Novidade

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Cajazeiras vence União e conquista Copa

Depois de 16 pênaltis, Cajazeiras vence Copa em Heliópolis (foto: Landisvalth Lima)

Com presença de um público considerável, foi encerrada na última quinta-feira (15) a Copa José Fontes de Sousa, evento promovido pela Liga Heliopolitana de Desportos. No feriado da República, quatro times foram a campo para disputar o 3º lugar e o título de campeão. Os times de João Grande e Tijuco fizeram a partida regada a muito sol, já que começou às 14:30. Depois de muita luta e suor, João Grande ficou com o último lugar do pódio. Na partida de fundo, depois de um empate em 1 a 1, Cajazeiras e União foram para a disputa de penalidades. Depois de dezesseis cobranças, Cajazeiras sagrou-se campeão.
O presidente da LHD – Liga Heliopolitana de Desportos – José Sales, informou que o homenageado da primeira copa da Liga, José Fontes de Sousa, do povoado João Grande, de Heliópolis, além de grande colaborador do futebol, foi um ser humano honrado e de prole numerosa. Zé Sales também informou que foram oito clubes os participantes: Tijuco, União, Riachinho, João Grande, Cajazeiras, Garra, Tanque Novo e Candeal. Destacou o caráter pacífico da competição e agradeceu aos patrocinadores que ajudaram a manter o evento.
João Grande 1 X 0 Tijuco
Na decisão pelo terceiro lugar, João Grande e Tijuco fizeram um jogo bem disputado, mas o jogador Doca liquidou a peleja já no primeiro tempo. Foi o único gol da partida e que deixou o goleiro do Tijuco, Negão, reclamando até o feriado da República do ano que vem. Teve um gol também anulado a favor do Tijuco já no fim da partida, mas ninguém reclamou.
Jogaram pelo Tijuco:  Negão, Luís, Marcone, Andeclécio, Allan, Gelcinho, Cirilo, Railton, Fábio, Roni e Gabriel.
Jogaram pelo João Grande: Jow, Paulinho (Foguinho), Gilmar, Jamis, Doca, Divan, Nico, Cauan, Isaias, Sidney (Biel) e Weldon.  Técnico: André.
Cajazeiras 1 (8) X 1 (7) União
Na partida que decidiu o título, como já era esperado, houve muita disputa. Ninguém queria perder. O jogo começou por volta das 16 horas, após a cerimônia de abertura com a homenagem ao desportista José Fontes de Sousa. Depois do canto do Hino Nacional, a bola rolou e o jogo, no primeiro tempo, foi dominado pelo time do Cajazeiras. A superioridade em campo foi carimbada com um gol certeiro de Bitinho. No segundo tempo, a história virou. O time do União queria o empate e, se fosse possível, a virada. O goleiro Maurício fez ótimas defesas e virou destaque da partida até aparecer o chute indefensável de Laurindo. União empatou e continuou dominando, inclusive depois da expulsão de Alex (Nem de Zé Renato), o que fragilizou ainda mais o poder defensivo da equipe do Cajazeiras.
 Mas o relógio ajudou a equipe cajazeirense e a disputa foi para as penalidades. As cinco cobranças foram convertidas para as equipes. Seguiram então para o mata-mata penal. Quem perdesse estava fora. Foram mais três sequências. A equipe do União perdeu a 16ª cobrança e o Cajazeiras ficou com o título da Copa José Fontes de Sousa. Daí em diante foi só festa. Além dos campeões, vice e terceiro colocado, foram premiados também o artilheiro, Bitinho, e o goleiro menos vazado, Maurício, ambos do time do Cajazeiras. A LHD, após a entrega dos prêmios fez um bingo para completar o pagamento das despesas do evento. Logo em seguida foi a vez da Banda do Manoel animar jogadores e torcedores.
Jogaram pelo União: Zezinho, Val, Zé Mário, Meida, : Zezinho, Val, Zé Mário, Meida, Rodrigo, Bertinho, Rodrigo Gringo, Batata, Everton, Marcelinho e Laurindo. Técnico: Beléu
Jogaram pelo Cajazeiras: Maurício, Fernando, Alex, Robson, Valdemir, Gefferson, Gabriel, Bitinho, Lela, Douglas e Edson. Técnico: Mundinho.
Para ver fotos do evento, dê um clique AQUI.
Para assistir vídeos com os melhores momentos, dê um clique AQUI e AQUI.