Exclusivo!

Novo Triunfo é a cidade mais pobre do Brasil

Novo Triunfo é a cidade mais pobre do Brasil (foto: Google) Ser Nordeste duas vezes não é fácil. Nossa região está localizada no Norde...

Novidade

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Há três candidaturas indeferidas em Heliópolis


Bita está fora do pleito

Claudinha não se filiou
Falta pouco para termos todos os registros de candidaturas julgados pelo Juiz Eleitoral da Comarca de Cícero Dantas, dr. Antônio Fernando de Oliveira. Até ontem, quase todos os registros estavam com sentença. Os três candidatos a prefeito estão deferidos. Entre os candidatos à Câmara Municipal, 3 estão indeferidos: Claudinha de Marcelo (PSC), que não conseguiu comprovar sua filiação ao partido, Bita de Lalai (PMDB) e Neném de Mundinho (Romerito) também do PMDB. Estes dois últimos devem seus indeferimentos a Nildinha, ou Nilda Santana, presidenta do PMDB. Ela não aceitou a coligação com Unidos por Heliópolis, do Ildinho-prefeito e Gama-vice, para se coligar com o PCdoB. Só que era voto vencido. Os outros membros queriam que o partido ficasse na oposição. Além do mais, Nildinha foi sentenciada por dupla filiação e perdeu todos os prazos para recorrer. Não seria candidata nesta eleição nem com despacho dos bravos, mas insistiu. Acabou renunciando à sua candidatura, acabando com os sonhos de Bita e de Neném de Mundinho em representar o partido e ainda complicou a vida de toda coligação liderada pelo PCdoB, a última a ser homologada. Agora os governistas correm contra o tempo para apagar a sigla PMDB das propagandas da coligação Heliópolis no rumo certo. Ironia do destino, o caminho está errado. Dona Nilda Santana fez história na política de 2012 em Heliópolis: tirou 2 candidatos da disputa, complicou a vida de uma coligação inteira, enganou um prefeito, 4 partidos e um ex-vereador, que inclusive é parente dela, e adiou o sonho do PMDB e do povoado Tijuco de voltarem a ter um assento na Câmara Municipal. Já há políticos denominando a presidenta do PMDB de Nilda Furacão.
Neném de Mundinho. Inapto.

Nildinha: renunciou e complicou
a vida de muita gente.
Mas há ainda outros casos menos complicados. O candidato a vereador Zé Milton do Tanque Novo, que havia renunciado no início da campanha, resolveu retornar à disputa e vai entrar na sua própria vaga. Ainda está aguardando julgamento. Outra candidatura nova é da agricultora Maria Neta Gama, da coligação Heliópolis no rumo certo. Ela é do PSD e entrou para completar a quantidade obrigatória de candidaturas femininas, o que também estava emperrando a homologação da chapa PCdoB/PP. É espantoso como os governistas com tantos políticos supostamente experientes, e com auxílio de inúmeros advogados, conseguem errar tanto. Parece que a expressão “o poder cega” nunca foi tão verdadeira. Fato é que, fora a candidatura de Clóvis da Massaranduba, que está fazendo crescer árvores carregadas de frutas ditatorialista no atual presidente da Câmara Municipal, chegando a ameaçar o vereador de não tomar posse se se reeleger, inclusive se esquecendo do que fez o vereador Gaminha na eleição passada, resta agora aos governistas muita paciência e nervos para recuperar fôlego numa campanha nitidamente favorável à oposição.
Compra de voto
Maria Neta: nova candidata
Zé Milton está de volta
Quero ver se terminaremos esta eleição sem pegarmos os compradores de voto. A descaração é tão grande que os verbos “comprar” e “vender” estão virando sinônimo de política em Heliópolis. Já há fatos comprovado no povoado Tijuco. Uma certa liderança “foi comprada” por 5 mil reais. Recebeu 1.300,00, emprestados por um cidadão. Quem emprestou não recebeu, quem recebeu o inicial não recebeu o resto e a confusão está feita. O problema é que ninguém quer testemunhar e só acabaremos com isso com a punição a este tipo de política ultrapassada. E não é só dinheiro. O voto também é atraído por promessas de emprego na Prefeitura Municipal. O bom da história é que muitos eleitores estão com seus celulares prontos para gravarem “ofertas”. Esta eleição ainda vai dar o que falar.
Ana Dalva: mais um prêmio
Ana Dalva poderá receber mais um prêmio
A vereadora Ana Dalva, candidata à reeleição pelo PPS, depois de ter recebido o prêmio de melhor vereadora de 2009 e ser tricampeã como melhor parlamentar de Heliópolis em 2009, 2010 e 2011, pelo Instituto Tiradentes de Minas Gerais, e ainda ser escolhida destaque regional pelo radialista Joilson Costa, da Pombal FM, pode também emplacar o tetracampeonato pelo Instituto. Notícias dão conta que ela está disparada na frente como melhor vereadora mais uma vez. Ana Dalva agradece e diz que espera fazer muito mais quando finalmente virar governo.