Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

quinta-feira, 24 de março de 2011

Sirkis: “No PV há um clima de quase ódio pelo grupo de Marina.”

O presidente do diretório estadual do PV do Rio de Janeiro, o deputado federal Alfredo Sirkis, confirmou haver um clima insustentável dentro da legenda que pode acabar com a criação de um novo partido. O parlamentar integra o grupo pró-Marina Silva, o Transição Democrática, que pede mudanças internas na sigla. Em entrevista ao Estadão, o deputado elenca como problemas da atual direção o fato de o deputado federal José Luiz Penna (SP) ser presidente nacional da legenda por 12 anos, e querer filiar políticos sem a identidade dos verdes, como fora o caso do prefeito João Henrique (agora no PP), que só não entrou no partido devido à resistências na executiva estadual. “Trata-se de um prefeito completamente desmoralizado e queimado, que colocou a cidade em um estado deplorável”, criticou. Sirkis afirma haver boicote contra pessoas ligadas a Marina, como por exemplo a inviabilização da filiação de uma das filhas da ex-senadora. “Há um clima de intimidação, gente que tem medo de se posicionar porque acha que pode sofrer represálias. Vejo um clima que eu nunca imaginei no PV, quase de ódio em relação a gente. Uma coisa muito radicalizada”, disse.
Fonte: Bahia Notícias