Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Assaltaram o BB de Adustina e bandidos prometem voltar após safra do feijão


Cerca de quinze  homens  em quatro  veículos espalharam o pânico e o terror  nos municípios  baianos de  Adustina  e Fátima,  na Bahia, próximo a divisa com Sergipe. No inicio  da  madrugada desta quinta-feira, 21 de Abril,  os  bandidos encapuzados e  fortemente armados  agiram inicialmente  em  Fátima   onde  fizeram  várias pessoas reféns. Uma família que retornava de Aracaju-SE para Adustina,  para passar o feriado encontrou um trator atravessado nas proximidades do Povoado Bom Jesus, na rodovia que dá acesso a cidade. Na ocasião foram abordados por alguns homens e feitos reféns no local. Uma segunda barricada foi feita já na entrada da cidade. Aconteceram disparos feitos por armas de fogo, mas sem relatos de feridos.
Em seguida se dirigiram para a  cidade de  Adustina  onde  renderam várias pessoas que se encontravam na praça  onde fica o Banco do Brasil  e , sob a mira de  armas,    ordenaram que todos os reféns  quebrassem a  porta da Agência Bancária  e  colocassem os  caixas eletrônicos   em   cima  dos  carros do bando. Durante a  ação, os  bandidos atearam  fogo em um carro  na rua que dá acesso a Delegacia de Polícia  Militar da cidade.
Um policial civil, ouvindo as bombas e acreditando se tratar de brincadeiras exageradas de adolescentes, foi ao local com a viatura da policia civil para manter a ordem na madrugada da cidade. No entanto, ao chegar próximo à praça do BB, foi visto pelos assaltantes que atiraram na viatura. O policial empreendeu fuga diante da quantidade de assaltantes e tiros disparados. Os bandidos seguiram o mesmo que, por sua vez, abandonou o carro da policia na estrada e entrou na mata para não morrer. O veículo policial foi localizado crivado de balas.
 Populares disseram que os  bandidos   fugiram em direção   ao município de Sitio  do Quinto  onde  foram libertados os reféns. Os  assaltantes  ficaram  na cidade   por  cerca de   40 minutos. Eles  chegaram  por volta de 1h10min e saíram por volta de 1h50min. Vários   tiros de  armas de grosso  calibre  foram disparados  para o alto, mas ninguém ficou ferido. O formato da assalto denuncia que a quadrilha é a mesma que vem promovendo assaltos a banco na nossa região.
A polícia continua as buscas dos assaltantes. Cerca de 15 pessoas explodiram a porta de vidro do banco e roubaram dois caixas eletrônicos. A quadrilha que fez seis reféns a caminho do local assaltado, nas vias de acesso ao município de Fátima, chegou a Adustina em quatro veículos. Eles obrigaram os reféns a ajudar a carregar os caixas eletrônicos até a caçamba de uma caminhonete, utilizada para a fuga do grupo.
Segundo informações da Polícia Civil da cidade, eles estavam armados com fuzis e metralhadoras e atiraram diversas vezes para cima, assustando os moradores do município. Ainda durante a ação, que durou cerca de 40 minutos, o grupo incendiou um Fiesta, na cor prata, impedindo acesso da Polícia Militar ao banco. Os assaltantes estavam encapuzados, mas os reféns conseguiram identificar a silhueta de uma mulher loira, identificada por mechas de cabelo que se soltavam de seu capuz. Um dos reféns, em depoimento, relata que um dos criminosos deixou o seguinte recado: "Nós vamos voltar na colheita do feijão".
Segundo a polícia, ninguém foi ferido e ainda não há pistas sobre o paradeiro da quadrilha e dos caixas eletrônicos. Policiais civis e militares de Adustina e das cidades circunvizinhas estão trabalhando para conseguir informações e pistas que levem a captura dos assaltantes.
(Fotos e informações do ADUSTINA.NET)