Exclusivo!

Sentença em Sergipe, 23 dias; na Bahia, 28 meses

Quando os vereadores de Poço Verde Emilio de Jesus Souza, o Dii de Nilo, secretário de obras, Amaury Batista Freire, atual secretário d...

Novidade

sábado, 24 de junho de 2017

Lula diz que Lava Jato cria imagem negativa dele

Heliópolis: Populares reagem e bandido é morto em assalto a ônibus

Mais um assalto a ônibus acontece na zona rural de Heliópolis
Mais um assalto a ônibus acontece em Heliópolis. Desta vez, o veículo assaltado foi o do sr. Ataíde do Tanquinho. Todos os sábados, o veículo sai da localidade de Tanquinho, em Heliópolis, e segue por vários povoados, finalizando o trajeto nas feiras de Heliópolis e Poço Verde-Se. Neste sábado de São João, por volta das 7 horas da manhã, os passageiros foram surpreendidos com um assalto. Dois meliantes armados começaram a fazer a arrecadação forçada na estrada próxima ao povoado Jiboia, também no município de Heliópolis.
Quando tudo parecia caminhar para mais um assalto corriqueiro, um dos bandidos tentou subtrair a bolsa de uma senhora. Ela resistiu. Não queria entregar seus pertences ao bandido. Este acabou reagindo com violência. O marido da senhora, ao lado, não resistiu ao ver sua esposa tomando murros na cara e reagiu. Segundo populares, seu nome é João Batista, morador da localidade de Curaçá, no mesmo município. Ao socorrer a esposa, João acabou provocando uma reação em cadeia.
Num outro ponto do ônibus, o segundo meliante, ao perceber o perigo que corria o colega, afobado com a situação, começou a atirar e acabou por atingir o próprio parceiro de contravenções. No tiroteio, João Batista foi atingido no rosto. Uma senhora também conhecida por Maria de João de Nezinho está com uma bala alojada no quadril. A mãe dela, que estava próxima, na hora do corre-corre, também acabou se ferindo sem gravidade.
No fim das contas, o bandido que atirou, vendo o amigo ferido, pegou o produto do roubo e o revolver do colega e fugiu. Além de deixar o parceiro, o meliante esqueceu uma sacola com algumas placas de motos, usadas para despistar a polícia. No calor do desespero, segundo informações ainda não confirmadas, o bandido ferido foi morto por populares a golpes de chave de roda e deixado o corpo num pasto próximo ao local, onde aguarda o IML para autópsia. 
Os feridos no incidente foram rapidamente levados para Poço Verde, no estado de Sergipe. Devido ao estado grave de João Batista, ferido gravemente no rosto, uma aeronave do GTA - Grupo Tático Aéreo - da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe foi acionada e ele foi conduzido para o Hospital de Urgência – o HUSE, em Aracaju. Também Maria de João de Nezinho foi socorrida pelo helicóptero. Como as informações estão desencontradas e ainda não foi concluída a apuração policial, estamos ainda aguardando novas informações. Fato é que ninguém reconheceu o bandido morto e ninguém quer falar a respeito da reação popular que acabou com a morte do meliante.