Exclusivo!

Presidente do OAB-SP critica lentidão da Justiça

'Temos juízes com férias de 60 dias e outros que não trabalham de segunda e sexta', diz presidente da OAB-SP sobre lentidão da Just...

Novidade

domingo, 13 de março de 2016

Sessões da Câmara de Heliópolis serão noturnas

O impasse do horário das sessões acabou finalmente (foto;Ana Lúcia)
Os vereadores governistas usaram novamente o Regimento Interno para colocar o presidente da casa numa sinuca de bico. Na quarta-feira (09), os vereadores Ronaldo Santana, Zeic Andrade, Zé do Sertão e José Clóvis, usando o que está exposto no Artigo 40 da Lei Orgânica do Município, convocaram sessão extraordinária para a última sexta-feira (11). Seguiram rigorosamente os trâmites legais e lá colocaram na pauta o objeto a ser debatido: o horário oficial das sessões ordinárias. Não havia como Giomar Evangelista fugir. Não há nenhuma brecha na lei para beneficiar aqueles que querem macular o processo.
O presidente, pasmem, chegou a implorar um consenso, mas para não mudar nada. Os vereadores governistas disseram que ele deveria agradecer pelos avanços da casa nos últimos anos. Ao invés disso, preferiu ser intolerante. Para encurtar essa história, que já cansou quase todos nós, a propositura foi colocada em votação. Por 5 votos a 3 foi aprovada a mudança no horário. As sessões ordinárias serão realizadas toda segunda-feira, às 18 horas, a partir do deste dia 14 de março.
Caso Giomar Evangelista resolvesse não cumprir a lei, mais uma vez, Valdelício poderia realizar a sessão em qualquer recinto e aprovar a medida. Além disso, o nosso presidente desorientado receberia mais um processo para conturbar ainda mais sua vida. Mas nem tudo foram flores. Para não perder o hábito da intolerância, disse que estava estudando com o setor jurídico o desconto nos subsídios dos vereadores que não compareceram às sessões abertas pela manhã durante o impasse. Ele se esqueceu de que todas foram realizadas em fevereiro e a folha daquele mês já foi paga. Em março não houve nenhuma sessão porque o quórum é de 4 vereadores. No dia 7 de março, a sessão não aconteceu porque havia apenas 3 vereadores. Giomar perdeu mais uma de cabo a rabo. Esperamos que agora seja, de fato, um Presidente do Poder Legislativo de Heliópolis e honre o resto do mandato que ainda lhe resta. Torceremos que tudo corra bem de agora em diante e que a Câmara pense mais no povo de Heliópolis.
Ana Dalva demissionária
A vereadora Ana Dalva pediu ao prefeito Ildinho que a liberasse da função de Secretária Municipal de Saúde no dia 1º de março. Alegou que o que podia fazer pela saúde do município já havia feito. Ildinho pediu para que ela aguardasse até dia 10. No dia acordado, o prefeito pediu que ela ficasse até o final do mês. Ele está procurando uma pessoa que, pelo menos, mantenha as conquistas conseguidas até aqui. Ana Dalva aceitou e está preparando um relatório para mostrar tudo o que foi feito e aquilo que ela não conseguiu fazer. De qualquer forma, já no início de abril, estará de volta à sua cadeira na Câmara Municipal de Heliópolis. Levará consigo a Rede Sustentabilidade.