Exclusivo!

"Não se resolve tudo no grito e na violência"

Novidade

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Moro recebe prêmio e diz que a era dos barões da corrupção está chegando ao fim


     O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em primeira instância, recebeu honraria da Universidade de Notre Dame nesta segunda-feira (2), em São Paulo.
Segundo a instituição, o Notre Dame Awards é concedido a pessoas que são "pilares de consciência e integridade, cujas ações beneficiaram seus compatriotas".
     O prêmio existe desde 1992 e já foi entregue a pessoas como Madre Teresa de Calcutá, o ex-presidente norte-americano Jimmy Carter e o irlândes John Hume, agraciado com o Nobel da Paz em 1998.
     "No caso do Dr. Moro, a universidade reconhece que ele está envolvido em nada menos que a preservação da integridade de sua nação, apesar de sua aplicação firme e imparcial da lei. Ao abordar os problemas prejudiciais da corrupção pública de uma maneira justa, mas zelosa, o Dr. Moro fez diferença marcante para todos os brasileiros e para a humanidade em geral na nossa sede universal de justiça", comentou o presidente da universidade, John I. Jenkins.
     Ao premiar o juiz, a universidade citou que o juiz brasileiro modelou sua atividade jurídica com base na Operação Mãos Limpas, que envolvia investigações sobre a corrupção na Itália, na década de 1990.
     A instituição também relembrou que o magistrado paranaense teve papel fundamental no "caso Banestado" - escândalo de evasão de dezenas bilhões de reais do Banco do Estado do Paraná, também, na década de 1990.
"Sérgio Fernando Moro e sua equipe deram nova esperança aos brasileiros e a milhões de pessoas em todo o mundo que desejam honestidade no governo. Como resultado do bom trabalho do Dr. Moro, o Brasil, em vez de ser infame pela corrupção, tornou-se um farol para o resto do hemisfério sobre como lutar contra isso", disse a universidade, em nota.
     Ao agradecer, Moro fala sobre ditadura e 'império da lei'
     Em discurso, Moro agradeceu à universidade, dizendo-se profundamente honrado com o prêmio e prestando condolências às vítimas do atentado a tiros em Las Vegas. Ele também falou sobre a ditadura no Brasil.
     "Os cidadãos brasileiros recuperaram em 1985 todos os seus direitos e liberdades democráticas depois de mais de vinte anos de ditadura militar. As Forças Armadas brasileiras tiveram um grande e importante papel na história do Brasil. Elas foram responsáveis pela independência e a integridade territorial do Brasil, mas esse período de Ditadura Militar foi - sem qualquer dúvida - um grande erro", disse.
     O juiz afirmou no evento de premiação que a "era dos barões da corrupção" está acabando. "A era dos nossos barões da corrupção está chegando ao fim e o império da lei está se tornando uma possibilidade real no Brasil. O objetivo é democracia com integridade".
     Do G1 do Paraná e do portal O Antagonista.