Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

quinta-feira, 24 de julho de 2014

A propaganda governamental e o nosso IDH

                                                     Landisvalth Lima

Penso que já deveríamos tomar uma providência com relação à publicidade institucional pública no Brasil. Parece brincadeira o que estão fazendo com os recursos para este setor. Quem acompanha o marketing dos governos deve estar atônito. Se não imaginar que se trata de propaganda eleitoreira, chega a pensar que vivemos num paraíso. E tudo por causa deste bendito calendário eleitoral. Emissoras exibiram peças publicitárias quase que pedindo pelo amor de Deus um voto. Nas inaugurações só faltaram falar no filho do PAC que o pariu! E para nosso desespero, agora sabemos que era tudo falácia. O Brasil não está bem. Não piorou, mas está quase no mesmo lugar. Prova é o relatório do IDH de 187 países.  O Brasil subiu uma posição no novo ranking.  O índice, que vai de 0 a 1, foi de 0,744 em 2013. Quando aplicada a mesma metodologia aos números do relatório anterior, o IDH do Brasil em 2012 ficou em 0,742. Por esse cálculo, o Brasil passou do 80º para o 79º lugar, atrás de países como Ilhas Maurício, Cazaquistão e Líbia. Ocorre que nós somos a 7ª economia do mundo. Quem disse que país rico é país justo?
A Noruega se manteve no primeiro lugar da lista, com um IDH de 0,944. Em seguida, aparecem Austrália, Suíça, Holanda, Estados Unidos, Alemanha, Nova Zelândia, Canadá, Singapura e Dinamarca. No lado oposto da tabela, a 187ª e última colocação ficou com o Niger. Os dezoito últimos colocados são africanos. Entre 2000 e 2013, o crescimento do IDH brasileiro foi de 0,67% ao ano, em média – abaixo da média mundial, de 0,74%. Entre 1990 e 2000, o índice havia sido de 1,1%. Na década anterior, de 1,16%. Desde 2008, o Brasil perdeu quatro posições – não porque teve uma redução no IDH, mas porque outros países cresceram mais rápido: Irã, Azerbaijão, Sri Lanka e Turquia, especificamente. Na América Latina, o país ficou atrás de Argentina, Uruguai, Chile e Venezuela. Ou seja, não estamos fazendo a lição de casa. Mas a propagando diz que somos quase perfeitos.
O cálculo da ONU considera números da expectativa de vida, de educação e de renda. Os dados avaliados no caso do Brasil mostram uma renda per capita anual de 14.275 dólares, a expectativa de vida de 73,9 anos, mortalidade infantil de treze óbitos a cada mil nascimentos, a escolaridade média de 7,2 anos de estudos, e um índice de 53,6% da população que, tendo mais de 25 anos de idade, completou pelo menos a educação secundária. Entre os Brics, o IDH brasileiro é o segundo maior – perde para a Rússia. Mas, mantido o ritmo atual, a China deve tomar esse posto em breve. A China, que é a 2ª economia do mundo, aparece em situação ´pior que o Brasil. O relatório da ONU menciona o Bolsa Família como elemento de melhoria social, mas o impacto deles pode ser limitado se ainda existe uma infraestrutura a ser implementada, como no Brasil. "Programas do tipo precisam ser desenhados para garantir que as capacidades – especialmente aquelas da próxima geração – sejam protegidas", diz o relatório. Isto quer dizer, que não adianta só dar o alimento se não há educação de qualidade e saúde de fácil acesso. A ONU também elaborou rankings temáticos. Em um deles, que calcula o IDH ajustado à desigualdade de renda, o Brasil perde dezesseis posições em uma lista na qual constam 145 países. Na tabela que leva em conta a igualdade entre os gêneros, o país é o 85º dentre 149 nações.
Mas os propagandistas de plantão já entram em campo para mascarar os resultados. O governo federal questionou nesta quinta-feira (24) os dados usados pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, sob a justificativa de que estão defasados, e disse que, se recalculado, o Brasil subiria 12 posições, passando do 79º para o 67º lugar no ranking. Segundo o governo, números mais recentes do IBGE, de 2013, apontam que a expectativa de vida ao nascer no país, que é levada em conta no IDH, está em 74,8 anos. No entanto, o escritório da ONU levou em consideração dados de 2010, cujo valor era de 73,9 anos. É sempre assim: hoje a realidade é outra, dizem. Amanhã, a realidade será um pouco pior. Diabo é que tenho que me conformar em saber que nós estamos pagando tudo isso: o fracasso e a propaganda do falso progresso.
Nilmara Publio
Nilmara Publio
Foi com enorme satisfação que participei da solenidade de formatura de mais de 70 novos enfermeiros da Faculdade Anísio Teixeira, em Feria de Santana, no último sábado (19). Assisti a alegria da formanda e prima Nilmara Publio, filha de Iramá e Nilza. Foi muito divertido. Lá estava ao lado de minha jovem tia Djanira e da minha prima Perolina. Curti com Heitor, Perla e Claudio uma noite de muita tosse, mas todos sobreviveram. Depois da solenidade, com Nete, Demá, Tide, Diogo, Brasilia, parentes e aderentes, desfrutamos música de qualidade com Marquinhos e danças sensuais com Lila. Impagável. Agora, a enfermeira quer trabalhar e mostrar o que aprendeu. É uma outra luta! Mas ela tem talento, beleza e muita vontade. O registro fotográfico é do meu primo Arivaldo Publio. Parabéns!
 Só para me indignar
Acreditem, o PT está tentado salvar Paulo Maluf da cadeia. Parece que o partido está se especializando na proteção de malfeitores. Segundo o blog do Fernando Rodrigues, Maluf e seu advogado procuraram José Eduardo Cardozo para resolver os problemas de Maluf com a Interpol. O ministro enviou um comunicado para o governo dos Estados Unidos perguntando a respeito da possibilidade de o deputado federal, aliado da administração federal do PT, ser ouvido no Brasil sobre um processo no qual está relacionado na Justiça norte-americana. O deputado está citado num caso de possível evasão de divisas –o que ele nega– e a Justiça dos EUA o trata como foragido. Por essa razão, desde 2009, a Interpol exibe em seu site uma foto de Maluf como “procurado''. O Ministério da Justiça afirmou que o caso de Maluf foi o único até agora com essas características: um brasileiro, com residência fixa e com aviso de procurado na Interpol (para ser preso nos EUA) requerendo o direito de ser ouvido no Brasil. Se outro cidadão nessa condição solicitar ajuda ao governo, será atendido, segundo o Ministério da Justiça. Ah, Tá! Me engana que eu gosto, Cardozo!
Beatriz Construções
Vereadora Ana Dalva
Denúncia da vereadora Ana Dalva feita ao Ministério Público da 3ª Promotoria de Cícero Dantas, contra a administração municipal anterior, foi arquivada esta semana. Segundo o promotor, Dr. Hugo Casciano, toda a documentação referente ao processo licitatório de reforma da Secretaria de Educação não foi encontrado na prefeitura. Na época, o prefeito anterior gastou quase 50 mil para “reformar” o prédio. Nunca houve reforma. Só pintura e retoques. Ocorre que todo mundo sabe que o prefeito anterior estava com toda documentação em sua casa. É só fazer cruzamento com as informações da Operação 13 de Maio. A Beatriz Construções e Serviços é uma das empresas de fachada do município de Fátima no esquema desvendado pela Polícia Federal. Ana Dalva vai pedir o desarquivamento à promotoria.
Com informações complementares do portal da Revista Veja, do UOL e do Bahia Notícias.