Exclusivo!

Divulgada a lista do Prêmio Impacto de Consagração Pública

Foto superior: Os consagrados presentes na entrega dos troféus na Câmara Municipal de Heliópolis (L&L) Foto inferior, lado esquerdo: p...

Novidade

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Dois ciganos e um policial mortos em Jeremoabo

Jeremoabo vive noite de terror (esquerda) após morte do policial Bonfim (direita)
(Fotos: portal Jeremoabo Agora)
Ainda não são oficiais os dados sobre três mortes acontecidas na noite/madrugada desta quinta-feira, dia de Finados, na cidade de Jeremoabo. Segundo o portal Jeremoabo Agora, do jornalista Adalberto Moreno, as primeiras informações dão conta de que, após um desentendimento entre o policial militar José Bonfim e o cigano Lwillys Messias da Silva, 24 anos, resultou na morte de ambos. O policial morreu no local e o cigano baleado pelo soldado ainda chegou a ser socorrido pelos companheiros e levado ao Hospital Municipal de Jeremoabo para receber os primeiros socorros. De lá foi transferido para o Hospital Nair Alves de Souza em Paulo Afonso-BA. Ocorre que a ambulância foi interceptada por homens armados ao chegar no Povoado Km 40, no município de Santa Brígida-BA, e o cigano ferido acabou sendo executado. Ninguém se arrisca a dizer se os homens armados eram policias ou não.
O Jeremoabo Agora ainda afirma que durante toda noite a movimentação foi intensa na cidade, com várias viaturas em deslocamento e muitos tiros disparados, sobretudo na Rua do Canal, onde aconteceram as primeiras mortes. A notícia de que ciganos estariam se deslocando de outras cidades para dar apoio aos familiares teria motivado a solicitação do reforço de várias guarnições das Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal. Já na madrugada desta sexta-feira, 03, outro cigano, não identificado foi baleado em confronto com polícia, sendo socorrido ao Hospital de Jeremoabo, onde já chegou sem os sinais vitais. Alguns moradores dizem que foi uma noite de terror.
Outros ciganos suspeitos de participarem da execução do policial militar foram presos e apresentados às delegacias das cidades de Euclides da Cunha e Paulo Afonso. Seis armas foram apreendidas, inclusive a arma tomada do soldado morto. O clima na cidade é muito tenso. As autoridades policiais ainda não emitiram qualquer comunicado oficial sobre o caso. Os corpos foram recolhidos ao Instituto Médico Legal – IML de Paulo Afonso. 
O sepultamento do policial Bonfim será neste sábado,04, às 8 horas, no Cemitério São João Batista. O corpo será velado na residência dele, na Avenida Monsenhor José Magalhães, no Conjunto João Paulo II em Jeremoabo. O portal informou ainda que os familiares dos ciganos ainda não divulgaram informações sobre onde serão velados e sepultados os corpos.