Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

segunda-feira, 16 de março de 2015

Dilma, tenha a dignidade de renunciar!

                                                          Landisvalth Lima
Dilma e o PT estão surdos à voz das ruas
Há certos momentos em que nos fechamos para o ouvir, para as coisas óbvias. Muitas vezes nos cercamos de pessoas que, por motivos vários, também não conseguem ver a realidade nua e crua batendo à nossa porta. Não há exemplo melhor aqui a dar como o ato de estar no poder. Lá do alto das nossas prerrogativas, quando somos arrebatados pelo cargo, não enxergamos nada ou fingimos que nada de ruim acontece. Esse dilema está sendo protagonizado pela Dilma Rousseff. Produto de uma mídia artificial, agora vive o dilema de sobreviver a uma longa travessia de 45 meses ou pegar o boné com a estrela vermelha e ir para casa.
O Brasil custou a acreditar, e até mesmo a oposição não sabia disso, exceto Marina Silva e Eduardo Campos, que o governo Dilma era um desastre total. Sustentada nas jogadas de marketing de João Santana, ela passou raspando para sua segunda vitória. Para isso, a mentira era a serventia da casa. A questão era ganhar, depois se faria o que fosse necessário para corrigir os rumos. Só que agora, 75 dias depois, tudo ficou velho. Vê-se um Joaquim Levy correndo contra o tempo e os outros 38 ministros ou fazendo idiotices ou não fazendo nada. O segundo governo Dilma já é uma catástrofe antes mesmo de começar para valer. O projeto criminoso de poder do Partido dos Trabalhadores está dando água.
E tudo isso por teimosia da presidente. Insiste em fazer tudo errado, achando que todos vão acreditar e acatar. Nem mesmo petistas históricos acreditam mais. É o caso, por exemplo, do senador Walter Pinheiro. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Pinheiro disse um ministro teria dito: "A PM está inflando esses números” e que na manifestação deste domingo (15) na Avenida Paulista não haveria "povão", e sim, a classe média que votou em Aécio Neves. Ou seja, ao invés de se preocupar com a denúncia, quer desqualificar o denunciado. Para Pinheiro, este ministro deveria "se preocupar com o recado, não importa de quem veio". Na opinião do senador baiano, as manifestações, que levaram milhares de pessoas às ruas em diversas cidades brasileiras, não se tratavam de um "terceiro turno", mas sim, "a continuidade de um recado que vêm desde a eleição". "Temos que parar e olhar para trás para ter capacidade e coragem de falar dos erros. (...) Pelo amor de Deus. Não é o problema com o Congresso, é com a sociedade. É com isso que estou preocupado. O meu governo não consegue falar com a sociedade, meu Deus!", desabafou. Tem gente no PT que ainda pensa!
Se Dilma e seus ministros não conseguem ouvir o óbvio, dando respostas desastradas à sociedade e insistindo na dicotomia nós contra eles; se ela não consegue nem mesmo ouvir o desgastado Lula ou as vozes vindas das ruas, então, é hora de dizer: Vai, Dilma, vai! Pega o teu boné e cai fora. Seu governo chegou ao fim. Ao sair de Brasília, cante: “Tire o seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor”. E não se queixe do povo brasileiro. Ele deu a você duas oportunidades nunca antes dada a nenhuma mulher na breve história deste país. E não cometa o erro de entregar os anéis ao PMDB, para ficar os próximos 45 meses obedecendo ordens do Cunha, do Renan e do Temer. Tenha a dignidade de renunciar!
Festa com chapéu alheio
O governador Rui Costa (PT) realizou nesta segunda-feira (16), em Feira de Santana, a entrega de 98 ônibus escolares. Os veículos rurais escolares são adequados às condições de trafegabilidade das vias da zona rural e irão beneficiar estudantes do ensino médio da rede pública estadual de ensino. Durante encontro com 76 prefeitos, Rui ressaltou que irá lançar o Pacto pela Educação e que, para isso, precisa do apoio de todos. "Tem que ser abraçado pela sociedade". Só que os ônibus são do projeto federal Caminho da Escola. Não há nada de grana do governo do estado. Rui faz o que deseja: fazer festa com o chapéu alheio, seguindo a cartilha de Wagner. Fala de educação de qualidade, mas ainda não resolveu a questão do aumento de 13% para os professores e nem a reposição da inflação para os demais funcionários públicos. Como o PT diz que não há crise no Brasil, e tampouco na Bahia, a culpa é da crise internacional.
1.200 demitidos
Com a extinção da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), anunciada pelo governador Rui Costa (PT) na reforma administrativa estadual, o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, garante que os mais de 1.200 servidores da empresa terão direitos trabalhistas assegurados. Ele quis dizer que todos foram demitidos pelo governo do PT.  Em entrevista ao Bahia Notícias, o titular da pasta analisa o cenário encontrado na área rural da Bahia e os desafios enfrentados por sua gestão na Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).  “A estrutura da secretaria vai permear todo o estado. Vamos ter nos 27 territórios de identidade da Bahia uma representação da secretaria”. Ele só não explicou como fazer isso sem funcionários. É mais um faz-de-conta para enganar trabalhador.
Manifestações em outras línguas
As manifestações realizadas neste domingo (15), em várias cidades brasileiras, contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) foram destaque em sites e jornais estrangeiros por meio de fotos, textos e frases dos protestos. “Um milhão de brasileiros saem às ruas contra Dilma Rousseff”, foi a manchete do jornal espanhol El País, que descreveu os manifestantes como pertencentes "às classes médias mais educadas, melhor preparadas e mais informadas do país”. O Huffington Post escreveu em letras garrafais "Basta, Dilma", classificando os atos de domingo como os "maiores da história" do Brasil. Na página do jornal britânico especializado em economia "Financial Times", uma reportagem com título "Milhares pedem o impeachment de Rousseff" contextualizou o cenário político e econômico da nação. De acordo com cálculos realizados pela Policia Militar dos estados, as manifestações do dia 15 reuniram mais de dois milhões de pessoas em todo país.
Preço da gasolina vai baixar...No Paraguai!
A Petrobras anunciou, na semana passada, uma nova redução no preço dos combustíveis - no vizinho Paraguai. Todos os produtos sofreram reajustes para baixo, inclusive os tipos especiais. Foi a nona vez que a estatal brasileira reduziu o preço dos combustíveis no Paraguai desde julho do ano passado. O litro da gasolina comum caiu quase 5% do outro lado da fronteira. Convertendo os valores de guarani para real, a queda varia de R$ 0,13 a R$ 0,20. O preço da gasolina agora está entre R$ 2,85 e R$ 2,89. Os valores não são fixos e variam de posto para posto. Podem ficar abaixo desses valores dependendo da região do país. O diesel caiu 4%. Segundo informou a Petrobras, em nota ao jornal O Estado de S. Paulo, as reduções são possíveis porque o mercado de distribuição de combustíveis no Paraguai é livre e desregulado. Aqui no Brasil é regulado e, por isso, estamos lascados! 
Com informações complementares de VEJA, O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, Correio e Bahia Notícias.