Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

sábado, 18 de agosto de 2012

Operação Ato de Valor já prendeu 26 pessoas

A operação conta com logística espetacular

     O Ministério Público da Bahia (MP-BA), através do Dr. João Paulo Shoucair, as polícias Rodoviária Federal, Civil e Militar deflagraram, na manhã desta sexta-feira, 17 de agosto, uma operação para tentar cumprir 32 mandados de prisão e 33 de busca e apreensão em Ribeira do Pombal e outros municípios da região. A operação batizada como Ato de Valor, envolve mais de 250 profissionais das quatro instituições, vindos de Alagoinhas, Euclides da Cunha, Feira de Santana, Jacobina, Juazeiro, Paulo Afonso e Salvador, em 54 viaturas, um helicóptero, e visa combater o narcotráfico na região.
     As 26 pessoas presas até esta tarde da sexta-feira, homens e mulheres, sendo cinco em flagrante e 21 em mandados de prisão, foram colocadas na Escola Municipal Monteiro Lobato, que fica localizada ao lado da Delegacia de Polícia da cidade. Ao ser citado algum nome de envolvido, tem provocado surpresa em toda a população pombalense. Informação ainda não confirmada fala da prisão do empresário proprietário da Humberto Som, que prestou serviços ao município de Heliópolis. Há também informações ainda não averiguadas de que pelo menos uma pessoa de Heliópolis fugiu e não chegou a ser presa na operação, ninguém sabe se por saber que estava na lista ou por medo. Além das prisões, foram apreendidos 5 veículos, 6 motocicletas, 4 revólveres calibres 32 e 38 com munição, e pequenas quantidades de maconha, crack e cocaína.
     Segundo as investigações que foram feitas antes da operação, Ribeira do Pombal estava sendo usada como sendo distribuidor de drogas para toda região e que teriam sido apreendidos diversos objetos, drogas, dinheiro e até veículos. A operação prossegue durante todo o final de semana e o resultado da mesma será divulgado na segunda-feira, 20 de agosto, em Salvador, na sede da Secretária de Segurança Pública.
     Desde março deste ano, após diversas denúncias da comunidade ao MP-BA sobre a grande movimentação do comércio de entorpecentes na área, ou seja, crack, maconha e cocaína, o Departamento de Narcotráficos da Polícia Civil (Denarc) intensifica as investigações e busca chegar aos responsáveis. Na Coordenação da Operação Ato de Valor neste periodo esteve o Dr. Jorge, que contou com a colaboração do Dr. Miguel, Coordenador da 25ª COORPIN, e Dr. Osório, Delegado de Cícero Dantas. Os equipamentos utilizados nas investigações foram cedidos ao Denarc por Conselhos Comunitários de Segurança sob orientação do MP. Além da prisão de traficantes, a operação visa apreender drogas, armas e outros materiais ilícitos em poder dos criminosos.
     Fontes básicas:Blog do Joilson Costa/Foto do Folha Pombalense.