Exclusivo!

Tiroteio, morte e sequestro em Heliópolis

João José (esquerda) morreu no tiroteio. Mateus (direita) está desaparecido A violência em nossa região está tão grande que é preciso a...

Novidade

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Heliópolis dá adeus a Dona Vanda

Na Missa de Corpo Presente, Dona Vanda foi chamada de Rainha
Foi uma longa e merecida homenagem com o gosto desejoso do infinito. Heliópolis se despediu na tarde desta sexta-feira (29) da mulher que mais influenciou o comportamento político e social deste rincão. Evanilde Ribeiro de Souza Fontes herdou de José Dantas de Souza o apego à política, sem nunca ter deixado de ser mãe, avó e bisavó. Tinha 75 anos e um desejo infinito de ser protagonista, sem mostrar vaidade por isso. Numa terra de patriarcas, ela nunca quis ser matriarca, mas, por circunstância da vida, foi sem nunca ter querido ser. Elegante, sempre otimista, nunca guardava ódio. Quando alçada ao cargo de vice-prefeita, foi preterida pelo grupo, um pouco por ser mulher, outro tanto por saber que todos estavam no caminho errado. O tempo deu razão a Dona Vanda.
A Avenida 7 de Setembro ficou pequena para o cortejo
E foi por tudo isso que uma multidão compareceu ao velório e ao sepultamento. As homenagens começaram a partir da Missa de Corpo presente na casa de Ivan Fontes, um dos seus filhos. O padre João Maranduba disse que havia morrido uma parte da história de Heliópolis e a chamou de Rainha. Após o ato religioso, em marcha fúnebre, o cortejo seguiu para a Câmara Municipal de Heliópolis onde o público pode se despedir de Vanda, da Madrinha Vanda ou de Dona Vanda. Usando a palavra, o Vice-Prefeito de Heliópolis, Gama Neves, fez um histórico da família e da sua importância para a formação de Heliópolis e da região. O ex-prefeito Zé do Sertão, aliado e outrora adversário político de Dona Vanda, fez um pronunciamento emocionado. Dr. Gabriel, neto da falecida, leu consternado uma mensagem da neta Lícia, que está em Londres, Inglaterra, em intercâmbio de estudos. O presidente da câmara aproveitou para anunciar que nomeará o Plenário da casa com o nome da ex-vice-prefeita. Também Suellen e Jane fizeram homenagens. 
O público prestou sua última homenagem a Dona Vanda
Da Câmara Municipal, o corpo fez seu último trajeto, seguindo em direção à Igreja do Sagrado Coração de Jesus e sepultado no cemitério local por volta das 17 horas e 30 minutos. Várias autoridades marcaram presença como o prefeito Ildinho, o secretário Beto Fonseca, a vereadora Ana Dalva, Ronaldo Santana, Claudivan Alves e tantos outros. Evanilde Ribeiro de Souza Fontes, ou simplesmente Dona Vanda, deixou um grande legado, que não pode ser medido pela régua dos valores monetários. O legado envolve honra, caráter, amor ao próximo e o encaramento da vida como algo simples e encantador.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Dona Vanda morreu!

O último ato político de Dona Vanda foi assistir ao discurso do governador Rui Costa
Ela tinha 75 anos e já foi vice-prefeita de Heliópolis por duas vezes.
A ex-vice-prefeita de Heliópolis na administração Aroaldo Barbosa, Evanilde Ribeiro de Souza, conhecida por Dona Vanda, faleceu esta noite. Ela era filha do maior lutador pela emancipação política de Heliópolis, José Dantas de Souza, o Nozinho, que foi prefeito de Ribeira do Amparo, município mãe de Heliópolis. Dona Vanda disputou a prefeitura municipal por duas oportunidades e não conseguiu seu intento de administrar o município que seu pai emancipou. Num acordo político com a oposição, elegeu-se vice-prefeita por duas vezes, em 1996 e 2000. Em seguida abandonou a política como disputa, mas nunca rompeu com ela definitivamente. Na visita do governador Rui Costa a Heliópolis, lá estava ela no meio do povo, lúcida, tranquila, olhando para tudo com sua visão serena de esperança. Sem saber, estava a dois dias de nos deixar.
A vereadora Ana Dalva, que passou a notícia inicial a este blog, ficou chocada. Eram colegas de academia e estava em plena saúde, apesar dos seus 75 anos. Nesta quinta-feira, Dona Vanda passou mal, foi atendida no posto médico de Heliópolis e levada às pressas para Ribeira do Pombal, Hospital Santa Tereza. Lá não resistiu a um ataque cardíaco e veio a falecer por volta das 21 horas. Ela era viúva de Antônio Fontes, ou Tonho de Vanda, e deixa quatro filhos: Isabel Fontes, Marcos Fontes, Ivan Fontes e José Dantas. O corpo está sendo velado na casa do filho Ivan, localizada na Praça que leva o nome do pai da ex-vice-prefeita, em frente à Prefeitura Municipal. O sepultamento será a partir das 15 horas desta sexta-feira (29).

A visita de Rui Costa I: A história

Rui Costa ao lado de Ildinho na Cajazeiras
Agora que passou todo o processo do antes, do durante e do depois, é possível fazer um apanhado melhor do que foi a visita do governador Rui Costa ao município de Heliópolis no dia 26 de janeiro deste ano. Neste artigo, faremos um raio X detalhado da vinda do governador que, para o povo do Estado da Bahia, foi mais uma visita com uma série de inaugurações. Para o povo de Heliópolis foi uma das três mais importantes que um chefe de estado já fez a nosso município.
Antes da chegada do governador, por volta das 8 horas, o prefeito Ildefonso Andrade Fonseca, o Ildinho, acompanhado de autoridades municipais e do deputado federal José Nunes, entregou ao povoado da Serra dos Correias uma quadra poliesportiva coberta e com vestiário, investimento de 510 mil com recursos do FNDE, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. O prefeito e sua comitiva seguiram para o povoado Cajazeiras onde o governador pousaria para inaugurar uma série de outras obras.
Chegada do helicóptero à cajazeiras
Rui Costa chegou de helicóptero num pouso às 9 horas 40 minutos, no campo de futebol do povoado Cajazeiras. Estava atrasado apenas 20 minutos. Ildinho, acompanhado de várias autoridades e de uma multidão, foi receber Rui Costa e o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo. Como o campo fica ao lado da quadra poliesportiva, esta foi a primeira a ser inaugurada, Quem ainda não conhecia a estrutura ficou pasmado. Um senhor chegou até a dizer: “Mas uma obra dessas aqui! Na Cajazeiras? Não tem uma dessas na cidade de Heliópolis!”. Era verdade, mas um outro retrucou: “Deveríamos ter uma dessas em todos os povoados de Heliópolis!”.
Enquanto isso, Ildinho, Rui Costa e Marcelo Nilo tentavam fazer gol na quadra nova. Conseguiram. A goleira foi generosa. José Nunes, Beto Fonseca e outros resolveram não arriscar. Da quadra coberta, com vestiário, mais um investimento 510 mil reais do FNDE, seguiram para a praça do povoado que agora foi batizada como José Vital da Silva, uma justa homenagem a Zezito da Cajazeiras. A esposa, dona Rosália, não resistiu à emoção e caiu em lágrimas diante do prefeito e do governador. O investimento total foi de 188 mil reais. Cajazeiras precisou esperar 30 anos para receber duas obras que deixam a comunidade cheia de orgulho.
Rui Costa com Ana Dalva, a equipe de saúde e Zé do Sertão
Do povoado, o prefeito e o governador seguem em comitiva para o bairro Santos Dumont, na sede. Lá foram recebidos pela secretária de saúde, vereadora Ana Dalva, pelo médico Dr. Adriano e toda a equipe de saúde da Unidade Básica do Santos Dumont. O investimento é de exatos 200 mil reais, com farmácia, ambulatório, administração e capacidade para realizar atendimentos de odontologia e clínica geral, além da equipe de enfermagem que atende no posto. O bairro mais carente da cidade já começa a ter investimentos necessários, mas é só o começo. Ainda há muito a se fazer pela comunidade.
Antes do governador seguir para o centro da cidade, a vereadora Ana Dalva pediu que o governador fizesse a doação ao município do prédio e do terreno da EBDA, que está desativada, para a construção da Praça do Estudante. Antes mesmo de chegar ao local onde estava o palanque, Rui Costa foi, acompanhado pelo prefeito, olhar o local e fez um sinal de positivo ao Ildinho aprovando a ideia. Agora é só preparar o projeto. Foi Ildinho quem nomeou como Praça do Estudante, por ficar ao lado do Colégio Estadual José Dantas de Souza, a poucos metros da Creche e do Colégio Waldir Pires.  
Rui e Ildinho num positivo para este blog
Em palanque armado na avenida Helvécio Pereira de Santana, no largo da Emancipação, a comitiva governamental chegou e lá várias pessoas usaram a palavra, depois da apresentação da Banda Musimarcial do município. No palanque havia políticos do grupo do prefeito, alguns do oposição, prefeitos e vereadores de toda região. Muitos aproveitaram para entregar pedidos e dar ideias. Usou a palavra a deputada Fátima Nunes, vaiada porque ousou falar em nomes dos opositores do prefeito. Também falaram o deputado federal José Nunes e o quase eterno presidente da Assembleia, Marcelo Nilo. O prefeito Ildefonso Andrade Fonseca seria o penúltimo a falar, mas, depois de umas poucas palavras, quebrou o protocolo, pediu desculpas ao governador, mas disse que seu filho, Beto Fonseca, é quem falaria por ele. E Beto não decepcionou nos agradecimentos àqueles que contribuíram para a inauguração das dez obras. Enquanto isso, a multidão não se cansava de aplaudir e isso continuou quando o governador Rui Costa usou a palavra.
Rui discursa ao lado do deputado José Nunes
Além de chamar atenção para as obras, as quadras poliesportivas da Cajazeiras e da Serra dos Correia, a pavimentação asfáltica, e em paralelepípedo, de diversas ruas e avenidas, que somam, juntas, mais de R$1,2 milhão. Rui Costa distribuiu 57 títulos de domínio aos agricultores de seis municípios da região, somando investimento da ordem de R$ 44,2 mil. Para o governador, todas as mudanças promovem melhoria na qualidade de vida da população de Heliópolis. "A lista de investimentos que estamos entregando aqui hoje não é pequena. São duas quadras, ruas pavimentadas, unidade de saúde. Juntos, esses investimentos, com recursos do Governo do Estado e da prefeitura, além de obras em andamento, somam quase R$ 4 milhões. Nada vence o trabalho e continuaremos trabalhando pelo povo humilde”, afirmou Rui Costa.
Rui Costa e Beto Fonseca no CEJDS
Segundo o governador, já existem, no município de Heliópolis, obras em andamento sob a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) e, após inauguração, será assinado um convênio para fazer o restante da pavimentação. “Meu compromisso é continuar investindo e estamos montando consórcio de saúde que também chegará aqui nessa região". Um dos momentos mais importantes do discurso de Rui Costa foi pedir ajuda ao povo. Para ele, não adianta o governo fazer as obras se elas são danificadas ou subaproveitadas; não adianta colocar policias na rua se as pessoas não se educam.

Rui Costa com alunos, professores e equipe diretiva do CEJDS
Depois de posar para várias fotos e atender pacientemente políticos e pessoas, Rui Costa foi visitar o Colégio Estadual José Dantas de Souza. O CEJDS é a 147ª escola a ser visitada pelo governador. A ideia é aproximar o trabalho do Governo do Estado da realidade das escolas e lá foi recebido pelos professores Rivanda Nascimento, Gilberto Jacó e Landisvalth Lima, que formam o novo corpo diretivo da instituição, além do novo diretor da NRE-17, prof. Paulo Nery. O governador visitou todos os cômodos da escola e viu a realidade bem de perto. Também conversou com estudantes, entregou dez computadores, autorizou ao prefeito Ildinho o calçamento da frente do colégio e determinou providências para atender as necessidades do colégio antes do início das aulas. Foi uma visita importantíssima, não só pelas dez obras que inaugurou como pela nova visão de um governante à frente do Estado. Mas isso já é assunto para uma outra postagem.
Para ver mais fotos do evento, dê um clique AQUI

Rui Costa em Heliópolis

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Rui Costa chegará 9 horas em Cajazeiras

Governador Rui Costa
A programação da visita do Governador Rui Costa a Heliópolis nesta terça-feira (26) já foi divulgada:
Às 9 horas da manhã o governador da Bahia pousará de helicóptero no povoado Cajazeiras. Lá Rui Costa e o prefeito Ildinho inauguram uma quadra poliesportiva com vestiários, pronta para a prática do futebol de salão, voleibol e basquetebol. Foram investidos 510 mil reais, com recursos do FNDE. Além disso, Cajazeiras também terá sua praça pronta e inaugurada. Os recursos são da prefeitura municipal, num total de 188 mil.
A inauguração da UBS – Unidade Básica de Saúde – do bairro Santos Dumont será por volta das 10 horas da manhã. Depois de passar pelas obras concluídas, inclusive ruas calçadas e pavimentadas, o governador e o prefeito seguirão para um palanque, já armado desde sábado na avenida Helvécio Pereira de Santana, próximo aos Correios. Estão relacionados para uso da palavra o prefeito Ildinho, os deputados presentes e o governador Rui Costa.
Por volta de 11 e meia da manhã, o governador fará uma visita ao Colégio Estadual José Dantas de Souza para ouvir a comunidade escolar. 
Haverá ainda uma programação que reunirá o prefeito Ildinho e vários deputados. Por voltas das 8 horas da manhã, vão inaugurar a quadra ´poliesportiva do povoado Serra dos Correias, além de obras de calçamento no povoado.

domingo, 24 de janeiro de 2016

Matrículas no CEJDS e EJA esta semana em Heliópolis

A direção do Colégio Estadual José Dantas de Souza – CEJDS – e o secretário municipal de educação, professor Quelton, comunicam que haverá ônibus noturno saindo dos povoados para a sede. Havendo alunos, o transporte será providenciado para Tanque Novo, Riacho, Cajazeiras, Farmácia, Tijuco, Viuveira, Massaranduba e Serra dos Correias para atender os estudantes matriculados no EJA Noturno e os alunos do CEJDS também da noite. A oportunidade é principalmente para aqueles que querem retornar aos estudos de onde parou, ou para aqueles que querem acelerar os estudos no ensino fundamental. As matrículas para o EJA estão abertas até dia 29 de janeiro. Já as matriculas para o ensino médio no CEJDS ocorrerão apenas nos dias 26 e 27 de janeiro, terça e quarta.
Rui Costa virá terça-feira 
O governador Rui Costa, embora o pessoal do Cerimonial ainda não tenha liberado a programação oficial, virá para Heliópolis na terça-feira, dia 26, provavelmente pela tarde, em horário ainda a confirmar. Fortes chuvas impediram que o governador inaugurasse as obras em Heliópolis, que envolvem próximo de 3 milhões e meio de investimentos. Assim que sair oficialmente a programação, será postada aqui. A ordem do prefeito Ildinho é não desarmar nada e manter as coisas nos seus devidos lugares. Até porque o custo seria altíssimo se tudo fosse reiniciado. O tempo é de economia total.