Exclusivo!

Presidente do OAB-SP critica lentidão da Justiça

'Temos juízes com férias de 60 dias e outros que não trabalham de segunda e sexta', diz presidente da OAB-SP sobre lentidão da Just...

Novidade

sábado, 22 de julho de 2017

Tiroteio, morte e sequestro em Heliópolis

João José (esquerda) morreu no tiroteio. Mateus (direita) está desaparecido
A violência em nossa região está tão grande que é preciso até observar com quem as pessoas andam ou se divertem. Um jovem morador do povoado Farmácia, em Heliópolis, foi ao povoado Serra dos Correias para jogar futebol de salão. No retorno, João José Andrade Guerra, de aproximadamente 24 anos, recentemente aprovado em concurso e já trabalhando em Cícero Dantas, vinha em sua moto ao lado de Mateus da Limeira, ou Mateus da Chapada da lagoa Grande, quando foi surpreendido por homens armados em um automóvel Fiat Siena vermelho. Vários tiros foram disparados. Quem pode fugir se salvou. João José não teve tempo e foi atingido na cabeça. Morreu no caminho para Ribeira do Pombal, quando socorrido por populares. Mateus, de aproximadamente 19 anos e já tem passagens pela polícia, foi capturado e colocado no fundo do Siena e levado para local ainda desconhecido. 
As informações não são definitivas, mas há um outro ferido de prenome Diorley, que está sendo atendido no Hospital Regional Santa Teresa, em Ribeira do Pombal. O fato ocorrido nesta manhã (22), na estrada que liga os dois povoados, chegou a circular com a versão da indicação de dois mortos no tiroteio. Disseram que o corpo de Mateus tinha sido desovado na ladeira do povoado Tijuco, próximo à BR 110, o que foi desmentido mais tarde. Inicialmente também chegaram a falar em assalto. O que se sabe até aqui é que Mateus foi sequestrado e pode estar morto a essa altura. Tudo pode ter relação com a sua prisão em Cícero Dantas. Falam que ele entregou muita gente e agora vieram queimar o arquivo. O jovem morto, João José, era querido pela comunidade e também gostava de animar festas em escolas. É mais uma vítima inocente neste mundo violento que parece não ter cura. 
     Nota da SEMEC
    O Secretário Municipal de Educação, Cultura e Lazer do município de Cícero Dantas, prof. Felipe Carvalho Castro, divulgou nota nas redes sociais lamentando a morte de João José Andrade Guerra, que era professor do Centro de Educação Unificado Padre Cícero - CEU - da cidade de Cícero Dantas. O secretário lamentou o corrido e manifestou solidariedade à família do falecido. Também o professor Felipe comunicou a suspensão das aulas nesta segunda-feira, 24 de julho, para que sejam prestadas as homenagens fúnebres ao professor.