Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

domingo, 7 de agosto de 2011

Cajazeiras sem PSF há mais de seis meses

Um dos maiores povoados do município de Heliópolis está passando por sérios problemas há anos. O mais sério deles é a falta de médico do Programa Saúde da Família. O posto local não vê um médico há mais de seis meses. Só há uma enfermeira atendendo de forma limitada, sem poder fazer muito. A denúncia foi feita durante uma visita à casa de Dé Correia, líder comunitário local, feita por Gama Neves e a vereadora Ana Dalva. Quem também falou da situação crítica da região foi Isaías Ribeiro, da Boa Sorte, próximo ao povoado. O mais incrível é saber que o prefeito é natural da região, tem inclusive propriedade no local, e nenhuma providência está sendo tomada.
Inclusive Isaías Ribeiro lembra a questão do calçamento do povoado. “Foram três gestões. Três prefeitos passaram por aqui prometendo terminar o calçamento e ninguém faz nada. Estamos abandonados. Somos algo em torno de mil eleitores e, mesmo assim, ninguém olha para o lado de cá. Prometem, levam o voto do povo e nada!”, falou desolado.
O povoado de Cajazeiras engloba uma vasta região. As localidades de Boa Sorte, João Grande, Pindobal, Cubanzê formam com o povoado uma área onde moram cerca de 2 mil pessoas. Na casa de seu pai, Raimundo de Bié, no Pindobal, Zé Hamilton, revoltado com a administração de Walter Rosário, não mede palavras. “Se uma pessoa precisar de um socorro por aqui, tem que contar com a benevolência dos poucos que possuem um carro. Esta região abriga a maior quantidade de pessoas hipertensas e não temos um socorro sequer. Aqui eu já vi mulheres dando a luz em carros de bois.
A vereadora Ana Dalva vai denunciar o fato na Câmara de Vereadores e entrar em contato com o Ministério da Saúde para ver o que está ocorrendo. Gama Neves também disse que não basta contratar médico. “É preciso fazer com que o programa funcione adequadamente, começando com o trabalho do Agente de Saúde até o encaminhamento para resolução de questões mais complexas.” finalizou.
Programa 2º tempo em João Grande
Zé Hamilton aproveitou para questionar também uma propaganda numa placa informando que 100 pessoas foram beneficiadas no povoado João Grande com o programa Segundo Tempo do Ministério dos Esportes. “Quero pedir à vereadora Ana Dalva que pesquise quem está se beneficiando com o programa, porque até aqui a comunidade só vê a propaganda, o benefício ainda não chegou. Se chegou ninguém viu.”, declarou.