Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Candidato compra voto e diz que política é uma feijoada


Prefeito de Itamarari comprando votos
Wadson Carlos Alves Menezes (PT), prefeito e candidato à reeleição no município de Itamarari, foi flagrado em vídeo ao tentar praticar compra de voto, crime previsto na legislação eleitoral. Nas imagens, o candidato oferece R$ 1,5 mil a um homem identificado como Fábio. No vídeo, o homem devolve R$ 500 ao prefeito, que então aumenta a oferta para R$ 4 mil e termina por dar mais R$ 1,5 mil à uma mulher. "Muitas pessoas a gente soube que você deu mais, e para ele só isso", diz a mulher, cujo rosto não é exibido durante a negociação. "Ainda bem que não tem ninguém vendo", diz o prefeito, que compara política com uma feijoada. "Dinheiro é um tempero. O que é uma política? É uma feijoada! O que é o feijão? É o voto! E o dinheiro? Dinheiro é o tempero! Se você tem o trocado, a feijoada sai gostosa, cheirosa e bonita”. A mulher que filmou a cena explicou, em entrevista a TV Bahia, porque fez a denúncia. "É uma prática comum, né, na região. Ele oferece dinheiro porque ele acha que o dinheiro dele compra a política de Itamari", contou. Em entrevista ao blog Apuarema em Foco, Wadson Menezes alegou disse que o vídeo é uma montagem fruto de perseguição política. "Não poderia deixar de me manifestar diante da tentativa desesperada do grupo adversário tentando denegrir a minha imagem, utilizando-se de um vídeo montado, sem fé pública, forjado com a única intenção de confundir o povo de Itamarari", declarou. Com informações do Correio e do Bahia Notícias.