Novidade

sábado, 21 de julho de 2018

Festa do Bom Conselho já beira 170 mil

Em edições anteriores, a Alvora da Festa do Bom Conselho contou com bom público
 (foto: Cícero Dantas Acontece)

A Prefeitura Municipal de Cícero Dantas deu partida nos preparativos para realização da Festa do Bom Conselho, que começa dia 12 de agosto e só termina dia 19 do mesmo mês. No Diário Oficial do município já foram publicados as atrações e os seus respectivos valores. Ao total, ainda faltando muita coisa, os gastos já chegam a 169.500 reais.
No dia 12 teremos a Alvorada com Peruanno, ex Cavaleiros do Forró, que virá ao custo de 30 mil. A música destaque é “Dia nacional da saudade”, mas ele deve tocar também os sucessos da sua ex banda. No mesmo dia, por volta das 14 horas, será a vez de Danielzinho, o Kaceteiro do Forró, na Missa do Vaqueiro. O custo está orçado em 25 mil. Neste mesmo dia será a vez da prata da casa, com show da banda Flor da Verão. Esta banda foi contratada também para a festa do povoado Trindade, que acontece neste sábado (21), a um custo total de 2 mil reais. A parte sagrada da festa também terá atração. Este ano foi contratada a Irmã Ana Paula, cantora gospel, que estará se apresentando dia 15 de agosto, na Festa do Padroeiro. O custo para o município está sendo de 23.500 reais.
Para o dia 18 de agosto está confirmada a apresentação de Nildo É Show. A banda também faz apresentação neste sábado, no povoado Trindade. Ao todo, o contrato foi fechado em 10 mil reais. O cantor Nick Lombarty também foi contratado para a festa na Trindade e fará apresentação dia 19 de agosto na Festa do Bom Conselho. O custo foi de 4 mil reais. As atrações deste último dia, por enquanto, são Luanzinho Morais, cantor de arrocha, contratado por 30 mil e Ávine Vinny, o cantor do sucesso “Desculpa”, que virá a um custo de 45 mil, a atração mais cara das já confirmadas.
Também já foram publicados os nomes da Comissão Organizadora da Festa do Bom Conselho: Paulo Fernando, João Paulo Santana, Felipe Castro, Augusto Rafael Miranda, Allana Santos, Josigleide Carvalho, Vanderlan Oliveira, Leide Correia e Alex Borges. Vale alertar que estes custos são iniciais. É inevitável a contratação de um sistema de som, palco, banheiros químicos e outras necessidades. O que está claro é que a prefeitura está contando dinheiro porque a crise não está fácil.