Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

quarta-feira, 18 de junho de 2014

PSC pode apoiar Paulo Souto. E agora, Ildinho?

Ildinho vai de Paulo Souto?
Se os boatos que rondam Salvador estiverem corretos, o PSC deve anunciar amanhã o apoio à candidatura de Paulo Souto, do Democratas. Eliel Santana, presidente estadual do partido e atual suplente do senador João Durval (PDT), tentará repetir o cargo, dessa vez com Geddel Vieira Lima (PMDB). Conforme apurou o Bahia Notícias, o acordo está sacramentado. “É um grande nome, amanhã a gente anuncia”, despistou o peemedebista, em entrevista ao BN, sem descartar a informação. Isso é um problema para o prefeito Ildefonso Fonseca, o Ildinho. Seu apoio ao candidato do PT estava nítido e claro. Só que agora, o deputado estadual que ele apoia, Vando, também do PSC, vai de braços dados com o DEM e o federal, José Nunes, do PSD, estará com Rui Costa. O problema do prefeito de Heliópolis é que ele foi apoiado por um leque de partidos de cores distintas. Gama Neves, o vice-prefeito, que anda meio isolado da administração, é Paulo Souto por obrigação, vocação e amizade. É o homem que gerencia o DEM na Bahia e vai de José Carlos Aleluia para federal. O PDT de Zé do Sertão e do Professor Quelton vai seguir Ildinho ou votará em Marcelo Nilo e no PT? E como ficará a situação de Zé Guerra, Antônio Jackson e Maria Zizélia? Vão seguir o prefeito? Situação confortável ficou o vereador Ronaldo Santana. Ele se afastou de Gama Neves e ficou com Ildinho. Agora, será que voltará ao ninho? E os vereadores José Clovis e Valdelício, ambos do PSD? Vão seguir quem?
Gama Neves (foto Informativo Jovem)
Certo é saber que Rui Costa em Heliópolis já não estava bem e a coisa só piora. No mais, o PCdoB, de Mendonça, Giomar, Claudivan e Doriedson é que deverá levar o Rui nas costas, com a ajuda do PT do governo Ildinho e do PDT de Zé do Sertão. Mas isso não quer dizer que é coisa fechada não. Há muitas dissidências pelo meio. E ainda temos o PTN, de Zeic Andrade, que deve seguir o PT e ajudar os Pardais a tentar alavancar o candidato de Jaques Wagner. Isolada, a vereadora Ana Dalva já definiu o rumo com Lídice da Mata, Eliana Calmon, Eduardo Campos e Marina. Resta saber se pelo menos contará com uma ajudinha do PSB local, do José Mário e outros, que parece andar mais para o lado da foice e do martelo que da pomba. Fato é: ganhando Paulo Souto, a taça estará com Gama Neves e Ildinho não perderá nada se votar no DEM. Ganhando o PT, Ildinho não perderá nada, como também não ganhará. Até aqui, a única coisa que o governo do PT baiano trouxe para Heliópolis no governo de Ildinho foi uma ambulância.  Ganhando Lídice da Mata, tudo ficará no caminho de Ana Dalva e nada será como antes. Mas isso se acontecer a decisão no 1º turno. Caso tenha 2º turno, tudo vai para o mundo das indefinições.  
ACM Neto: Souto vence no 1º turno
Em seu discurso na convenção que oficializou, nesta quarta-feira (18), a chapa das oposições ao governo da Bahia, o prefeito ACM Neto apostou na vitória em primeiro turno de Paulo Souto (DEM). Para concretizar suas previsões, convocou o interior do estado “a fazer o mesmo que a população de Salvador fez há dois anos”. O gestor soteropolitano atraiu o foco para sua eleição e fez um histórico da sua chegada à prefeitura, em comparação ao pleito deste ano. A vice-prefeita de Salvador, Célia Sacramento, que ocupará a mesma posição ao lado do candidato à Presidência da República, Eduardo Jorge, em composição de uma chapa puro-sangue do PV, foi mencionada em sua fala. “Estou aqui, no meu lado esquerdo, no lado do coração, com minha querida vice-prefeita, a professora Célia Sacramento. Nós dois estávamos exatamente nesse mesmo ambiente, aqui nesse salão de eventos, há dois anos”, lembrou. Com a presença da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já confirmada para a convenção estadual do PT, o democrata reforçou a condição de oposição e disse ter enfrentado "muitas pessoas poderosas". "Aqui estiveram autoridades de todo o país; tentaram fazer o discurso da chantagem e do medo, o discurso de que esta cidade só tinha jeito se fosse governada por um prefeito do mesmo partido da presidente da República e do governador do Estado”, apontou, ao citar "as máquinas que vão ser usadas, o dinheiro que vai surgir, o discurso intimidatório que vai ser trazido para a Bahia". O chefe do Executivo municipal também fez críticas à gestão atual, na qual afirma que o Estado “perdeu a importância comparativa no país e a liderança no Nordeste”.
Paulo Souto: esforço pela Bahia
ACM Neto e Paulo Souto (foto: Brumado Notícias)
O ex-governador e candidato ao Palácio de Ondina Paulo Souto (DEM) afirmou, em discurso lido durante convenção nesta quarta-feira (18), que terá que se desdobrar para assumir o Estado caso vença as eleições em outubro. “Será necessário um esforço monumental para que a Bahia retome suas posições”, avaliou, após criticar a gestão petista de Jaques Wagner. “Por iniciativa desse governo, não se iniciou ou concluiu nenhuma barragem em meio a grande parte do semiárido”, censurou o democrata. Ele cita a construção de três empreendimentos nos rios Paraguaçu, Itapicuru e Jacuipe, durante seu governo, que teriam sido “fundamentais para amenizar os efeitos da seca”. “Nada aconteceu com os aeroportos de Ilhéus. (...) Anunciou-se três novas ferrovias para a Bahia e, até hoje, nenhuma delas saiu do papel”, continuou. Souto promete que implantará uma controladoria no Estado, para acompanhar os gastos públicos. “A qualificação de serviços públicos essenciais será uma meta obsessiva do nosso governo. Quero levar minha palavra de confiança ao funcionalismo público”, defendeu.
União e reunião
Duas coisas são marcas registradas da administração do prefeito Ildefonso Fonseca. A primeira é a união. Em todos os eventos estão todos os vereadores e apoiadores de campanha. Ninguém pode se queixar de falta de comunicado, de convites, de tomada de decisões. Os vereadores vão para a Câmara Municipal cientes de todos os projetos e prontos para defender ponto a ponto as proposições da administração municipal. Prova disso foi a ida da vereadora Ana Dalva a Salvador. Ela protocolou no TCM as contas da Câmara Municipal do ano de 2013 na última sexta-feira e combinou que ficaria em Salvador aguardando as pastas das contas da Prefeitura Municipal de Heliópolis para assinar o encaminhamento e protocolar no TCM. Aí vem a segunda marca: a reunião. Ildinho pode se orgulhar das reuniões que são feitas na sua administração. Ana Dalva teve que retornar urgente de Salvador por causa de uma reunião. Ficou até zangada porque teria que voltar para protocolar as contas da prefeitura e duas viagens a Salvador na mesma semana é um desgaste. Mas o secretário Beto Fonseca já havia informado a ela que precisava se reunir com os vereadores. Agora, quem a comunicava sobre a reunião era Mário Almeida. E seria no fim de semana. Hoje, quarta-feira, nada de reunião. Ana Dalva soube que as contas foram enviadas via Correios, com encaminhamento feito pelo vice-presidente da Câmara de Vereadores, Zeic Andrade. Que perfeição!

Com a colaboração do Bahia Notícias.