Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

O eleitor do interior e as surpresas desta eleição

O eleitor está perdendo a eleição como referencial de mudança?
                                  Landisvalth Lima
O palanque eleitoral eletrônico ainda não é o principal cooptador de votos nas eleições, levando-se em conta o cenário no interior da Bahia. O nosso eleitor do interior ainda é adepto do corpo a corpo e do assistencialismo. Não digo que o voto comprado não exista, mas o que o interiorano quer é atenção do seu escolhido. É por isso que os políticos preferem o contato com o prefeito ou com o vereador. Só que, agora, o eleitor do interior está mais exigente. Não basta o candidato ser amigo do vereador ou do prefeito. Ele quer o contato, quer ouvir as propostas, quer saber quem é e o que pensa.
Conversei com um vereador e percebi sua revolta com os deputados do seu partido. “Eles acham que nós somos obrigados a votar neles porque eles têm lindos olhos ou um belo discurso esquerdista.” O vereador disse claramente ao deputado. “Seu discurso é para estudante universitário de capital. No interior é o corpo a corpo. Sentado no seu gabinete é que não haverá voto.”. E mais: “Não basta ficar chamando o adversário de turma do atraso, construir ponte ligando Salvador a Itaparica e deixando o povo sem hospital no sertão que o voto virá fácil.”.
O que o vereador quer dizer é que diminuiu consideravelmente o voto de cabresto e o eleitor-torcedor. É preciso fazer mais pelo povo. Há deputados que acham que a eleição está garantida porque tem ene prefeitos no bolso. Vai ter uma amarga surpresa. Esta eleição morna, quase silenciosa, trará uma quantidade enorme de surpresas. Há candidatos que acham que basta dizer o que fez que o povo vai reconhecer. O povo quer saber do futuro, do que será feito. Por isso virão fatos surpreendentes. A morte de Eduardo Campos, os fatos envolvendo a Petrobrás, a ascensão de Marina Silva, a aceitação de candidaturas novas e com poucas estruturas já são elementos indicadores do que vem por aí. Não sei se serão em quantidade suficiente para provocar uma revolução, mas que as surpresas virão, isso ninguém tem dúvida. Uma delas já posso divisar: será a eleição com a maior quantidade de votos em branco da nossa história republicana.
Ricardo Maia e o PT de Pombal
Ricardo Maia
(foto: Blog do Gomes)
Um eleitor bem informado de Ribeira do Pombal disse que a candidata Lídice da Mata terá votos em Ribeira do Pombal por ter seu nome já conhecido e pelo trabalho que este blogueiro e candidato a federal fizer na cidade. Em se tratando de políticos do município, todos estão com Paulo Souto. Só o prefeito Ricardo Maia votará em Rui Costa e está trabalhando como um leão para conseguir uma vitória do candidato do governo. E o PT? Perguntei. Morno, respondeu.
Horário eleitoral
Tenho recebido muitos elogios de vários segmentos pela minha participação no horário eleitoral da coligação Um Novo Caminho para a Bahia (PSB, Rede, PSL e PPL). Um deles foi de Marcos Vieira, do PPS, que está apoiando o candidato a deputado estadual Adriano Meireles, do PR. Outro que fez elogios foi o Secretário de Educação, professor Kelton, que alegou eu ter sido duro com ele numa postagem anterior (já retirada para uma melhor apuração). De Salvador vêm inúmeros e-mails elogiosos. Da nossa região, muitos alunos e ex-alunos, além da confirmação do voto, os elogios e uma afirmação preocupante: “Só vou votar no senhor!”.
Em Fátima
Não se trata de pesquisa, mas a cidade da região onde há maior tendência de vitória de Marina é em Fátima. Parece haver uma revolta do povo com a situação do prefeito Nego, que, tudo indica, foi abandonado pelo partido. Com a indefinição de apoio dos governistas do município, o povo tende a votar em Marina e tudo pode virar uma espécie de onda fatimense. Um vereador chegou a pedir a este candidato a maior quantidade possível de material para trabalhar a candidatada do PSB. Abertamente, e desde o início, o professor Marcos José já sacramentou Marina, Lídice, Eliana e o professor Landisvalth. É um abençoado!
Na Trilha d’Os Sertões
Professor Marcos José
E por falar no professor Marcos José, fiz uma visita à sua residência, em Fátima, depois de nos encontrarmos rapidamente em Salgado-SE. Fui pedir seu voto, já antecipadamente oferecido. Saí de lá com duas raridades: Roteiro de leitura Na Trilha d’Os Sertões – trabalho extraordinário desenvolvido por Marcos José e que virará livro; e o livro O Pêndulo de Euclides, de Aleilton Fonseca, da editora Bertrand Brasil. De quebra, ainda me convocou para fazer o prefácio do futuro livro. Se isso fosse um roteiro de filme, seria um sucesso: o sujeito vai em busca do voto, ganha presentes e ainda vira um dos protagonistas. É uma figura ímpar o esposo de Dona Irimar.
Quando roubar vale a pena
Os vereadores JENILSON BATISTA DE OLIVEIRA, WASHINGTON ANDRADE MATOS e JOSÉ CINEIDO SANTANA denunciaram o prefeito HELANIO CALAZANS DE OLIVEIRA, Prefeito Municipal de Cícero Dantas, por causa de pagamentos referentes a combustíveis direcionados à Polícia Civil, Militar e CIPE (LITOTRAL NORTE), cujos quantitativos não se enquadram no contexto da realidade. Foram vários empenhos, processos de pagamentos totalizando o valor exorbitante de R$150.159,91 (cento e cinquenta mil e cento e cinquenta e nove reais e noventa e um centavo). Corrupção deslavada! Os gastos correspondem a 64.170 litros de Diesel, resultando numa média de 770.000 quilômetros rodados. Ou seja, dá para dar quase vinte voltas no planeta terra! Mas estamos no Brasil! A denúncia foi PARCIALMENTE aceita e o TCM, pasmem, multou o prefeito em apenas 1 mil reais. O prefeito de Cícero Dantas é o cara que pode nos dizer que os três vereadores são idiotas e que roubar no Brasil sempre vale a pena!