Exclusivo!

2º dia da 1ª Fecultarte teve dança, vídeo e teatro

A 2ª noite da 1ª Fecultarte foi dominada pela dança e pelo teatro (foto: Landisvalth Lima) O Colégio Estadual José Dantas de Souza – C...

Novidade

sábado, 9 de julho de 2016

TSE vê dinheiro do Petrolão na campanha de Dilma

TSE faz cerco à campanha de Dilma em 2014
 A revista ISTOÉ desta semana publica reportagem de capa e mostra que perícia do TSE – Tribunal Superior Eleitoral - evidencia que a campanha de Dilma lavou dinheiro do Petrolão. Durante auditoria realizada pelo Tribunal Eleitoral, as gráficas VTPB, Focal e Red Seg, que receberam R$ 52 milhões da campanha da presidente afastada, em 2014, não comprovam que prestaram os serviços declarados
Segundo a revista semana, no dia 20 de abril, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, corregedora-geral da Justiça Eleitoral, autorizou a apuração das suspeitas de que a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, em 2014, havia utilizado gráficas para lavar dinheiro do Petrolão. Na última semana, o relatório entrou em fase final de redação e uma perícia deverá ser oficialmente divulgada no próximo mês. ISTOÉ apurou que as evidências de lavagem de recursos desviados da Petrobras se confirmaram. As empresas VTPB, Focal e Red Seg não conseguiram comprovar que prestaram os serviços declarados durante as últimas eleições, o que reforçam os indícios de que eram mesmo de fachada e serviram de ponte para o pagamento de propinas do Petrolão. Juntas, elas receberam uma fábula da campanha de Dilma em 2014: R$ 52 milhões.

Para ler a reportagem completa, dê um clique AQUI.

Resumo da 1ª Noite do São Pedro de Heliópolis

Luan Forró Estilizado (foto: Landisvalth Lima)
A primeira noite do São Pedro de Heliópolis 2016 começou no horário previsto. A partir das 20 horas marcaram presença Paixão Ardente, Grupo Calyente, Picapau Forrozeiro e Ronaldo Santtos. Todos cumpriram seus papeis e foram além do comum. Vale destacar o ótimo som de Ricardo Sá. O destaque da noite ficou por conta de Luan Forró Estilizado, banda que ficou famosa por participar do SuperStar da Rede Globo. Luan é forrozeiro impecável, mas parecia estar rouco. Isso não chega a ser novidade, dada a quantidade significativa de shows que a banda realiza nestes meses de junho e julho. A banda ficou devendo por não ousar deixar sua marca. Preferiu tocar sucessos já consagrados pelo público. É aquela velha história de seguir o caminho da grana e não da renovação ou imposição de uma nova marca. Quando estes sucessos cansarem o público, Luan poderá desaparecer porque não tem um estilo para chamar de seu.
Agora, que o público gostou, isto não tem dúvida. Num dado momento, Beto Fonseca subiu ao palco para cantar com Luan um dos sucessos da atualidade. O secretário de administração e finanças já tem uma profissão para quando resolver deixar a prefeitura municipal de Heliópolis. No geral, Luan cumpriu o papel a que veio. Logo após foi a vez de França, ex vocalista da banda Mastruz com Leite, com show marcado no ritmo de pisadinha. Ninguém ficou parado. A noite foi encerrada com o Império da Sofrência. Depois de muito forró, nada como fechar a noite despedaçando corações. No mais, tudo na ordem, exceto pelo fato de uma confusão na entrada do arraial ter marcado a face negra da noite. Nada que os seguranças e a polícia não pudessem resolver.

Pra ver fotos da 1ª noite, dê um clique AQUI.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Camaçari: um exemplo no meio da crise

Prefeito de Camaçari sacrifica futuro político para recuperar gestão.
Adelmar Delgado - prefeito de Camaçari - Ba (foto: A Tarde//Uol)
Todos sabemos que brasileiro não gosta de gestor eficiente e austero. O máximo que se pode fazer é mesclar eficiência com populismo. Isto garante a aprovação das contas e os votos para continuar na vida pública. O povo tem dificuldade em reconhecer os gestores que são austeros. Em Camaçari, o prefeito Ademar Delgado decidiu caminhar pela trilha correta, mas sabe que não terá direito a se reeleger.
Para isso, Ademar saiu do PT. Hoje está no PCdoB, que não é um partido que vá lhe garantir certificado de honestidade. Todos sabem que o comunismo no Brasil é ideologia vencida e o PCdoB está bem perto dos holofotes da Operação Lava Jato, mas dá ao prefeito certa independência. Sair debaixo da asa de Luiz Caetano (PT) foi muito importante para a tomada de medidas austeras. Os resultados começam a aparecer. A sessão do pleno do TCM - Tribunal de Contas dos Municípios - aprovou, por unanimidade, na tarde desta quinta-feira (07/07), as contas de 2014 do prefeito de Camaçari, Ademar Delgado das Chagas. Todo mundo sabe que o TCM é uma mão pesada para aprovar contas sem ressalvas e dá brechas enormes para que os gestores tenham suas contas aprovadas com ressalvas. Não foi pouca coisa o que Ademar conseguiu. O TCM acolheu os esclarecimentos feitos pelo Município sobre o posicionamento técnico e assim, aprovou, sem restrições, as contas do governo municipal.
O prefeito recebeu a notícia com muita felicidade. A aprovação reafirma os princípios de transparência e rigor com a coisa pública, adotados pela gestão do Município em Camaçari. No ano passado, por exemplo, para conseguir fechar as contas no final do ano, o prefeito cortou em 20% o próprio salário e, em igual proporção, os da vice-prefeita Maria do Carmo Siqueira (PSB), secretários, subsecretários e demais cargos de chefia. "Fizemos um ajuste orçamentário e cortamos na carne. Não teve jeito. Não estamos no caos, mas poderíamos chegar", afirmou o prefeito. No total, com as reduções salariais e gratificações, houve uma economia de R$ 2,5 milhões até dezembro de 2015.   
A prefeitura também decidiu reduzir o horário de funcionamento dos setores burocráticos da administração. O funcionamento ocorre das 8h às 14h. Houve ainda reavaliação de contratos, diminuição do número de eventos e medidas de refinanciamento para os contribuintes que tiverem pendências tributárias com o Município. "Tenho que fechar as minhas contas certinhas, ainda mais porque sou auditor fiscal", afirmou o gestor. De acordo com Ademar, as ações também são necessárias para não haver a interrupção de serviços essenciais ou obras já iniciadas. "Estou querendo salvar a gestão. Espero que a população compreenda", disse. O total de economia foi de R$ 47 milhões. Resta agora esperar que a maioria dos eleitores de Camaçari aplaudam, o que é pouco provável.

São Pedro de Heliópolis 2016: Começo arrasador!!!

Uma multidão marcou presença na Alvorada do São Pedro 2016
 A tradicional Festa de São Pedro de Heliópolis começou com uma multidão. A Banda Seeway, pelo segundo ano, faz a abertura da festa patrocinada pela Prefeitura Municipal de Heliópolis e, certamente, a maior festa da cidade e uma das mais disputadas da região Nordeste da Bahia. Por volta das sete horas da manhã, quando fechamos esta postagem, o Trio elétrico Foguinho ainda estava na metade do trajeto e ninguém demonstrava sinal de cansaço. A festa teve início por volta das 5 horas da manhã na Avenida Helvécio Pereira de Santana, saída para Poço Verde- Sergipe e seguirá pela mesma avenida, por cerca de 2 quilômetros, até a saída para Cícero Dantas. De lá, fazendo o retorno, assumirá a banda Forró É o Chefe. A previsão de encerramento da programação da parte da manhã será por volta das 10 horas..
Pela noite, a partir das 20 horas, teremos:

20:00H PAIXÃO ARDENTE
21:00H GRUPO KALYENTE
22:00H PICA PAU FORROZEIRO
23:00H RONALDO SANTTOS
00:00H LUAN ESTILIZADO
02:00H FRANÇA EX MASTRUZ COM LEITE
04:00H IMPÉRIO DA SOFRÊNCIA

Amanhã, sábado:

19:00H GERÔNIMO FORROZEIRO
20:00H BARÕES DO FORRÓ
21:00H GIL ANDRADE
22:00H ALAELSON DO ACORDEON
00:00H KATIA CILENE
02:00H FORRÓ É O CHEFFE
04:30H PRISIONEIROS DO ARROCHA
05:30H EDSON LINS

Domingo, dia 10, a festa se despede com:

19:00H NUVENS DE AMOR
20:00H OS MALAS
21:00H FORRÓ DAS GRINGAS
23:00H LEANDRO DA PISADINHA
00:00H JONAS ESTICADO
02:00H SAMYRA SHOW E FORRÓ 100%
04:00H SANDRYNO FERRAZ
06:00H PESADÃO DO FORRÓ
07:00H GILBERTO ALVES E MOITA

Para ver fotos da Alvorada, dê um clique AQUI.


Censura do STF contra bonecos só confirma a crítica

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Roda Viva: Marina Silva

I Forrozão do CEJDS foi um sucesso!

A turma do 2º ano A era uma das mais animadas (foto:Landisvalth Lima)
Depois de uma longa jornada, que começou na segunda-feira (4), alunos, professores e funcionários do Colégio Estadual José Dantas de Souza encerraram, às 22 horas desta quarta-feira (6), o I Forrozão do CEJDS. Os alunos capricharam na ornamentação de barracas típicas dos festejos juninos. Além disso, não faltaram licores, comidas da culinária nordestina e muito forró. Ao longo do dia, várias bandas se apresentaram: Banda de Pífano Do-ré-mi-fá, Cordas & Sons, Balada Prime, Gerônimo Forrozeiro, Prof. Sebastião e encerrou a noite com a cantora Gabriela. Não foi possível a apresentação de Edson Lins e Banda devido ao adiantado da hora.
O I Forrozão do Colégio Estadual José Dantas de Souza teve o apoio da Prefeitura Municipal de Heliópolis, com sonorização de Alaelson do Acordeom. Além da festa, um bingo foi realizado e cinco pessoas dividiram o prêmio de 500 reais. O evento faz parte do ciclo de festas que a escola está promovendo para arrecadação de fundos objetivando a melhoria da infraestrutura. Para o mês de setembro, o CEJDS estará promovendo a Semana Cultural, Esportiva e Científica. Desta vez, as produções serão configuradas pelos alunos e valerão como avaliações da 3ª unidade em várias disciplinas.

Para ver as fotos do I Forrozão dos CEJDS, dê um clique AQUI.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Rede confirma apoio a Ildinho

       Em Salvador, partido de Marina Silva homologa apoio da Rede de Heliópolis ao prefeito Ildefonso Andrade Fonseca, do PSL.
Júlio Rocha e Ana Dalva selaram apoio a Ildinho
       A Rede Sustentabilidade foi o primeiro partido a confirmar apoio à reeleição de Ildinho, do PSL de Heliópolis. O fato aconteceu no último domingo (3) em reunião com a Executiva Estadual. A vereadora Ana Dalva, os porta-vozes municipais Landisvalth Lima e Ana Lúcia Souza estavam presentes e defenderam a posição homologada. Além de Júlio Rocha e Silvio Ribeiro, da coordenação estadual, também marcou presença o Porta-voz da nacional, José Gustavo. O encontro ocorreu no auditório do Salvador Trade Center, na avenida Tancredo Neves, em Salvador, e contou com a participação de mais de quarenta municípios. 
       Um por um, os representantes apresentavam suas justificativas sobre as decisões tomadas nas suas respectivas cidades. O cuidado maior da Rede Sustentabilidade, segundo Júlio Rocha, não é contra partido A ou B, mas contra vícios da velha política. Um partido pode estar envolvido em corrupção a nível nacional, mas ali no município tem uma pessoa de boa reputação e, princialmente, com ótimas ideias. Seria um erro não conversar. Exatamente assim pensa a vereadora Ana Dalva. Inclusive, o apoio a Ildinho não será em troca de cargos. "Temos muitos problemas em Heliópolis e precisamos apresentar soluções.", disse. Por isso é que ela esperará uma reunião pública aberta para oficializar o apoio já homologado pelos dirigentes da estadual e da nacional.
       Mas a questão não ficou fechada. Ficaram ainda a resolver a candidatura de vice e da coligação para vereadores. Ana Dalva disse que não quer ser vice, mas quer influir na indicação. "Não pode ser qualquer um. Corrupto ou desagregador e gente que usa cargo público para perseguir pessoas não terão o meu apoio e nem da Rede.", detalhou a vereadora. Nas próximas reuniões semanais da Rede Sustentabilidade ficarão definidos outros candidatos a vereadores. Um já está na lista do Diretório Estadual. Trata-se de Diego Souza, coordenador financeiro, mas ele ainda depende das decisões que serão tomadas pela família.
       Ana Dalva já tornou público os dezoito pontos que estarão no Programa do futuro governo de Ildinho. São eles: 1 – Mais investimento em saúde pública e saneamento básico, bem como a implantação urgente de uma maternidade no município. 2 – A falta de segurança pública é consequência do baixo nível da educação, das desestrutura familiar, da decadência dos valores sociais e religiosos, da expansão do uso das drogas e do baixo investimento do estado na área. É preciso pensar de forma global a resolução do problema. 3 – Combater o baixo investimento em infraestrutura em diversas áreas. 4 – Chamar a atenção da sociedade para a extração de areia no município e uma solução definitiva para o açude de Heliópolis. 5 – Desenvolvimento social só é possível com abundante investimento em educação. 6 – Estudar a fomentação da cultura popular e erudita como pressuposto para o desenvolvimento. 7 – Tratar da educação em tempo integral e do financiamento de projetos que visem a melhoria dos índices baixíssimos de educação. 8 – Desenvolvimento de modalidades esportivas no município, incentivando a criação de entidades administradoras das atividades no desporto. 9 – Investir na maior festa popular de Heliópolis, o São Pedro, focando na sua tradicionalidade como preservação da cultura do nosso povo.
       Também: 10 – Mapear os grupos sociais marginalizados, sobretudo permitir a estes oportunidades de desenvolvimento, inclusive os portadores de deficiências. 11 – Combater quaisquer atentados à individualidade e ao sagrado direito de escolha, não permitindo atitudes discriminadoras. 12 – Incentivar o empreendedorismo e injetar recursos para incremento da economia nas diversas áreas, da agricultura ao comércio. 13 – Incentivo ao turismo de eventos e festas tradicionais, organizando festivais e contribuindo com a interatividade entre municípios da região. 14 – Combate sem trégua às desigualdades sociais. Mapear as famílias portadores de carências sociais, morais e afetivas e promover acesso às conquistas mínimas. 15 – Aparelhar o Conselho Tutelar e incrementar programas que permitam dar à criança e ao adolescente condições para o seu pleno desenvolvimento. 16 – Combater todas as formas de preconceitos e promover a integração pacífica das raças. 17 – Levar desenvolvimento às áreas vulneráveis e pouco desenvolvidas, permitindo ao município um crescimento menos desigual e, 18 – Melhorar a forma de se fazer política. Mais política, menos politicagem. Mais debates, menos negociatas. Destruir a ideia de que política é um grande negócio e fazer renascer os ideais do republicanismo.