Exclusivo!

Teatro, música e dança no encerramento da III JECC

A Lira Santa Cruz foi destaque no III JECC do CEPJO (foto: Landisvalth Lima)      Na noite desta quinta-feira (07) foram apresentadas ...

Novidade

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

ONG da GLOBO acusada de superfaturamento


Uma solicitação de informações ao Tribunal de Contas da União (TCU) mostra que o Ministério Público Federal investiga as relações da Fundação Roberto Marinho com os desvios de dinheiro público no Ministério Turismo, através da Operação Voucher da Polícia Federal, segundo informações do blog Folha 13. Um relatório do TCU indica superfaturamento de R$ 13,86 milhões pela ONG da Globo junto à pasta e constata que o contrato tinha como meta treinar 80 mil profissionais ligados ao turismo. Porém, até a data analisada, apenas cerca de 19,751 mil seriam alunos de verdade. O número de estudantes ativos corresponderia a apenas 25% da meta. A diferença apontaria um possível superfaturamento de 75% embolsado indevidamente. Em valores financeiros, o superfaturamento corresponderia a um rombo de R$ 13,86 milhões nos cofres públicos, já que o custo por capacitado era de R$ 176,65.
Informações do Bahia Notícias.