Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Prefeito do PPS é preso

Gilvan Agibert (PPS) vai passar o carnaval na prisão
O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decretou nesta sexta-feira (13) a prisão temporária de Gilvan Pizzano Agibert (PPS). Ele é prefeito de Prudentópolis, na região central do Paraná, e foi preso em flagrante na noite de quinta (12). Agibert é suspeito de corrupção passiva.
O prefeito e outras três pessoas foram presas na Operação Caçamba, após um ano de investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ligado ao Ministério Público do Paraná (MP-PR). Segundo o promotor do Gaeco, Vitor Hugo Honesko, a suspeita é que as empresas que venciam licitações na prefeitura subcontratavam uma empresa que pertencia a Agibert e era comandada por um ‘laranja’.
O prefeito foi preso na quinta (12) ao receber R$ 24 mil de um funcionário de uma empresa que faz a coleta de lixo em Prudentópolis. Segundo o Gaeco, o dinheiro é fruto de propina. Agibert está no Complexo Penitenciário de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba
O Gaeco cumpriu, nesta sexta, 13 mandados de busca e apreensão na prefeitura, na casa do prefeito e de dois filhos dele, e ainda na casa de dois vereadores. Foram apreendidos documentos e R$ 80 mil em dinheiro. Nove servidores da prefeitura de Prudentópolis foram afastados, por determinação do Gaeco, nesta sexta. Segundo o promotor, eles seriam “coniventes” com o prefeito. 
Prudentópolis tem cerca de 50 mil habitantes e está localizado na região sudeste do Paraná. Cerca de 80% de sua população é formado por descendentes de ucranianos. A imigração de ucranianos para a região durou até meados da década de 1920 e, atualmente, o município é considerado o mais ucraniano do Brasil. Em nota, a prefeitura afirmou que setor jurídico não teve acesso à totalidade das investigações sobre Agibert, e que aguarda o recebimento de mais dados para se pronunciar, mas garantiu que ele segue no cargo. No entanto, a Câmara Municipal de Prudentópolis informou que deve empossar o vice-prefeito, Adelmo Luiz Klosowski (PPS), no cargo de Agibert, em cerimônia programada ainda para esta sexta (13).
Informações do G1.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Prefeito gasta com pinga, espada e jogos de computador

Cachaça no serviço público de Coração de Jesus (foto:Folha/UOL)
 Não há dúvida de que a administração pública virou uma bagunça. Não vamos aqui nem mesmo falar das questões em torno da Petrobras. Todos já estão carecas de saber que roubar o estado, isso quer dizer o povo, é regra comum. Ocorre que a coisa está indo para um lado tão descarado que parece uma espécie de provocação sarcástica. Perdemos a vergonha da corrupção, dos desmandos, da falta de ética. Estão roubando na nossa cara e tem gente que parece gostar disso. Agora me vem um prefeito de uma cidade mineira, Coração de Jesus, um município pobre, e resolve arranjar notas fiscais para prestar contas de gastos públicos. E não se trata de uma nota qualquer. Ele teve a coragem de usar uma nota fiscal da compra de uma espada samurai.
Achou um absurdo? Pois o nosso Paulo Magalhães, prefeito de um coração que parece de Jesus, arranjou notas também de compra de pinga (cachaça) e jogos de computador. A promotoria pública fez a denúncia e ainda descobriu que ele gastou 165 mil reais em diárias de viagem. Praticamente não trabalhou de tanto viajar. O município de Coração de Jesus tem cerca de 28 mil habitantes e está localizado no norte de Minas Gerais. Fica a 77 quilômetros de Montes Claros e seu prefeito, Paulo Magalhães de Araújo Neto, foi eleito pelo PSC – Partido Social Cristão. Como se vê, virou moda meter a mão no dinheiro público. Estamos entre o aceitar como cultura ou o combater como praga. Esta luta marcará o nosso aprofundamento ao subdesenvolvimento ou à entrada definitiva no mundo dos progressistas.
PT quer mudar medidas de Dilma
O líder do PT na Câmara dos Deputados, Sibá Machado (AC), admitiu nesta terça-feira, 10, que o texto das Medidas Provisórias (MP) que trazem mudanças na legislação trabalhista não serão aprovadas como vieram do Executivo. O petista lembrou que mais de 600 emendas já foram apresentadas pelas bancadas e que é preciso buscar um consenso para definir quais são as prioridades que devem ser introduzidas nas propostas. Segundo o líder, o espírito essencial das medidas - que é o de promover ajustes econômicos - não será alterado, mas ele concordou que é preciso preservar os direitos dos trabalhadores. Na avaliação de Sibá, é possível aprovar o texto principal e votar algumas emendas consideradas indispensáveis. "Não tem como (sair igual ao texto que chegou)", reforçou.
 Assessoria contábil por 60 mil
Já foi publicado no Diário Oficial do município o contrato entre a Câmara Municipal de Heliópolis e a Consultec – Ivânia Maria do Nascimento. O valor global da consultoria contábil é de 60 mil reais por ano, valor 25% acima da mesma contratação feita por Ana Dalva, com a Almeida Contabilidade, no ano passado. Resta ainda saber se a alimentação do SIGA será feita pela Consultec, como fazia a Almeida Contabilidade. Caso outra empresa seja contratada só para o SIGA, o prejuízo será bem maior. Parece que o novo presidente da Câmara vai ser um “mão aberta”. Será que ele está esquecido que este ano será de pura crise, exatamente pela ineficiência de sua presidenta de coração valente?
Início das aulas
Aqui em Heliópolis, as aulas devem começar dia 2 de março. A semana pedagógica deve ser realizada entre 23 e 27 de fevereiro, segundo informações do secretário municipal de educação, prof. José Quelton. O estado da Bahia, como um todo, deve iniciar suas aulas dia 9 de março. E onde se pensava que tudo estava bem, porque sempre começou primeiro que a Bahia, a coisa está indefinida. Trata-se de Poço Verde, no estado de Sergipe. A cidade que tem a melhor educação pública do centro-sul daquele estado, ainda não sabe a data do início das aulas na rede estadual. É que o Ministério Público está exigindo a colocação de extintores contra incêndio em todos os prédios escolares, além da existência de quadro completo de professores e funcionários. É louvável a ação do MP, mas não poderia ser feito isso com o início imediato das aulas? Assim está cobrindo um santo e descobrindo outro!
UFNB no MEC 
Ainda não foi decidida a questão do local onde ficará a Reitoria da Universidade Federal do Nordeste da Bahia. Serrinha, Ribeira do Pombal e Alagoinhas estão no páreo, mas o projeto elaborado deixou a decisão para o Ministério da Educação. Agora, deputados, prefeitos e outras autoridades estão encarregados de entregar o projeto pronto ao ministro Cid Gomes. As previsões mais otimistas indicam que teremos o início das atividades da UFNB em 2017, mas previsões mais centradas falam em 2018, já que teremos um 2015 difícil pela frente. Para nossa região, é claro, Ribeira do Pombal seria a melhor localização para instalação da Reitoria. A administração da futura universidade ficaria próximo ao povoado Segredo, às margens da BR 110, a 30 quilômetros de Heliópolis

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Mais um tributo a Vecinho

Com colaboração de vários segmentos, Vecinho recebe mais uma homenagem em Heliópolis.
Vando Reis e  Sinval, dentre outros, homenagearam Vecinho (foto: Jorge Souza)
Foi na madrugada de uma quinta-feira, no dia 3 de fevereiro de 2011, a caminho do hospital Jorge Valente, depois de não ser acolhido no hospital São Rafael, que parou o coração do compositor, instrumentista e cantor Helvéco Pereira de Santana, popularmente conhecido pelo apelido carinhoso de Vecinho. Não apenas a sua esposa Cyntia Brito chorou sua perda. Familiares, parentes e amigos, uma legião de amigos, até hoje, inconformados com o destino, tentam ecoar o canto do heliopolitano que viveu apenas 62 anos. Todos os anos, na avenida Sete de Setembro, em Heliópolis, sob a coordenação de Paulinho Jequié e Silvano Pereira, seu irmão, cantores e compositores de todo o Nordeste fazem tributo a Vecinho. O evento, intitulado Um Vecinho Só, este ano recebeu um subtítulo – Quatro Anos de Saudade. A homenagem a Helvécio Santana teve início por volta das 21 horas deste sábado (7) e varou a madrugada domingo afora.
O público marcou presença (foto: Jorge Souza)
Paulinho Jequié, Silvano Pereira, Érica Sá, Sinval, Giló, Tato Lemos, Lucas, Vando Reis, Zé Costa e tantos outros artistas cantaram sucessos do homenageado, cada vez mais na boca do povo. Caravanas de Fátima, Poço Verde-Se, Ribeira do Pombal, Cícero Dantas, Salvador marcaram presenças e ajudaram os músicos e manter viva a chama da poesia musical de um dos maiores artistas da nossa região. Um Vecinho Só já faz parte do calendário cultural e festivo do município de Heliópolis, mas é preciso oficializá-lo para que seja patrimônio público e não apenas a reunião de esforços dos seguidores de Helvécio Pereira de Santana.
Todas as fotografias são do jornalista Jorge Souza. Para ver mais fotos, dê um clique aqui e aqui