Exclusivo!

Heliópolis: Populares reagem e bandido é morto em assalto a ônibus

Mais um assalto a ônibus acontece na zona rural de Heliópolis Mais um assalto a ônibus acontece em Heliópolis. Desta vez, o veículo ass...

Novidade

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

As duas Câmaras em Heliópolis: o impasse continua


Vereadores Ronaldo, Zé do Sertão, Valdelício, Zeic Andrade e José Clóvis
foram barrados e não têm acesso à Câmara Municipal
(foto: Ana Lúcia)
Parece que o tempo não cura as chagas abertas no corpo político da Câmara Municipal de Heliópolis. Nenhum lado vai ceder e o impasse vai continuar. Nunca se desejou tanto a intervenção da Justiça para acabar com a desavença. Conversando com um vereador da situação, foi categórico: ninguém vai mais engolir o desrespeito do vereador Giomar Evangelista para com o Regimento Interno da Câmara. A verdade é que o presidente não está cumprindo as normas internas do Poder Legislativo e perdeu o respeito dos vereadores da situação, e não tem mais legitimidade para continuar administrando a Câmara Municipal.
Na sessão ordinária desta segunda-feira (29) o quadro foi o mesmo. Todos os vereadores opositores do prefeito Ildinho estavam presentes e nada foi resolvido. Eles só têm número para abrir a sessão, mas não podem deliberar nada. É como se tivéssemos quatro vereadores inúteis. A utilidade estava apenas nos discursos e justificativas para as atitudes deles, que só se pode dizer que são as mais estapafúrdias possíveis. Numa delas, cabe registrar, Giomar disse que era preciso sentar e dialogar para resolver o impasse! Pasmem! Ele descobriu a roda! Quem já não sabe disso? Será que só agora Giomar descobriu que a política do impasse se resolve com a política do diálogo? Só falta agora ele descobrir que quem deve convocar é o presidente do Poder Legislativo. Está lá no Regimento que isto é uma prerrogativa do dirigente legislativo.
Mais uma sessão ordinária pela manhã inútil (foto: Ana Lúcia)
É ele que tem que convocar a reunião com seus comandados. E tudo deve ser feito legalmente, sem ser uma sessão ordinária. O Landisvalth Blog vai aqui orientar: é só mandar uma pessoa conversar com os vereadores da situação para que eles determinem as condições. Ou então, fazer o que deve ser feito: abrir a sessão da próxima segunda-feira (07) às 18 horas, colocar os projetos em pauta, justificar em Plenário que tem aula às 19 horas, passar a presidência para o vereador Claudivan Alves, que é vice-presidente, e ir para sua faculdade, deixando que os vereadores decidam as questões. É simples. Ninguém perderá mais do que já se perdeu.
Caso contrário, tudo caminhará como está. Novamente nesta segunda-feira (29), os cinco vereadores da situação foram para a Câmara Municipal no horário regimental. O local estava novamente fechado e novamente se dirigiram para a Escola Rui Barbosa. Nada foi decidido mais uma vez porque eles não estão tendo acesso aos documentos, mesmo sendo maioria. Giomar vive a dizer que está sendo perseguido, mas ele se esquece de dizer que foi por acordo que transferiram as sessões para segunda pela manhã. Ou seja, todos queriam ajudá-lo, por consideração. Agora, por causa de sua arrogância esnobe, está pagando caro. Não se trata de perseguição, mas de reação a um comportamento partidariesco do presidente da casa. Quem pode imaginar que a maioria de um parlamento não tem voz? Quem já ouviu falar que em democracia a maioria não decide nada? O desafio, imposto a Giomar Evangelista, é saber conviver com o contraditório. Agindo desta forma, o vereador desonra seu partido, o parlamento, a democracia e os seus eleitores. Não está preparado para ser um político no sentido positivo da palavra.
Posto eleitoral
Posto Eleitoral já está com todos os equipamentos (foto: Ana Lúcia)
Finalmente o TRE – Tribunal Regional Eleitoral da Bahia – tomou as devidas providências e o Posto Eleitoral de Heliópolis já está com sua estrutura montada. Antes tarde do que nunca. A promessa foi finalmente cumprida. A notícia foi passada ao Landisvalth Blog pelo encarregado da Prefeitura Municipal de Heliópolis, Fabinho Dantas – o Fabinho do Bar. Para que o local funcione a todo vapor, aguarda-se a chegada de um técnico do tribunal para instalação dos programas. No posto funcionará a já esperada biometria. Mas é bom que se diga que só os títulos novos e as transferências passarão pelo cadastramento biométrico digital. Os títulos antigos continuarão valendo e as eleições deste ano serão realizadas como as anteriores. Se o cronograma não atrasar, logo após as instalações dos programas, só será aguardada a autorização do juiz eleitoral de Ribeira do Pombal para o início das atividades do posto. Isso poderá ocorrer já esta semana ou, no mais tardar, na segunda-feira, 07 de março. A localização é a melhor possível: fica bem em frente à creche Maria Lícia, na rua Mangabeira. O melhor de tudo é que a correria vai acabar. MUITO BOM!
Transporte escolar
A questão do transporte escolar ainda não foi totalmente resolvida, mas, segundo o professor José Quelton, os casos estão sendo estudados de forma individual. A nova empresa responsável pela questão do Transporte Escolar quer evitar falhas e reclamações. Todos os trajetos estão sendo estudados para que sejam corrigidas distorções e falhas. O secretário de educação não tem dúvida, as aulas começarão na próxima segunda-feira, 07 de março. O único problema que ele está encontrando é na reforma da escola do povoado Viuveira, que pode não ficar pronta a tempo. Mas Quelton avisa que é um problema isolado e que não prejudicará a rede. Ainda bem.