Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

OAB da Bahia pede identificação dos envolvidos em movimentações financeiras atípicas


Saul Quadros - OAB-BA

A Ordem dos Advogados do Brasil – regional Bahia (OAB-BA) enviou um pedido ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) exigindo a identificação dos responsáveis pela movimentação financeira no órgão de R$ 145,4 milhões. O pedido foi encaminhado pelo presidente da Ordem baiana, Saul Quadros, a presidente do TJ, Telma Britto, nesta segunda-feira (16). Em nota, Quadros declarou que o Poder Judiciário da Bahia, e todos os seus magistrados, não podem permanecer sob suspeita do Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e que “para que a dignidade da magistratura baiana seja mantida” sejam tornado público os nomes dos beneficiados e a razão dos valores atribuídos. O presidente dos causídicos baianos destacou também que se for necessário, que se corte “na própria carne” para que a “dignidade não seja maculada por uns poucos que não são dignos da toga”. O Coaf detectou movimentações financeiras atípicas nos Tribunais de Justiça de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.
Informações do Bahia Notícias.