Exclusivo!

Heliópolis: Populares reagem e bandido é morto em assalto a ônibus

Mais um assalto a ônibus acontece na zona rural de Heliópolis Mais um assalto a ônibus acontece em Heliópolis. Desta vez, o veículo ass...

Novidade

domingo, 31 de julho de 2016

Gama desiste, mas só apoia Gilberto


Gilberto Jacó (PRB)
     Ninguém sabe se é uma estratégia para voltar com força ou se é de fato a constatação de que o espaço foi reduzido para o atual vice-prefeito de Heliópolis, Gama Neves (DEM). Sábado (30) e domingo (31) toda a oposição que restou, depois da fingida ida de Zé do Sertão (Pros) para lá, gastou tempo em conversas para ver quem vai enfrentar o prefeito Ildinho (PSL). Foi o próprio Gama Neves quem deu o ultimato de que a chapa deveria sair neste fim de semana, mas não foi o que aconteceu. Apesar de o vice-prefeito dá o exemplo, abrindo mão da candidatura, colocou outro problema: só coliga se o candidato for Gilberto Jacó (PRB). Caso insistam no nome do vereador José Mendonça, não haverá coligação com o DEM.
José Mendonça (PCdoB)
Outro problema para Mendonça é a zanga do atual presidente da Câmara Municipal de Heliópolis, vereador Giomar Evangelista. Ele diz por aí, sem segredo, que Mendonça não é o nome para vencer. Ocorre que há líderes políticos que afirmam também que se o nome não for Mendonça, preferem votar em Ildinho. Lideranças políticas como Valdir do Bujão e o ex-vereador Gaminha, por exemplo, já não guardam mais segredo sobre isto. Um último esforço do grupo foi escalar Gilberto Jacó para tentar levar a Rede Sustentabilidade para a oposição, já que o partido de Marina não está nada contente com o nome de Zé do Sertão na vice de Ildinho. Ana Dalva não guarda segredo para ninguém que não quer ser vice, nem mesmo lutou para ser vice do prefeito. Também deixa claro que conversaria com a oposição em caso de indicá-la para candidata a prefeita do grupo. Aí, até Ildinho compreenderia a situação. Mas essa possibilidade é remota.
Enfim, das conversas do final de semana, Celso Oliveira, Aroaldo Barbosa e Giomar Evangelista, que disputavam um lugar na chapa ou a indicação de um nome, parecem cartas fora do baralho. É cabível dizer hoje que a oposição está perto de fechar a chapa. Ou é Gilberto e Mendonça ou é Mendonça e Gilberto. Sendo a segunda opção vencedora, Gama Neves será apenas eleitor e só terá que resolver o problema da única esperança de vereança do DEM em Heliópolis: Bita. Se o vice-prefeito virar só eleitor, o rompimento com Ildinho foi em vão. Pior, este rompimento não serviu nem mesmo para a oposição. É de se duvidar que um vice-prefeito saia de uma eleição com a bola tão murcha. Mas nada está resolvido. Até sexta-feira, há muita salada para se colocar nesta mesa.