Exclusivo!

Sentença em Sergipe, 23 dias; na Bahia, 28 meses

Quando os vereadores de Poço Verde Emilio de Jesus Souza, o Dii de Nilo, secretário de obras, Amaury Batista Freire, atual secretário d...

Novidade

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Avenida São José, em Poço Verde, está um caos!

Avenida São José, em Poço Verde (foto: João Ramalho/Facebook)
Os moradores da avenida São José, localizada na saída de Poço Verde, no Estado de Sergipe, em direção a Heliópolis e Fátima, na Bahia, têm reclamado do caos que tomou canta da via pública. Há já enormes buracos e em alguns pontos já não há nem mais asfalto. Um lamaçal só, quando chove, e nuvens de poeira quando faz sol abundante. Nas redes sociais, os apelos e críticas são constantes. Todos falam do estado lamentável e criticam a administração do prefeito Thiago Dória. Por outro lado, não é mais segredo que as prefeituras estão operando com 30 % a menos de recursos e falta dinheiro para reparos de ruas e afins.
O Governo de Sergipe tampou os buracos da rodovia que liga Poço Verde a Simão Dias. Todos esperavam que o DER-SE providenciasse a recuperação da avenida, o que não aconteceu. Enquanto isso, é o chefe do executivo do município o primeiro a receber as bordoadas, algo inteiramente comum. Afinal, quando a obra fica pronta, também é o primeiro a ser beneficiado. Aguardam-se providências.
Pré-Universitário
A boa notícia da semana é início das aulas do curso Pré-Universitário, da Secretaria de Educação do Governo de Sergipe, único curso público presencial do país. Na última segunda-feira (10), o professor Luís Carlos (Lula) fez a abertura inicial, ao lado do Secretário Municipal de Educação de Poço Verde, prof. Caduda, da profa. Ina Valéria, diretora do CEPJO, acompanhados de professores e de representantes da SEED. As atividades tiveram início no salão do Colégio Professor João de Oliveira porque ainda não estão prontas as instalações, localizadas em frente à SEMED. O local será inaugurado na próxima semana. No evento, foram entregues uma pasta completa com todo material necessário ao aluno e também uma camiseta do curso. O prof. Lula estava entusiasmado. Ele lutou por cinco anos para que o curso viesse para Poço Verde. No primeiro dia já aconteceram as aulas de Português e Literatura.
As chagas do presente
Ao lançar o programa de investimentos em infraestrutura de energia elétrica, uma das agendas positivas planejadas pelo governo com o objetivo de resgatar a imagem da gestão, a presidente Dilma Rousseff disse "lastimar" o aumento nas contas de luz desde o ano passado. Para não ficar só nisso e tentar justificar sua desgraça governamental, a presidenta lembrou do apagão de 2002, usando a velha e cansada tática de culpar o PSDB e o Fernando Henrique Cardoso. Se o PT não se preocupasse tanto com os tucanos, talvez o povo já tivesse esquecido os bicudos. Ocorre que o partido de Lula precisa demonizar algo ou alguém para que possa dormir sem pesadelos. Ocorre que as feridas do passado já foram curadas e a Dilma não está sabendo como curar as chagas do presente.
Defendendo o PT
Deu na coluna Raio Laser, da Tribuna da Bahia, que o ex-governador da Bahia e ministro da Defesa, Jaques Wagner, tem sido um dos poucos petistas que não se cansa de defender o legado do PT no país e o governo da presidente Dilma Rousseff. Em sua passagem pela Bahia no fim de semana, disse que ninguém combateu tanto a corrupção como Dilma. Não citou Lula. Ontem, ele se voltou para as redes sociais, onde manteve o discurso. “No passado, o Brasil era conhecido como o país da impunidade. Chegamos a ter um procurador-geral que era chamado de engavetador-geral. Isso acabou. Desde o governo Lula, o MP e a PF passaram a atuar com autonomia e a ter o resultado de suas eleições internas respeitado”, apontou o petista. Mesma lengalenga de sempre. O que o ex-governador não diz é que isso não dá direito a ninguém sair por aí roubando a nação.
Fundamentalismo idiota
Não tenho esperança de que o PT se salve. Para que melhoremos na vida é fundamental reconhecer os erros. Só que há um certo fundamentalismo idiota por parte de alguns seguidores. Parecem dispostos a morrerem abraçados, mas não admitem os erros. Discutir com um deles chega a ser tarefa insuportável. E parece que já decoraram os argumentos: hoje o Brasil está bem melhor, famílias foram arrancadas do nível baixo de pobreza, é golpe da mídia, é coisa do imperialismo americano, são os coxinhas, é a direita....É o discurso fajuta do fim de uma era. São os Kamikazes do Partido dos Trabalhadores e 13 mil virgens os esperam, se não continuarem a greve de sexo.
Falta de autoridade
Está faltando autoridade ao responsável pela distribuição das escalas das linhas escolares do município de Heliópolis. O carro que faz a linha das Porteiras à Itapororoca é um exemplo. Cinco estudantes reclamam que o carro de Zé de Carmem só vai até o meio do caminho e os alunos têm que andar um bom trecho a pés. Mesmo quando sua esposa, d. Ginean, está ao volante, o percurso não é feito devidamente. Várias reclamações foram feitas e o dilema continua. Um dia após a reclamação, tudo volta ao normal e, logo depois, o problema volta a acontecer. Tem gente que adora viver em perigo constante ou não está nem aí para autoridade. Será que tem costas quentes?