Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

domingo, 15 de janeiro de 2012

PT rompe com o PCdoB


Membros do PT de Juazeiro festejando rompimento com Isaac Carvalho

     Durante reunião na tarde deste sábado (14) a maioria dos diretorianos do PT – Partido dos Trabalhadores em Juazeiro - decidiu que a legenda deveria sair do governo do prefeito Isaac Carvalho. A reunião convocada por um terço dos membros do diretório começou de forma conturbada e foi necessária a presença de uma viatura da polícia militar para garantir a tranquilidade da votação que decidiu pela saída da administração municipal. Dos 35 membros que compõem o diretório municipal do PT, 22 votaram pela saída do governo. A presidente do partido no município Josimeire Pinheiro “a presidência apenas atendeu o chamamento de um terço do diretório e cumpriu a pauta solicitada pelos seus membros de forma democrática. Agora vamos levar a decisão ao conhecimento da direção estadual e nacional do partido”, explicou Josimeire. Sobre os cargos que são ocupados por petistas na gestão Isaac Carvalho, a presidente informou que em breve uma reunião discutirá o assunto.
     O vereador Leonardo Bandeira que já fazia oposição ao prefeito Isaac Carvalho esclareceu que agora vai ficar mais a vontade para realizar o seu trabalho na Câmara Municipal. “O PT está apenas endossando o que já pensa a maioria da população juazeirense que não está nada satisfeita com essa desastrada administração. As únicas obras existentes são do governo do estado e do governo federal. O exemplo de abandono desse governo é o bairro de Piranga completamente destruído, sujo e esburacado. Com essa decisão vamos nos reunir com os partidos aliados e começar a trabalhar um novo projeto para Juazeiro”, ressaltou Leonardo. Sobre a presença da polícia na sede do PT, foram apresentadas duas versões à reportagem do blog: A primeira delas, oriunda da presidente Josimeire Pinheiro, destaca que a PM foi chamada por que os petistas aliados do prefeito Isaac Carvalho estavam impedindo uma diretoriana de adentrar a sede do partido para conceder o seu voto. A segunda versão, que partiu de Josenaldo Cícero (Naldinho do Quidé), Bento e outros membros da legenda, dá conta de que a polícia foi chamada para impedir o acesso dos diretorianos que se posicionavam contrários à saída do governo municipal. Esta decisão, por certo, acirrará ainda mais a queda de braço existente hoje entre o deputado federal Joseph Bandeira e seus seguidores com o presidente do partido no Estado, Jonas Paulo e membros do partido que ocupam cargos na administração municipal.
     Informações do BLOG do GERALDO JOSÉ.