Exclusivo!

Racismo estrutural: Vidas negras importam?

Novidade

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Sim! Deputado ganha menos que uma professora!

Carine Carvalho, a deputada que ganha menos que uma professora (foto: Jamil Chade)

Não, gente. Não é no Brasil, infelizmente, mas esse lugar existe. É em Lousanne, na Suiça. Em belíssima reportagem de Jamil Chade, no UOL, descobrimos o paraíso da política dos nossos sonhos. Uma brasileira chamada Carine Carvalho, natural do Ceará, se elegeu deputada estadual na Suiça. Ela não tem motorista, não tem auxílio-moradia, não tem carro oficial nem pode nomear funcionários. Para comer, precisa pagar de seu bolso e seu salário depende da quantidade de horas que ela passa por semana no Poder Legislativo. Carine é deputada no cantão de Vaud, na Suíça, uma espécie de deputada estadual. "Como deputada, sou eu e eu mesma. Não posso nomear ninguém". Como deputada, a brasileira ganha menos que professora primária, menos que um mecânico ou um vendedor ambulante. Só para comparar, ganha menos que um vereador de cidade pequena no Brasil. Para chegar ao parlamento, vai de transporte público. Nem mesmo o presidente do parlamento tem direito a carro oficial. Detalhes: as reuniões legislativas duram o dia todo e são descontados no pagamento os atrasos e abandonos de sessão. Por fim, lá o deputado não precisa largar o emprego para virar político. Terá que continuar no seu trabalho corriqueiro para poder sobreviver. Precisamos copiar esta boa ideia!
Para ver a reportagem completa, dê um clique A Q U I.