Novidade

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Não morreremos, Professores!

                            Landisvalth Lima
Por que lamentações? (foto: culturamix)
Neste dia 15 de outubro, é preciso parar com as lamentações. Temos muito a comemorar, principalmente os professores. Falam que só falo de desgraças. Minha letra só aponta os pontos ruins e não sou de elogiar. Intriga dos opositores! Hoje vou provar que nós temos muito a comemorar. Vamos começar pelo nível superior: não temos nenhuma das nossas universidades entre as duzentas melhores do planeta! Mas e daí? Michel Teló está nas paradas do mundo inteiro! Na Bahia? Um terço dos nossos cursos de nível superior foi reprovado na prova do Enade. Quem se importa?  Somos o principal ponto turístico do Brasil! Temos Ivete Sangalo em Nova Iorque. O Carlinhos Brown e a Claudia Leite estão no The Voice Brasil. Para completar, nossa Daniela Mércury oficializou o seu relacionamento com a namorada. Estão reclamando de quê?
Para os professores do Estado da Bahia, deixo aqui uma mensagem: sei como é difícil trabalhar num local sem poder escolher suas turmas, seus horários. Viver o tempo todo com dirigentes apitando no seu ouvido sobre preenchimento de caderneta, avaliações a serem realizadas, ameaças veladas de relatórios para Direc, ambiente hostil, desorganizado e, muitas vezes, imundo – porque aquela zeladora está com os salários atrasados há belos três meses. Vocês estão reclamando de barriga cheia! E a Fonte Nova novinha? E a ponte de Itaparica? E os dois títulos nacionais do Bahia? E o Vitória que é o melhor time do Brasil, tirando uns cinco que estão em sua frente? E a Copa, gente? Teremos a Copa do Mundo na Bahia e receberemos um dia a URV!
Para os meus colegas sergipanos, não haverá Copa. Também não houve aumento em 2012. O governador pegou os 22,22% e enfiou naquele lugar nosso de cada dia, mas tivemos agora em setembro o aumento de janeiro passado e há esperanças de que um dia haverá algum aumento. Relaxem! Vejam o São Francisco! O Cabeço se foi, mas o rio está lá. Encantador e belo! Vejam a Atalaia à noite. Que maravilha! E a ponte Gilberto Amado? Insuperável! E a duplicação da BR 101? Oh! Reclamamos demais! Ó povinho que não faz outra coisa senão reclamar, reclamar e reclamar.
Esqueçam que temos alunos no ensino médio que ainda não são alfabetizados completamente. Para que ficar lembrando que ainda não resolveram o Plano de Carreira do servidor público de Heliópolis? Por que ficar reclamando que o pagamento em Poço Verde está sendo feito lá pelo dia dez do mês seguinte? Não adianta ficar falando que dois concursos em Cícero Dantas foram anulados, milhares de pessoas enganadas e sem solução. Houve um terceiro e este valeu! Parem de ficar lamentando que o transporte escolar em Heliópolis é deficiente e que os jovens não leem, não se interessam. Parem de reclamar da merenda escolar que é uma droga! É preciso ser otimista! Dos meus mais de 800 alunos, este ano, um tirou 9,5 numa prova e outro 8,8. Foram só dois, mas é melhor que nada!
Acreditem! Somos Humanitas! Como Rubião, do romance Quincas Borba, de Machado de Assis, seremos suprimidos. Jamais morreremos! Seremos suprimidos pelos déspotas, pelas famigeradas leis, pelo egoísmo, pelas mentiras, pela ambição, pelo desejo inarredável dos outros de sempre querer mais de nós. Somos carnes para canibais do capitalismo, uísque para os bêbados de poder, saco de pancadas para os administradores maníacos, corpo esbelto para os estupradores de futuro e motivo de congelamento de salários para a Lei de Responsabilidade Fiscal! Não morreremos jamais! Podem triunfar sobre todos nós! Seremos sempre suprimidos, comprimidos, esmagados, torturados, violentados e não morreremos porque somos a civilização!
Comemoração no Waldir Pires
E para espantar o grogue de ser professor, nesta terça-feira, no Waldir Pires, a partir da 16 horas, o professor Quelton Almeida, secretário de educação de Heliópolis, estará promovendo um encontro com os professores de Heliópolis. Um banquinho, um violão, um bom papo e, tomara, uma cerveja aguardam os guerreiros contra o analfabetismo e a falta de consciência. Estaremos lá!
Evanilson na Câmara
Evanilson Araújo
Nesta segunda-feira, compareceu à Câmara Municipal de Heliópolis o Gerente Financeiro da Prefeitura Municipal de Heliópolis, Evanilson Araújo. Ele foi escalado para tentar convencer os vereadores das barbeiragens de Beto Fonseca. Vamos aqui deixar bem claro que Evanilson tem competência para exercer o cargo que lhe deram. Já tive a oportunidade de dizer que ele e Mário Almeida têm atributos e não podem ser responsabilizados pelos 800 mil de convênios que Heliópolis perdeu, mas não podem fazer o impossível. É fato: o governo do PC do B foi um desastre para Heliópolis, do ponto de vista da malversação do dinheiro público. Nunca se desviou tanto dinheiro público no município. Só do Fundeb foram 213 mil em um só ano. Agora, é inegável uma coisa: eles nunca perderam um convênio sequer. José Mário sempre foi um desastre como político, enveredando por caminhos inaceitáveis, mas como Secretário de Administração fez seu papel bem feito. Bem disse o vereador Mendonça: “Até o convênio da vereadora Ana Dalva, que estava quase perdido, recuperamos, e hoje a Izaías Ribeiro está calçada.” Fato é que, no caso das duas emendas de 400 mil reais, os projetos foram feitos, não resolveram as pendências, fizeram a licitação sem corrigir erros e, em seguida, não iniciaram a obra no tempo adequado. Foram atropelando o processo com vários erros. E a empresa que ganhou a licitação é a mesma que está construindo a creche. Ruas ficarão sem calçamento e o Ginásio de Esporte vai ficar para depois. Quem esperava um estádio de futebol, não terá nem mesmo um ginásio de esportes. Sabem o que isso significa: falta de estudo. Gente que não valoriza professor, nem educação e acha que vai melhorar sua vida numa aposta de milhar do Jogo do Bicho!
No PSB
Assinei, no dia 5 de outubro, minha ficha de filiação ao PSB. O escritório político da senadora Lídice da Mata entrou em contato comigo e, em seguida, com o professor José Mário, presidente da legenda em Heliópolis. Embora tenha perdido a esperança nos políticos tradicionais de Heliópolis, Marina Silva me faz ainda acreditar que temos futuro. Zé Mário providenciou tudo e já mantenho uma pomba ao lado da REDE no meu pensamento e coração. Navegar é preciso.
Concurso
Fui informado que o SEPROD – Serviço de Processamento de Dados – foi a empresa vencedora da licitação do Concurso de Heliópolis, a mesma do de Cícero Dantas. Lá deu certo. Espero que aqui também não ocorram problemas. Agora é aguardar a publicação do Edital, que deve ocorrer ainda este mês.