Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Aleluia! Deputados unidos aprovam a Lei do Piso para os professores do Estado da Bahia


Assembleia Legislativa: clima de acordo e aprovação da Lei do Piso
  Parece que a civilização republicana está chegando à Bahia. Hoje pela manhã os deputados deram exemplo de que os interesses pessoais não podem prevalecer sobre os da coletividade. Os 49 dos 63 deputados levantaram cedo para votar projetos e, em acordo entre oposição e governo, foi aprovado o projeto que estipula o piso salarial dos professores da rede pública em R$ 1.187,98, conforme piso nacional aprovado no Congresso em janeiro. O Estado da Bahia ainda não tinha adotado o piso, dando péssimo exemplo. Atualmente, o menor salário é de R$ 1.090. O projeto concederá um aumento médio de 7,5% nos salários dos 39.191 mil professores da rede, já que o valor é a base de cálculo para os demais vencimentos. (Veja tabela completa em postagem anterior deste blog). 
  A APLB-Sindicato realizou assembleias regionais por todo o Estado da Bahia na última semana para discutir a campanha salarial da rede estadual, tendo como eixo principal o pagamento do Piso Salarial Profissional Nacional. Em Salvador não foi diferente. Em assembleia muito participativa, os profissionais da educação aprovaram que “se o governo do estado não aplicasse o mesmo índice dado ao Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN) em toda estrutura da tabela do magistério (nos padrões P/E/M/D), o ano letivo de 2012 começaria com greve”. O governador prontamente atendeu à reivindicação justa e os deputados assinaram em baixo. Ah! Se fosse assim sempre! Ah! Se alguns prefeitos e vereadores resolvessem seguir o raro exemplo! Ah! Se Heliópolis fosse assim!... Mas será que estou delirando demais?
     Com informações complementares do Bahia Notícias e do portal da APLB.