Estamos de volta!

Mudamos a linha editorial
O tom crítico continua
Mas falaremos apenas
Daquilo que vale a pena falar

Exclusivo!

O encontro que virou show

Sandro Becker animou o encontro dos professores na casa de Álvaro (foto: Landisvalth Lima) A ideia dos professores do Colégio do Sa...

Novidade

terça-feira, 31 de maio de 2016

Multidão comparece a sepultamento de Clóvis

O último Adeus ao Professor Clóvis
O professor, cantor, compositor, poeta e político Antônio Rodrigues de Oliveira foi sepultado nesta tarde de terça-feira (31) no Cemitério de Heliópolis. Ainda não eram 17 horas quando o seu corpo desceu ao sepulcro perante uma multidão. Alunos, colegas de boemia, colegas de profissão, políticos, parentes e amigos foram dar o último adeus o segundo ex-vice-prefeito de Heliópolis, na primeira gestão do prefeito Aroaldo Barbosa. O popular Clóvis de Dulce faleceu no início desta manhã de terça-feira (31), no Hospital Santa Teresa, na cidade de Ribeira do Pombal. Ele lecionava Geografia, Biologia e História no Colégio Estadual José Dantas de Souza – CEJDS. Era filho de José Salustiano de Oliveira e Dulce Rodrigues de Oliveira e tinha 57 anos. 
O féretro saiu por volta das 16:30 da Rua dos Poetas, onde residia. Logo atrás do esquife seguia uma bandeira do Esporte Clube Bahia, time do coração. Professor Clóvis era poeta sem livro publicado e compositor de músicas gravadas. Formou-se em Pedagogia pela Universidade do Vale do Acaraú, na cidade de Tobias Barreto – Sergipe. Depois estudou Geografia na Universidade Aberta do Brasil – UAB – vinculada à Universidade Federal de Sergipe – UFS. Estava afastado de suas atividades por dois meses para cuidar da saúde, abalada por problemas renais. Todos lamentavam o falecimento do professor ainda na média idade.
Para ver mais fotos do sepultamento, dê um clique AQUI