Exclusivo!

2º dia da 1ª Fecultarte teve dança, vídeo e teatro

A 2ª noite da 1ª Fecultarte foi dominada pela dança e pelo teatro (foto: Landisvalth Lima) O Colégio Estadual José Dantas de Souza – C...

Novidade

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Os inelegíveis também amam

É muito difícil mudar um país como o nosso. Estamos acostumados a cometer erros e vem sempre alguém para passar a mão pela nossa cabeça. Também não temos a capacidade de assumir os nossos próprios erros. E a geração que vem aí parece não ser diferente. Hoje, ao abrir meu Facebook, leio uma mensagem de Alyne Stéfani de Andrade, filha do ex-prefeito Aroaldo Barbosa. Diz ela: “Caro Landisvalth Lima, gostaria muito de saber que males meu pai te fez, afinal, se ele fez, tenho certeza que ele gostaria de rever.
Não lhe enviarei um texto com o intuito de mostrar meu pai como um "herói", e nem expor os teus feitos, mas como eu e VOCÊ sabemos, tudo que ele te fez foi de bom coração, tal que, nunca lhe cobrou nada! Qual o motivo de tanta perseguição e falatório? Pratique/receba as dádivas da gratidão! Ela faz bem para o seu coração e para o mundo!”
É uma pena que uma adolescente veja um fato como uma perseguição. Talvez ela nem mesmo saiba o que diz. Está ali para defender o seu pai que, sem dúvida, é um homem que merece o carinho dos seus filhos. Aroaldo sempre foi um bom pai, dentro das limitações da nossa cultura. Mas quando foi que questionei sua posição como pai fraterno, amigo de todas as horas ou ofendi a sua dignidade? O artigo ironiza o fato de ele ter dito que estava limpo para ser candidato. Não está. Quem ainda tem dúvida, dê um clique AQUI.
Ninguém gosta de ouvir verdades. Sempre somos favoráveis a esconder debaixo do tapete os defeitos dos outros para que não vejam os nossos. Deveria ser o contrário. Precisamos estar sempre expostos para evitar os desvios de conduta, principalmente se estamos na vida pública. Se olharmos para as três listas, a do TCU – Tribunal de Contas da União; TCE – Tribunal de Contas do Estado e TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, veremos milhares de pessoas impossibilitadas de serem candidatadas por inúmeras irregularidades, das mais simples até formação de quadrilha para roubar deliberadamente o parco dinheiro do nosso povo.
Portanto, Alyne, não tenho nada pessoal contra seu pai, que será meu amigo até o dia que quiser. Não me queixo de sua postagem. Ela prova que você tem um pai carinhoso. Continue a defendê-lo até o último momento possível. Os inelegíveis também amam. Só lamento neste episódio os que curtiram sua postagem. Eles não estão defendendo Aroaldo Barbosa. Procuram lenitivos para a dor da disputa eleitoral. Pode olhar a lista dos que curtiram. São todos ligados ao grupo político que, até bem poucos dias, queria a vereadora Ana Dalva para ser vice. Lamento mais ainda que, em Heliópolis, outros deveriam figurar nas três listas de inelegíveis, fazendo companhia a Aroaldo, inclusive gente que está hoje no palanque de Ildinho. E é bom que se diga: as irregularidades praticadas por Aroaldo são fichinhas diante de alguns nomes que sobem no palanque dele, e também no meu. (Landisvalth Lima)