Exclusivo!

Poço Verde nega título a Lula. E daí?

A cegueira ideológica impede a transformação real da sociedade (foto: porvir.org.) Dizem que o Brasil está tão dividido que é preciso ...

Novidade

terça-feira, 29 de maio de 2012

Uma coerente dentro do PT da Bahia


      Por Rodrigo Aguiar – do Bahia Notícias.
Marta: "O governo passa e o movimento social continua"
Foto:
Valdemiro Lopes / Bahia Notícias
     Professora de Língua Portuguesa da rede estadual e vereadora do PT de Salvador, Marta Rodrigues está sem parte dos seus ganhos mensais. Ela faz parte da categoria que já está em greve há 49 dias e teve os salários cortados. Em entrevista ao Bahia Notícias nesta terça-feira (29), ela adotou um tom diplomático e defendeu a negociação entre as partes para pôr fim à paralisação. “Eu acho que tem que resolver essa situação. Nessa queda de braço, só uma parte perde, que são os alunos. Já são 50 dias de greve e isso compromete o ano letivo. A gente tem que buscar é encontrar uma saída”, afirmou. No entanto, ao ser perguntada se estava do lado do governo ou da categoria da qual faz parte, a petista lembrou que “governo é governo e partido é partido”. “Governo passa. Partido continua e movimento social continua”, comparou. Sobre o corte dos salários, a vereadora se limitou a opinar que, para a o avanço das negociações, uma das medidas importantes seria não manter o corte no ponto.