Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ildinho, Gama e vereadores recebem diplomas

Ildinho e Gama esperando os diplomas


Dr. Antônio Fernando - Juiz Eleitoral
Nesta quarta-feira, 19 de Dezembro, debaixo de um verão de imprevisível fim, foram diplomados os prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos municípios que compõem a 82ª Zona Eleitoral: Cícero Dantas, Antas, Fátima, Novo Triunfo e Heliópolis. Num primeiro momento, já passavam das dez horas da manhã quando o Dr. Antônio Fernando de Oliveira, Juiz Eleitoral que administrou todo o processo, inclusive como Presidente da 1ª Junta Eleitoral, abriu a solenidade dedicada à diplomação dos eleitos de Antas, Novo Triunfo e Heliópolis. Foi um belo discurso, mas chamaríamos de um providencial desabafo.
Vereadora Ana Dalva (PPS)

A solenidade foi concorrida
Dr. Antônio Fernando colocou o dedo na maior chaga que inferniza o nosso combalido processo democrático: a compra de mandatos. Foi claro quando disse que era hora de dar um basta nesta prática. De posse dos cargos, muitos acabam desviando recursos para pagar o que ficou devendo e isso estava matando a convivência democrática e sacrificando os municípios. Apelou ainda para a ética na política. Chegou a citar Heliópolis como um dos que mais trabalho deu à Justiça. Condenou ainda as práticas de muitos vereadores que, eleitos pela oposição, tem um comportamento combativo, mas, eleitos pela governança acabam agindo como verdadeiros carneirinhos. Foi um discurso acima da perfeição, como disse a vereadora Ana Dalva. Ela relatava todo o discurso do juiz com olhos lacrimejados e como se fosse ela que dissesse tudo aquilo. Coube a Zé do Sertão, ex-prefeito e ex-deputado, e agora 1º suplente de vereador, corroborar com as palavras do juiz e representar o município no evento.
Vereador Ronaldo (DEM) e esposa

Giomar Evangelista (PCdoB) e esposa
Depois foram feitas as entregas dos diplomas. Ildinho Fonseca (PSC) e Gama Neves (DEM), prefeito e vice de Heliópolis, além dos vereadores Ana Dalva (PPS), Ronaldo (DEM), Zeic Andrade (PTN), Clóvis Pereira (PSD), Valdelício (PSD), Doriedson (PCdoB), Giomar Evangelista (PCdoB) e Claudivan (PCdoB) estavam lá. O vereador José Mendonça não compareceu. Após a solenidade, Ildinho, Gama e os vereadores da coligação que elegeu o novo prefeito foram recebidos com festa no povoado Tijuco e seguiram em carreata até Heliópolis, passando pelas principais ruas da cidade. No meio da alegria havia um punhado de esperança neste novo começo. E é apenas um começo. A estrada é longa e o trajeto será feito com maior eficiência quando menores forem os erros. O novo prefeito e seus liderados não podem errar. Heliópolis não aguenta mais tantos erros.
É uma lixeira só!
Vereador Doriedson (PCdoB) e filha

Gama Neves (DEM) - Vice-prefeito - e esposa
Enquanto a carreta saudava o novo prefeito diplomado, muitos viram o abandono em que está a cidade de Heliópolis. O lixo está tomando conta do município. Os administradores derrotados estão deixando o barco antes de chegar ao porto. É de dar tristeza. A exceção de alguns abnegados funcionários públicos que cumprem o seu dever, quase a totalidade dos serviços públicos está parada. Muitos dos agentes públicos desapareceram da cidade. Apenas alguns vereadores estão dando assistência às pessoas que precisam de tratamento médico ininterrupto. Ildinho e Gama já estão trabalhando também mesmo antes da posse. Mas o lixo só não está acumulado porque o povo está fazendo vaquinha para contratar carroças e fazer o trabalho dos administradores públicos. Heliópolis passa pelo mais vergonhoso fim de mandato de sua história.
Comissão de Transição
O prefeito Ildinho (PSC) e parte da família
Começou a fase de visitas para verificação do patrimônio de várias escolas. Na última terça-feira, Beto Fonseca, Evanilson e o professor Landisvalth Lima visitaram as escolas Waldir Pires, Castro Alves e Rui Barbosa, além da Creche Municipal, Biblioteca e o Infocentro. Diretores e alguns funcionários das instituições fizeram o levantamento patrimonial e o pessoal da transição fazia a conferência. Percebeu-se que há muito patrimônio sem ser tombado e necessitando de reparos ou substituição. De um modo geral, as escolas da cidade estão carentes de reforma hidráulica, elétrica, pintura e revisão de cobertura para o início das aulas de 2013. Não houve nas visitas nada que desabonasse o desempenho dos profissionais envolvidos.
Secretariado ainda indefinido
O lixo toma conta de Heliópolis

Com o lixo virão várias doenças
O prefeito eleito Ildinho Fonseca parece que está enfrentando problemas para formar o seu secretariado. As contas não fecham e passam pela presidência da Câmara. Promessas anteriores de campanha começam a povoar o cenário e complicar a aritmética. Por exemplo, fala-se em 3 secretarias para o PT, 1 para o DEM, 2 para o PDT (incluindo a chefia de gabinete), 1 para o PSC e a presidência da Câmara para o PTN. Esqueceram, e tomara que seja só um esquecimento, o PPS. Como Ana Dalva é a mais cotada para assumir a presidência da Câmara, numa possível composição com Giomar, Doriedson e Ronaldo, PT, PSD, PSC e PTN, sem o aval do prefeito eleito, estão trabalhando nos bastidores para isolar a vereadora Ana Dalva. Chegaram até a propor a ela que, se ficasse com a presidência da Câmara, não poderia pleitear cargos no primeiro escalão. A vereadora foi taxativa ao dizer: “O cargo de presidente da Câmara é de escolha dos vereadores. Os secretários são escolha do prefeito eleito. Misturar as duas coisas é prática de política de coronel. Nós estamos aqui para evoluir e não para regredir.” Ana Dalva também deixou claro que só abre mão se, por acaso, Giomar e Doriedson não toparem formar a chapa. Falta a palavra do futuro prefeito.
O prestígio das ex-vices
Um político que não quis se identificar soltou uma expressão que parece representar muito bem o atual momento vivido pelo grupo que tomará posse dia primeiro de janeiro. E pediu para que colocasse exatamente assim: “A ex-vice do prefeito eleito tem mais prestígio político que a ex-vice do vice-prefeito eleito. Entre elas há uma diferença de 479 votos e um mandato!”. Como dizia compadre Esnóbio: “É o cabrunco!”.
Empréstimo na Caixa
Cuidado quem tomou empréstimo pela Caixa Econômica Federal. É bom dá uma verificada se o nome não está na lista negra do Serasa ou do Cadin. É que a prefeitura municipal de Heliópolis não repassou a parcela de empréstimo descontada nos salários de vários funcionários por vários meses e o nome que vai para a inadimplência não é o do município, mas do servidor. Heliópolis pode até estar momentaneamente adimplente, mas que muitos servidores estão com a vida complicada, ah! isso tá. Foi, decididamente, um governo inesquecível!!! 
Colaboraram: Jorge Sousa - do Jornal Impacto - Beto Moura e Pequeno (fotos).