Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

sábado, 13 de agosto de 2011

Mãe vende a virgindade da filha a um ex-prefeito

Uma estudante da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de 18 anos, acusa a própria mãe de vender a sua virgindade a um ex-prefeito da cidade de Nuporanga, a 373 quilômetros de São Paulo. O suposto estupro teria ocorrido no dia 8 de julho deste ano, em um canavial, durante as férias escolares. A jovem aguardou o retorno das aulas para contar o episódio a funcionárias da Apae. A queixa foi registrada na última quinta-feira (11) na Delegacia de Defesa da Mulher de Franca, a 400 km da capital paulista, onde a possível vítima se apresentou com a avó, Maria Camila Ferreira Alves, 66, e duas assistentes sociais da instituição de ensino. No depoimento, ela relatou ter sido violentada após fazer compras em um supermercado com a mãe e o político. Ao chegarem em casa, no carro do ex-gestor, a genitora teria saído do veículo com as compras e falado para o homem “aqui está a sua encomenda”. Como prova, ela apresentou um vestido manchado de sangue. A garota passou por um exame de corpo de delito para comprovar a violência, mas o laudo ainda não ficou pronto. O resultado do exame de DNA deve demorar três meses. Conforme a delegada Graciela de Lourdes David Ambrósio, o relato da jovem, que foi entrevistada por uma psicóloga, é coerente.
          Informações do Bahia Notícias e da Folha de São Paulo.