câmara revela que, por anos, vereador aqui sempre foi mercadoria, mesmo sem querer generalizar. Acontece que os tempos estão mudando. Já há uma certa resistência a este tipo de coisa e, espero que esteja correto, pelo menos nesta legislação, usar o poder do dinheiro poderá tirar o sono de muita gente. Há vereadores na atual legislatura que não aceitam e não vão fechar os olhos para negociatas deste gênero. Então, acho melhor o secretário começar a aparecer e não se esconder na sombra de “papai”, revelando seus brios próprios, se é que ainda os têm.
E por falar em secretário...
Já está na hora de os vereadores convocarem também outros secretários de outras pastas da Prefeitura Municipal de Heliópolis. Muitos não estão fazendo nada! Seria o caso de até solicitar um enxugamento da máquina, cortando secretarias inoperantes e cargos comissionados que abrigam cabos eleitorais, que só trabalham de 2 em 2 anos. Talvez aí estejam os reais motivos de bater os números máximos da Lei de Responsabilidade Fiscal. Quando a porca torce o rabo, demite-se o porteiro, a merendeira, o auxiliar. A corda sempre arrebenta do lado mais fraco, até o dia que o fraco descobrir que o forte é ele.
Concurso de Heliópolis
A prefeitura Municipal de Heliópolis publicou nesta última segunda-feira (09), no Diário Oficial dos Municípios, o Edital de Licitação na modalidade TP – Tomada de Preços – nº 05/2013, previsto para 11 de Outubro, com o objetivo de contratar empresa especializada na prestação de serviços de planejamento, organização, realização e processamento de concurso para provimento de cargos na Prefeitura Municipal de Heliópolis. O documento está assinado eletronicamente por Celso Dias Sobrinho – Presidente da Comissão de Processo de Licitação da PMH. Se não houver nenhum imprevisto, a realização do concurso de Heliópolis deve ocorrer no mês de novembro ou início de dezembro.
Enquete política do Facebook
Enquete política do Facebook apresenta os primeiros números do mês de setembro. Dilma está sento reprovada por mais de 60% dos internautas. O Governador Jaques Wagner está no subsolo da reprovação, com 72% de internautas contra seu governo. O prefeito de Heliópolis, Ildefonso Andrade Fonseca está batendo a casa dos 75% de reprovação. Entre os vereadores de Heliópolis, os mais populares são Ana Dalva, Mendonça e Claudivan, aprovados por mais de 60% dos internautas. Os menos aprovados são Zeic Andrade e Ronaldo, que chegam ao espetacular índice de 88% de reprovação. Os números da enquete são das 17:00 horas desta terça-feira(10).
Antecipação da eleição de 2016 
O que faz um político, no início de um mandato, começar a lançar nomes para uma eleição daqui a mais de três anos? Resposta: não ter o que fazer com o seu mandato. Foi eleito, mas não sabe o que fazer com o cargo que tem. Não tem programa de governo e nem está se preocupando em fazer um. Pois é o que ocorre com algumas lideranças de Heliópolis. Insistem com a ideia de que tudo ocorrerá como eles estão planejando e começam a soltar boatos. Foi a vereadora Ana Dalva quem deu um basta e manda um recado. “Ao invés de ficarem criando boatos sobre a eleição da futura mesa da Câmara de Vereadores e da eleição municipal de 2016, procurem trabalhar para cumprir as promessas feitas ao povo. Depois rezem para que o povo tenha paciência para acreditar de novo em vocês.” É isso.