Exclusivo!

Lula aposta no convencimento da mentira

Novidade

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Fotos de Matsunaga esquartejado vazaram na internet


Defesa diz que temia divulgação e que pedido de sigilo foi negado por juiz. Polícia vai investigar como as fotos vazaram
As votos vazaram

Aqui as fotos onde o corpo foi encontrado
Fotos de partes do corpo do empresário e diretor executivo da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga, foram divulgadas na internet. As imagens da cabeça, tronco e membros do empresário foram visualizadas na manhã desta quinta-feira (30) e continuavam sendo acessadas nesta tarde. Para encontrar o 180graus fez uma busca rápida no Google com as palavras: Matsunaga + esquartejado + PDF.
As fotografias integram o processo que apura o assassinato e ocultação de cadáver contra o executivo da empresa de alimentos. Matsunaga foi atingido com um tiro e depois esquartejado pela mulher, a bacharel em direito Elize Araújo Kitano Matsunaga, em 18 de maio.
Procurada, a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) informou que vai investigar a divulgação das imagens. A autenticidade das imagens foi confirmada na tarde desta quinta pelo advogado Luciano Santoro, que defende Elize.
“Meu Deus! Isso jamais deveria circular na internet. Essas fotos são do processo. São fotos antes da realização da perícia, logo após o corpo dele ter sido achado. Eu não posso tomar nenhuma providência em relação a essa divulgação porque isso compete à família da vítima. Soube que em virtude do risco de vazamento dessas fotos os advogados da família de Marcos pediram o sigilo dos autos, mas o Ministério Público informou que processo era público e não concordou. A Justiça, por sua vez, também. Eu lamento a divulgação dessas fotos na internet. E é por esse motivo e outros que também era favorável ao sigilo dos autos.”
Procurada pela manhã, a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) informou que vai abrir um procedimento para saber quem as divulgou.
O defensor de Elize divulgou ainda uma nota sobre o vazamento das imagens do empresário: “a defesa lamenta profundamente a divulgação dessas fotos, que em nada contribuem para a apuração dos fatos. Fica aqui consignado nosso protesto, com a esperança de que àqueles que porventura vierem a receber essas imagens, que por favor não as reenviem aos seus contatos e as apaguem imediatamente em respeito à memória do senhor Marcos Matsunaga.”
Fotos: mortebrutal.com(alteradas).