Estamos de volta!

Mudamos a linha editorial
O tom crítico continua
Mas falaremos apenas
Daquilo que vale a pena falar

Novidade

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Prazo eleitoral conspira contra oposição

A eleição deste ano acontecerá em campo bem diferente das anteriores. Não só pela forma do modus operandi, que na verdade é o mesmo, mas pelos prazos. Ildinho é candidatíssimo, todos já sabem. Por ser o prefeito, seu nome já está sólido e a tendência é só crescer ou estacionar. Sua queda depende da oposição, que até aqui não mostra sentido na sua existência. Julho já bate na porta, mas é agosto que não sai das cabeças de José Mendonça, Gama Neves, Gilberto Jacó, Aroaldo Barbosa e Giomar Evangelista. Eles acham que o dia da escolha do nome será 15 de agosto, o último dia do prazo eleitoral.
Mas aparece que estão primeiramente preocupados com o financiamento da campanha. Como todos estão quebrados, esperávamos que usassem o discurso como arma. O problema é esse. Qual o discurso? Como elaborar a fala da campanha se ainda não há candidato escolhido? Se fizessem isso agora, teriam tempo de sobra para reuniões, palestras, exposição de motivos. Vão deixar para o último dia. Além da falta de um discurso, política por aqui é na base da espera do erro do outro para ter o que dizer. Vencerá quem errar menos e quem se organizar melhor.
Agora, para quem quer arrecadar grana para campanha, a oposição errou feio. No domingo (26), no povoado Tijuco, fizeram um bingo para arrecadar fundos, de forma oficiosa. Tudo conspirou contra porque a data não era propícia. Final de mês e um dia após o período de festas juninas. Todo mundo sem grana. Não poderia ter dia pior. Resultado, a arrecadação nem chegou a fazer inveja às promoções do vereador Claudivan. O fiasco já prova a falta de planejamento ou é prova de que todos conspiram contra todos. E quem ganha com isso é Gama Neves, que aposta cair o vaso no chão para depois, sem concorrentes na oposição, juntar os cacos e subir ao palanque. Para isso dar certo, o tempo é senhor. Pode não dar para virar a mesa em 45 dias de campanha.
Gama e Zé Sertão 
É significativa a quantia de e-mails que recebemos jurando testemunharem Zé do Sertão se encontrando com Gama Neves. Não duvidamos do encontro, afinal, Gama é o vice-prefeito e conversa com todos os políticos. O problema é que o povo associa o que a filha do ex-prefeito diz nas redes sociais com o encontro. Aí tudo se transforma numa rede de intrigas. Melhor é aguardar. Mas bem que seria uma chapa interessante Zé do Sertão, prefeito, e Gama Neves, vice. Para melhorar, José Mendonça no palanque defendendo os dois, Aroaldo Barbosa dizendo que esta seria a chapa do seu sonho, Giomar Evangelista dizendo que agora vai e Gilberto Jacó afirmando que apoia a chapa para recuperar o açude de Heliópolis, inclusive com aquela praia prometida no passado. Alguém duvida?