Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Liderança de José Ronaldo pode levar PT a vexame eleitoral


José Ronaldo: Líder em Feira de Santana

Mesmo fora do poder e sem a máquina, o ex-prefeito José Ronaldo (DEM) segue crescendo na preferência dos feirenses para assumir a Prefeitura em 2012. Informações dão conta que ele aparece na frente em todas as pesquisas, mesmo as contratadas pela oposição. Em algumas ele chega a ultrapassar a casa dos 80%, o que tem levado ao governador Jaques Wagner (PT) a pensar em apoiar o atual prefeito Tarcízio Pimenta (PDT) na sua reeleição. Neste caso Wagner abriria mão da candidatura do seu próprio partido, poupando o líder de seu governo na Assembleia Legislativa de amagar um possível terceiro lugar, conforme notícia divulgada pelo site "Por Escrito", do jornalista Luiz Augusto.
Onde estaria o poder de José Ronaldo? O que revela a força do ex-prefeito? Talvez na união do seu grupo, no seu lema "Trabalho constante", no seu carisma com o público, ou na seriedade com que trata a coisa pública. Num dado ano, José Ronaldo foi o único prefeito da Bahia a ter suas contas aprovadas integralmente.
Muitas são as estratégias da oposição no intuito de barrar o avanço de Ronaldo nas pesquisas e na preferência do povo. Já disseram que ele é tirano, foi fantasiado de nazista, terror de vereadores, etc. Mas nada parece barrar o crescimento e a evolução do ex-prefeito. Com a chegada de Paulo Aquino, atual vice-prefeito, o Democratas tem demonstrado mais força e segue crescendo rumo a retomada do poder em Feira e região, pelo menos esse é o intuito.
Governador estaria repensando
O governador Jaques Wagner está trabalhando para o deputado estadual José Neto (PT) desistir da candidatura a prefeito de Feira de Santana e passar a apoiar a reeleição de Tarcízio Pimenta (PDT), confidenciou ao blog um parlamentar governista. Wagner veria nessa aliança a única forma de tentar derrotar o candidato do Democratas, o ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho. Segundo a fonte, o governador, embora desenvolva uma estratégia "para não ter surpresas nos grandes centros", tem consciência de que Feira de Santana é um caso quase perdido. Assim, procuraria reforçar o prefeito Tarcízio, que é de sua base, e pouparia seu líder de um vexaminoso terceiro lugar.
Com informações de Osvaldo Cruz – blog "Rota da Informação", Dimas Oliveira e portal Interior da Bahia.