Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Ativistas do Femem contra o aumento do gás


     As ativistas ucranianas do grupo Femen enfrentaram o frio e tiraram a roupa em Moscou, na Rússia, onde os termômetros marcam -22ºC, mas a sensação térmica é de até -31ºC. Em frente à sede da russa Gazprom, acusada de monopólio no fornecimento de gás natural, elas protestam contra o preço do gás --há meses a Ucrânia negocia com a Rússia por um preço menor. Os policiais tiveram um trabalhão para conter as ativistas. 
     As imagens e informações são da Folha de São Paulo e do portal Uol.