Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Aumento para professores da Bahia em duas semanas

Professores da Bahia não aceitaram proposta, mas o governo vai dar
o aumento proposto ao MP.

     O presidente da Assembleia Legislativa (AL-BA), Marcelo Nilo, prometeu, em entrevista ao Bahia Notícias, colocar em votação, na próxima terça-feira (14), o pedido de urgência para que o reajuste dos professores da rede estadual de ensino vá a plenário no dia 21. Para tanto, ele espera que a bancada de oposição dispense a formalidade e que os deputados, boa parte empenhada nas campanhas eleitorais na capital e no interior, deem quórum. “Eles vêm na hora que eu precisar. Convoquei todos para a próxima semana e todos virão”, estimou o parlamentar. Além do aumento salarial concedido este ano, com variação de 6,5% a 11,5%, o governo propõe conceder aos docentes licenciados, em novembro, promoção por meio de curso, com ganho de 7%, e em março de 2013 – a pedido do Ministério Público – uma nova ascensão, também com ganho de 7%. De acordo com o pedetista, o Executivo deve enviar o projeto de lei à Casa até a próxima segunda (13). Neste segundo semestre, Nilo elenca ainda outras matérias importantes a serem discutidas na AL-BA: a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento 2013, bem como a votação de um empréstimo de R$ 600 milhões para a implantação do metrô da Paralela. O Legislativo ainda terá que endossar a criação de uma coordenação na Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração – que terá quatro ou cinco cargos – para viabilizar a instalação da montadora chinesa JAC Motors no Polo Industrial de Camaçari.
     Mais contratos pelo REDA
     Quatro secretarias e dois órgãos do governo do Estado confirmaram 510 vagas de processos seletivos em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). As oportunidades são distribuídas entre os níveis fundamental, médio e superior em Salvador e diversas cidades da Bahia. Os salários variam entre R$ 1.009,67 e R$ 4,7 mil, além de auxílio refeição, auxílio transporte e assistência médica para todos os profissionais. Para todos os cargos, a carga horária é de 40h semanais. O maior número de vagas é para seleção da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária do Estado da Bahia (Seagri), com 232 oportunidades em Salvador e para as cidades de Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Juazeiro e Vitória da Conquista. As Secretarias do Meio Ambiente da Bahia (Sema), de Cultura (Secult) e da Segurança Pública (SSP) oferecem 179, 44 e 26 vagas, respectivamente. A Procuradoria Geral do Estado da Bahia  e  o Gabinete do Governador do Estado da Bahia também oferecem oportunidade de seleção.
     Dilma enfrenta os professores das federais
     A presidente Dilma Rousseff enfrentou protesto de professores de universidades e institutos federais ao discursar para moradores de Rio Pardo de Minas (MG), na manhã desta sexta-feira, sobre a ampliação do programa Brasil Sorridente. Os servidores estão em greve há quase 90 dias e tiveram ajuda de alunos para vaiar a petista. Cerca de 50 manifestantes foram impedidos por policiais militares de entrar no evento, mas conseguiram passar a barreira depois de tirar as camisetas do movimento e deixar faixas do lado de fora. Alguns alunos também apoiavam o movimento. Durante o discurso do prefeito do município e do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, os professores ficaram calados. Já nos 12 minutos que a presidente discursou eles gritaram incessantemente: “oh, Dilma, a culpa é sua. A greve continua. Nossa greve se unificou. É estudante, funcionário e professor”. Aplaudida pela população de Rio Pardo, que lotou a praça da cidade para receber a presidente, Dilma não se alterou e continuou discursando.  
     Informações de O Globo e do Bahia Notícias.