Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ildinho volta a ter maioria na Câmara de Heliópolis

Ildinho recompõe sua maioria na Câmara
O vereador Valdelício volta ao grupo do prefeito e provoca uma reviravolta. Projeto de Suplementação não é votado. Ação de Giomar contra Ana Dalva tem dedo de Gama Neves.
O comportamento político de determinada pessoa dá para servir de referencial ao seu caráter. Na política, e na vida, não dá para fazer qualquer coisa pisando na cabeça dos outros. Não se pode dizer frases como “a gente faz o diabo para vencer” ou “a maioria agora é nossa e podemos fazer o que quiser”. Estamos numa democracia e tudo tem limites. Não sei se a oposição entendeu nesta segunda-feira que política é arte do possível, mas o baque que levou a deixará tonta por um longo período. A rasteira foi dada pelo vereador Valdelício Dantas da Gama. Ele hoje anunciou seu retorno ao grupo do prefeito Ildefonso Andrade Fonseca, o Ildinho, de Heliópolis.
Valdelício volta ao grupo de Ildinho
Não é surpresa que a situação no grupo político da oposição não estava bem para Valdelício (PSD). Foi o voto decisivo dele que elegeu o vereador Giomar Evangelista (PCdoB) como presidente do Legislativo Municipal. Ele foi claramente abandonado por Giomar e por Gama Neves. Não é surpresa para ninguém que Gama e Giomar estavam articulados, irmanadas em ações políticas. O presidente da Câmara abriu sua metralhadora contra o prefeito e contra a vereadora Ana Dalva. Há inúmeros processos ocupando a Justiça com coisas menores, que poderiam ser resolvidas com diálogo. Giomar, sob orientação de Gama Neves, com o intuito de colocar Ildinho na parede, atira para todos os lados e tem orgulho disso. Chegou a dizer que “hoje a pessoa mais próxima de Gama sou eu, depois da mulher dele”!
A prova do envolvimento incentivador de Gama é tão nítida, que até correspondências ao TCM foram produzidas para acelerar apuração de denúncia de Giomar contra Ana Dalva. Tudo isso só porque a vereadora quer continuar a receber o seu salário pela câmara. Eles chegaram ao desplante de aprovar mudança regimental, forçando o vereador que se afastar para exercer cargo de secretário municipal não opte pelo salário de vereador. A Câmara Municipal de Heliópolis se acha superior ao que reza a Constituição Brasileira. E de nada adiantaram os apelos do vereador Zé do Sertão. A mudança foi aprovada, inclusive com o voto do vereador Valdelício. Criaram algo que não vale nada, não serve para nada, nem mesmo para fazer raiva.
O que provocou raiva mesmo foi a decisão tomada pelo vereador de voltar ao grupo do prefeito Ildinho. Valdelício já se sentou na cadeira da situação na sessão desta segunda-feira (14). O vereador foi xingado, ameaçado, intimidado por seguidores do PCdoB e do DEM. O herói de ontem virou o vilão do hoje, mas continuou calmo e resoluto. Antes de sua decisão, chegou a dizer à vereadora Ana Dalva que “se eu soubesse que era assim, nunca teria votado contra você!”. Enquanto Giomar alegava falta de dinheiro para as diárias dos vereadores, colocava diária para si; enquanto Gama Neves se preocupava em ficar influenciando as atitudes de Giomar, para depois dizer que não tinha nada com isso, Valdelício procurava saídas no labirinto político e contou com a compreensão e paciência de Ildinho. Este guardava uma carta na manga para usar como ferro para os que um dia lhe feriram.
Os motivos
Valdelício é um jogador em final de carreira. Precisa de mais um mandato para sua aposentadoria. Fez as contas e viu que a contabilidade não fechava com a oposição. Esperava contar com Gama, mas este preferiu apoiar Giomar, que também está na corda bamba. Pelas contas dele, o grupo do prefeito deve chegar a 6 cadeiras na Câmara. No mínimo 5. Uma delas é dele. Para completar, Ildinho deve ter dado a ele o direito de indicar um nome para a Secretaria de Assistência Social. Nesta terça-feira (15) deve ser publicado no Diário Oficial do Município a nomeação de Josefa Vagna Gama como secretária da pasta. Ela é filha do vereador.
Desespero
Com isso tudo acontecendo, Giomar Evangelista parece começar a dar sérios sintomas de desespero. O prefeito Ildinho enviou para o Legislativo Projeto de Lei nº 007/2015, que amplia a Suplementação Orçamentária para 60%. Pediu o prefeito Urgência Urgentíssima. Era para o presidente da casa colocar em votação para o Plenário decidir pela urgência ou não, como manda o Regimento Interno. Sabendo que era derrota certa, Giomar não colocou em pauta o Projeto e alegou que o pedido de urgência estava na segunda página e não na primeira! O desespero é tanto que o vereador se esqueceu de que o Projeto de Lei nº 005/2015 também tinha o pedido de urgência na segunda folha e foi apreciado. Nem Lexotan resolve!
Revanchismo
Não cabe aqui nenhum revanchismo. Ildinho não pode usar a maioria do governo para dar uma surra vingativa em Giomar e Gama Neves. Agora é a hora de dialogar. Heliópolis precisa continuar crescendo. Vingança não resolverá. Ildinho já é vitorioso. Agora é hora de pensar em Heliópolis. Se possível, é hora de mandar flores. Entretanto, não se deve mais permitir os desatinos do atual presidente. E se ele não permitir o diálogo, é tempo de usar a Justiça e/ou o poder da maioria.