Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Cadê o posto eleitoral de Heliópolis?

Completará no próximo dia 24 de fevereiro 1 ano da postagem aqui neste blog afirmando que o problema da transferência do município de Heliópolis da zona eleitoral de Cícero Dantas para a de Ribeira do Pombal havia sido resolvido a contento. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Desembargador Lourival Almeida Trindade, encontrou uma solução que agradou a todos. Heliópolis passaria a ter um Posto de Atendimento da Justiça Eleitoral na cidade. Os deslocamentos dos eleitores para o cartório acanhado e sobrecarregado da cidade de Cícero Dantas havia acabado. Um ano depois, tirar Título Eleitoral em Ribeira do Pombal virou um inferno. O TRE não cumpriu com o que prometeu.
A decisão foi tomada numa audiência de uma segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015, no TRE – Tribunal Regional Eleitoral – em Salvador. Compareceram ao evento os vereadores Giomar Evangelista, Ana Dalva Batista Reis, Doriedson Oliveira, Zeic Andrade, Ronaldo Santana, Valdelício Dantas da Gama, Claudivan Alves e José Mendonça Dantas. Também marcaram presença o secretário de administração e finanças de Heliópolis Beto Fonseca, o vice-prefeito Gama Neves, o advogado da câmara municipal Dr. Gabriel Fontes, o deputado estadual Sandro Régis e o deputado Federal José Carlos Aleluia. Todos foram enganados. Mas mais enganados ainda estão sendo as pessoas que se deslocam 45 quilômetros para ter o direito de exercer a sua cidadania. 
O desembargador Lourival Trindade fez ver aos políticos da oposição e situação que não havia outra solução naquele momento a tomar. Cabia então ao prefeito ceder os funcionários e o local para implantação do posto. Esta parte o prefeito Ildinho já providenciou. Até uma funcionária cedida pela prefeitura já trabalha no fórum em Ribeira do Pombal. Já há também o local onde funcionaria o posto eleitoral. Entretanto, o que vivenciamos hoje é um dia só em Pombal para atendimento exclusivo dos eleitores de Heliópolis, terça-feira, e apenas 35 senhas. Resultado, filas e mais filas. Já há pessoas saindo de Heliópolis na segunda-feira 10 horas da noite para conseguir fazer o seu registro eleitoral ou transferência.  Heliópolis hoje é da 110ª Zona Eleitoral de Ribeira do Pombal, e deixou de se atormentar numa distância de 25 quilômetros para sofrer numa de 45. É muito sofrimento!