Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Serrinha: Tio de vítimas do acidente comete suicídio


     A morte de cinco pessoas, vítimas de um acidente automobilístico no último sábado (22) na BR-116, pode ter sido o motivo do suicídio do pedreiro Cosme Pereira de Jesus, 36 anos, tio das vítimas.
Cosme Pereira de Jesus
     Ele foi encontrado morto na tarde desta terça-feira (25), em frente ao Colégio Rubem Nogueira, na Praça Morena Bela, em Serrinha, após ingerir dois potinhos de chumbinho, conhecido veneno usado para matar rato. Cosme foi socorrido por uma equipe do Grupo Tático Resgate (GRUTAR) e levado para o Hospital Municipal de Serrinha (HMS), onde morreu por volta das 23h50. No bolso da calça dele os médicos encontraram um “pote” do veneno. Familiares não souberam explicar ao certo os motivos do suicídio, mas acreditam que a tragédia do final de semana tenha lhe deixado depressivo. O irmão da vítima, Adelson Pereira de Araújo, disse que ele morava no bairro São Rafael, em Salvador, e veio a Serrinha para o sepultamento dos parentes. Momentos antes do suicídio, Cosme comprou um presente para o filho de 2 anos em uma loja de confecções na Rua Barão de Cotegipe e depois comprou o produto (chumbinho) em um local desconhecido.
     Histórico na família
O irmão gêmeo de Cosme, Damião Pereira de Araújo, também se suicidou no ano de 2003, quando tinha 28 anos, tomando o mesmo veneno. Além do filho de 2 anos, o pedreiro deixou uma filha de 5 e a esposa que está grávida de dois meses.
     O acidente
O acidente aconteceu na tarde de sábado (22), por volta das 15h, na BR-116/Norte, nas proximidades da fazenda Caçador, a 15 quilômetros de Serrinha. O veículo Gol, placa JNN-1193, bateu de frente com uma carreta transportadora dos Correios, placa DUM-0252, de Guarulhos-SP, provocando a morte dos passageiros que viajavam no carro pequeno. Maria Almira Pereira de Jesus, 44 anos, Nadson Pereira de Jesus, 19, Nadilson Pereira de Jesus, 15, Antônio Araújo Pereira, 40, e Martim de Jesus, 48, participaram de um casamento no bairro da Cidade Nova na quinta-feira (20) e retornavam para Salvador, onde moravam. Os corpos foram sepultados no cemitério Jardim das Acácias, em Serrinha.
     Com informações de Cleriston Silva e do portal Interior da Bahia.