Exclusivo!

Vereador é multado e devolverá mais de 13 mil à Câmara de Heliópolis

Giomar Evangelista recebeu subsídios indevidamente e vai ter que devolver  Bem que ele poderia ficar calado, mas, boquirroto e falastrã...

Novidade

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O jogo não acabou!

                                                                    Landisvalth Lima
O jogo não acabou, mas Ildinho enfrenta sua pior crise (foto-montagem: Landisvalth Lima)
Quem faz a coordenação política do grupo do prefeito Ildinho já passou de levar um bom puxão de orelhas. Não é minimamente aceitável ver o aperto que o prefeito está passando nesta transição do primeiro para o segundo mandato. Já não é mais segredo: Valdelício Gama, Zé do Sertão, Giomar Evangelista e Gama Neves estão unidos com um só propósito: colocar Ildinho numa sinuca de bico.
Para entender o que está acontecendo, é preciso dizer que a vereadora Ana Dalva já esgotou quase todos os cartuchos de sua arma política e não está conseguindo reverter a situação. Chegou ao ponto de fazer uma visita ao Líder da oposição, presidente do PCdoB e candidato derrotado na eleição deste ano, José Mendonça Dantas. A conversa com Mendonça serviu para ver mais nitidamente o problema. Ele é bem maior do que se pensa.
Ana Dalva  X Valdelício
Uma coisa que ficou clara: até a data desta postagem, somente Ana Dalva e Valdelício se mantém como candidatos. Nas contas dos políticos, Ana Dalva já tinha seis votos para voltar ao comando da Câmara. Valdelício só tinha o voto dele. Mas a coisa teve um revertério patrocinado, tudo indica, por Gama Neves. Quando Valdelício se viu acuado, sem votos para se eleger, chegou a pensar em desistir. Zé do Sertão e Giomar Evangelista armam uma desculpa para que o vereador da Serra dos Correias volte a ser favorito. A condição era uma só: terá os votos da oposição se romper com Ildinho.
Chapa “registrada”
Para que o enredo mentiroso ficasse ainda mais fantástico e colocasse Ildinho na parede com a faca na garganta, foi “registrada” uma chapa nº 1 para concorrer à mesa diretora da Câmara Municipal de Heliópolis, biênio 2017/2018. Presidente: Valdelício Dantas da Gama – Vice-presidente: Giomar Evangelista. A chapa se completa com Doriedson Oliveira e Manoel do Tijuco. Claudivan ficou de fora, provavelmente por não concordar. O besteirol é tão ridículo que será guardado como uma das coisas mais piegas da política heliopolitana. Sim, porque não tem efeito jurídico nenhum. A chapa só poderá ser oficializada depois da posse dos novos membros, a partir do dia 1º de janeiro. O objetivo é um só: pressão sobre Ildinho. E o que eles querem?
Giomar Evangelista
Além da sede de vingança permanente contra Ana Dalva e o prefeito Ildinho, o presidente da câmara quer mais dois intentos. O primeiro é liderar a oposição, tirando Mendonça do seu caminho. Como Mendonça ficará sem mandato, Giomar, que já não via o colega com bons olhos, pretende ser o mandachuva para guiar os opositores a uma suposta vitória em 2020. Para isso conta com o apoio irrestrito de Gama Neves. Ele aposta que o atual vice-prefeito será candidato a deputado estadual e se elegerá. Com ACM governador e Gama Neves deputado, Giomar será o candidato da oposição e realizará seu segundo intento. Se isso for verdade, só falta combinar com o povo.
Gama Neves
Daqui a dois dias, Gama Neves concluirá seu mandato de vice-prefeito. Do ponto de vista político, foi sua maior vitória. Da eleição de 2012 para cá, a nível de município, tudo deu errado para Gama. Apostava ser o candidato da oposição e viu Mendonça triunfar, mesmo perdendo. Agora quer continuar manejando Giomar Evangelista para controlar a oposição e levá-la ao colo de ACM Neto. Além disso, o DEM precisa voltar aos velhos tempos e Gama será candidato a deputado estadual. Já conta com Zé do Sertão, Valdelício e Giomar Evangelista. Quer ainda Doriedson, Claudivan, Manoel do Tijuco e José Clóvis. Com isso, matará cinco coelhos numa só tramoia. Além de consolidar a oposição, se livra da liderança de Mendonça, coloca a faca no pescoço de Ildinho, ajuda a eleger ACM Neto governador e ainda se elege deputado estadual. Seria a glória feita de vingança e vitórias.
Valdelício Gama
Fica difícil dizer o que quer Valdelício com sua eleição para a Câmara de Heliópolis. Não se trata de uma pessoa voltada para a administração e com ambições de futuro no jogo político. Não há, portanto, motivos para Valdelício brigar tanto por um cargo que exige dedicação quase que total. Alguém chega a afirmar que se trata apenas de dinheiro, o que não surpreende ninguém neste jogo sujo costumeiro. Mas desta vez ele quer mais que isso. Porque não é admissível que, já no seu oitavo mandato, o vereador se deixe manipular por Zé do Sertão, apenas para fazer o jogo do futuro vice-prefeito. E Valdelício sabe que, se o jogo não for bem jogado, é sua despedida da política em Heliópolis.
Zé do Sertão
Este blogue já tem divulgado todas as intenções ocultas do vice-prefeito eleito. Não é segredo o que ele quer. Além de dar uma cadeira à filha no parlamento municipal, sua ambição vai além. Ele quer voltar a ser o bambambã da política em Heliópolis. Sente saudades do tempo em que dividia com Deus a preferência dos heliopolitanos. Quer reverter uma situação quase impossível de se resolver ou mesmo insolúvel. Para isso, conta com o silêncio benevolente da cúpula da prefeitura municipal, com a falta de planejamento, diálogo e união entre os vários nomes do grupo que apoia o prefeito. Zé do Sertão está vencendo por 1 a 0. Fez um golaço quando Ildinho teve que engolir sua candidatura a vice. Mas o jogo não acabou e Zé quer fazer o seu segundo gol.