Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

domingo, 17 de julho de 2011

Com Passos ministro, gastos extras dos Transportes subiram 154%


Incumbido pela presidente Dilma Rousseff de resolver a crise nos Transportes, o novo ministro Paulo Passos aumentou, em sua última passagem pelo cargo, o volume de contratos do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) que tiveram o valor ampliado, informa reportagem de Breno Costa publicada na Folha deste domingo.  
Levantamento mostra que o número de contratos dos chamados aditivos --termos que elevam o valor de obras e serviços em andamento-- mais do que dobrou entre julho e dezembro de 2010 na comparação com o mesmo período de 2009.
Passos chefiou o ministério no segundo semestre de 2010, quando o ex-ministro Alfredo Nascimento, que exerceu o cargo no ano anterior, disputava a reeleição no Senado pelo PR-AM.
Em 2011, quando Nascimento voltou ao posto, o ritmo da liberação de verbas caiu para o patamar original.
O suposto descontrole na elevação de contratos foi um dos principais motivos usados por Dilma nas últimas semanas para afastar Nascimento e outros quatro dirigentes dos Transportes.
Informações da Folha de São Paulo.