Exclusivo!

Divulgada a lista do Prêmio Impacto de Consagração Pública

Foto superior: Os consagrados presentes na entrega dos troféus na Câmara Municipal de Heliópolis (L&L) Foto inferior, lado esquerdo: p...

Novidade

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

O homem que escapou de Sérgio Moro

Rolando Rozenblum conseguiu escapar da sentença de Moro (Época)
Em reportagem de Danilo Thomaz, a revista ÉPOCA traz esta semana no seu portal uma reportagem sobre o único condenado por corrupção que escapou do juiz Sérgio Moro. Numa tarde de junho do ano passado, o empresário uruguaio Rolando Rozenblum Elpern fez um selfie ao lado da mulher assim que chegou ao Chuí, na fronteira com o Uruguai. Imortalizou o momento em que tinha a mão esquerda pousada no volante do carro, usava óculos escuros e cultivava uma expressão de regozijo por ser a primeira vez, em quase uma década, em que botava novamente os pés no Brasil. Em 2006, ele e o pai, Isidoro, foram condenados por corrupção ativa por um promissor juiz de Curitiba na chamada Operação Pôr do Sol – um filhote do caso Banestado, que apurou remessas ilegais de dinheiro para o exterior.
Nos anos que se seguiram, Rozenblum foi para a cadeia, protagonizou uma fuga espetacular para fora do país, tornou-se um foragido da Justiça, entregou-se à Interpol e seu processo acabou reconhecido como exemplo de uma investigação cujos métodos extrapolam as letras da lei. O fim desta história é que tudo foi cancelado por problemas no processo. Graças aos erros, Moro aprimorou a investigação e hoje é considerado como um juiz extremamente técnico.

Para saber toda a história do Rolando Rozenblum, dê um clique AQUI.